Imagem da matéria: Terraform Labs construiu “castelo de cartas” e mentiu para investidores, diz SEC em 1º dia de julgamento
Stablecoin da Terra perdeu paridade e sistema colapsou (Foto: Shutterstock)

Na primeira sessão de julgamento por fraude civil contra a Terraforma Labs na segunda-feira (25), a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) afirmou que a empresa criou um “castelo de cartas” e mentiu aos investidores sobre a segurança do ecossistema Terra (LUNA) no mercado de criptomoedas. As informações são da agência de notícias Reuters.

A acusação da SEC é de que a Terraforma Labs e o seu fundador, Do Kwon, enganaram os seus clientes durante o ano de 2021, especificamente sobre a stablecoin pareada ao dólar TerraUSD (UST).

Publicidade

Um dos pontos principais é de que o empresário teria mentido a diversos parceiros, alegando que a blockchain do projeto Terra era usada por um popular meio de pagamento na Coreia do Sul. 

“Terra era uma fraude, um castelo de cartas, e quando colapsou, os investidores perderam quase tudo”, disse Devon Staren, advogado da SEC.

Do Kown está sendo representado por advogados, mas não irá comparecer ao julgamento. Ele está em Montenegro e aguarda uma decisão sobre os pedidos de extradição feitos pelos Estados Unidos e Coreia do Sul. Recentemente, o empresário saiu da prisão e passou a viver em um “centro de estrangeiros”, após ter cumprido pena por usar passaporte falso.  

O julgamento do processo da SEC está sendo feito em Nova York e deve durar duas semanas.

As acusações contra Do Kwon

Além do processo da SEC, o criador da criptomoeda Luna enfrenta acusações criminais de fraude feitas por promotores federais nos Estados Unidos. Na Coreia, enfrenta acusações de crimes financeiros, incluindo fraude, violações das leis dos mercados de capitais, manipulação de volumes de transações usando “trader bots” e suborno.

Publicidade

O advogado da Terraforma Labs, Louis Pellegrino, diz que o caso da SEC foi montado com base em uma escolha de provas que incluiu apenas o que interessava a acusação e que os testemunhos são feitos por pessoas que esperam ter algum retorno financeiro caso o agente regulador vença o caso.  

Já o advogado de Do Kwon, David Patton, tenta argumentar que seu cliente nunca disse que o empreendimento era livre de riscos. “Falhar não é o mesmo que fraude”, afirma.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação
Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil ficam atrás apenas dos EUA ao captar mais R$ 14 milhões na semana

Fundos cripto do Brasil ficam atrás apenas dos EUA ao captar mais R$ 14 milhões na semana

Fundos de investimento com foco em cripto do Brasil captaram US$ 2,9 milhões entre 22 e 29 de março
Imagem da matéria: Semana cripto: Bitcoin segue firme em US$ 70 mil enquanto Dogwifhat sobe 100% na semana

Semana cripto: Bitcoin segue firme em US$ 70 mil enquanto Dogwifhat sobe 100% na semana

As memecoins foram o destaque desta semana, com o Dogwifhat (WIF) liderando o grupo
scanner plano digitaliza a palma de uma mão

TON oferece R$ 25 milhões para escanear mãos dos investidores

HumanCode se junta à The Open Network para oferecer um milhão de Toncoin como incentivo em programa de digitalização de palma da mão baseado em IA