Imagem da matéria: Tesla diz à SEC que pode voltar a aceitar Bitcoin como pagamento
Empresário Elon Musk Foto: Shutterstock

A montadora de carros elétricos Tesla pode voltar a aceitar criptomoedas como forma de pagamento. A informação foi dada pela empresa em um relatório enviado à Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC) sobre os ganhos e movimentações do terceiro trimestre de 2021.

No documento, a companhia de Elon Musk lembra que durante três meses, em um período que acabou em maio de 2021, aceitou bitcoin como forma de pagamento de alguns produtos. “Nós podemos no futuro recomeçar a prática de transacionar em criptomoedas pelos nossos produtos e serviços”, afirma.

Publicidade

Ainda no mesmo relatório, a empresa reafirma a importância com que vê as criptomoedas: “Nós acreditamos no potencial de longo prazo de ativos digitais, tanto como investimento como alternativa líquida para o dinheiro vivo”, diz.

A Tesla mostrou que entre o primeiro dia de 2021 e 30 de setembro, comprou e recebeu US$1.5 bilhão de bitcoin. “Em 30 de setembro de 2021 o valor contábil dos nossos ativos digitais era US$ 1.26 bilhão, o que reflete um prejuízo de US$ 101 milhões. O valor justo de mercado desses ativos digitais em 30 de setembro de 2021 era de US$ 1.83 bilhão”.

Além disso, a empresa ressalta que teve prejuízos de US$ 101 milhões com a reserva de bitcoin que mantém, mas que ganhou US$ 128 milhões com venda de BTC.  

Tesla, Elon Musk e criptomoedas

Ao longo do ano, Elon Musk, o CEO da Tesla, tem sido um presente aliado das criptomoedas no Twitter. Às vezes, ele impulsiona a dogecoin (DOGE) e, no dia 8 de fevereiro, a Tesla anunciou que havia investido exatamente US$ 1,5 bilhão em bitcoin.

Publicidade

Em junho, Musk disse que a Tesla iria retomar a permissão de transações de Bitcoin se e quando houvesse “confirmação de uso razoável (50%) de energia limpa por mineradores no futuro.”

O anúncio em maio de que a empresa iria parar de aceitar bitcoin como forma de pagamento destacou essa questão do gasto energético.

“Tesla suspendeu a compra de veículos usando bitcoin. Estamos preocupados com o rápido crescimento do uso de combustível fóssil pela mineração e transações de bitcoin, especialmente carvão, que tem a pior emissão entre os combustíveis. Criptomoeda é uma boa ideia em muitos aspectos e acreditamos ter um futuro promissor, mas não pode vir ao custo do meio ambiente. Tesla não vai vender nenhum bitcoin e pretendemos usa-los para transações assim que a mineração usar mais energia sustentável. Também estamos procurando por outras criptomoedas que usem menos de 1% da energia/transação bitcoin”

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: R$ 2,8 bilhões foram perdidos em fraudes e hacks de criptomoedas no 2º trimestre

R$ 2,8 bilhões foram perdidos em fraudes e hacks de criptomoedas no 2º trimestre

Isso é quase o dobro do valor roubado no segundo trimestre de 2023
Imagem da matéria: Governo do Paraguai "rouba" os mineradores de Bitcoin, acusa senador

Governo do Paraguai “rouba” os mineradores de Bitcoin, acusa senador

Segundo o senador Salyn Buzarquis, decisão do governo do Paraguai de aumentar a tarifa de energia prejudica os mineradores que trabalham corretamente
Imagem da matéria: Robinhood planeja lançar contratos futuros de criptomoedas, diz Bloomberg

Robinhood planeja lançar contratos futuros de criptomoedas, diz Bloomberg

Produtos seriam lançados para mercado dos Estados Unidos e Europa em 2025 por meio das licenças da Bitstamp, comprada em junho
Imagem da matéria: Kaspa (KAS): Conheça a criptomoeda com o melhor desempenho da semana no top 100

Kaspa (KAS): Conheça a criptomoeda com o melhor desempenho da semana no top 100

Com alta de mais de 20% em sete dias, a Kaspa (KAS) lidera com tranquilidade os ganhos da semana entre as 100 maiores criptomoedas do mercado