Moeda de Tether (USDT) sob superfície lisa
Shutterstock

A Tether, empresa do grupo iFinex e emissora da stablecoin USDT, afirmou na sexta-feira (4) em uma publicação em seu blog, que obteve vitória em uma ação coletiva movida por investidores dos EUA. De acordo com a empresa, o Tribunal Distrital Sul de Nova York rejeitou a ação sem dar mérito a acusações dos autores sobre um suposto falso lastro de dólar para o ativo.

Na época, os investidores Matthew Anderson e Shawn Dolifka alegaram que a Tether e a Bitfinex não mantinham o USDT lastreado por reservas em dólar na proporção 1:1, mas sim por uma mistura de ativos.

Publicidade

“O tribunal decidiu corretamente que a reclamação dos autores não apresentava alegações plausíveis de prejuízo, pois não incluía, de forma alguma, fatos que mostrassem que a USDT teve um valor real diminuído”, comentou a Tether na nota, também reproduzida no blog da Bitfinex.

Ao compartilhar o artigo no Twitter, o CTO da Tether e da Bitfinex, Paolo Ardoino, também expressou sua satisfação com a decisão. “É uma boa sexta-feira”, escreveu.

Ação contra Tether

Na ação coletiva, contudo, os autores se ampararam em um processo da mesma época, onde a Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities (CFTC) acusou as empresas de omissões das reservas de dólar para a stablecoin USDT. Anderson e Dolifka então alegaram práticas “imorais, antiéticas, opressivas e inescrupulosas” por parte das entidades.

Quando soube da ação coletiva, a Tether disse que “a avareza descarada, para a qual esse processo é um exemplo clássico, nunca será digna de pagamento de um satoshi em um acordo”. Disse também que iria “discutir e dispensar agressivamente em âmbito judicial” com a acusação e, em seguida, obter indenização dos autores.

Publicidade

Vale lembrar que a Tether e exchange de criptomoedas Bitfinex são de propriedade da mesma empresa, a iFinex.

Governo dos EUA processou Tether e Bitfinex

Acerca do processo da CFTC contra a Tether e a Bitfinex,  o órgão americano considerou inclusive uma multa de US$ 41 milhões por supostas declarações falsas e omissão de fatos relevantes sobre a stablecoin USDT. As alegações da CFTC, portanto, iam de encontro às afirmações das empresas de que o USDT era 100% lastreado em moedas fiduciárias, incluindo dólares e euros.

Mas, conforme investigou a agência na época, houve um período que as empresas mentiram quando disseram que havia uma reserva em dólares que garantiria a liquidez de todos os USDT do mercado, quando isso estava longe de ser verdade.

“Como foi descoberto, a Tether possuía reserva fiduciária para cobrir apenas 27,6% dos seus stablecoins em uma análise feita entre 2016 e 2018”, disse na ocasião, a CFTC.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

O súbito ressurgimento das ações “memes” nesta semana rendeu uma pequena fortuna aos traders que nunca desistiram das loucuras de 2021
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Sam Bankman-Fried da FTX falando em vídeo

Criador da FTX vai mudar de presídio nos Estados Unidos

Transferência de presídio pode durar até um mês nos EUA, com o detento sendo levado para várias penitenciárias até chegar ao destino final
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15