Imagem da matéria: Tem Criptomoedas? Usa LastPass? Você pode perder tudo se não agir logo
Foto: Shutterstock

Nos últimos 10 meses, mais de 100 carteiras de criptomoedas aparentemente seguras — muitas delas de membros de alto nível da comunidade cripto e com experiência em tecnologia — foram drenadas em dezenas de milhões de dólares, sem qualquer indicação clara de como isso foi feito. Agora, a resposta está se tornando mais clara: os roubos parecem ser devido a um hack do LastPass, popular plataforma de gerenciamento de senhas. 

Durante meses, os ataques contínuos e consistentemente repetidos deixaram os especialistas em segurança perplexos, que não conseguiram descobrir como parar o roubo. As vítimas não pareciam estar caindo em fraudes, ou tendo atividades digitais arriscadas que expusessem suas informações privadas. 

Publicidade

Além disso, elas priorizavam bastante a segurança de suas carteiras.

Os pesquisadores on-chain concluíram, à medida que os ataques continua a persistir mensalmente, que o hacker em questão provavelmente está acessando os fundos das vítimas usando senhas de carteira e frases-chave expostas durante um hack, no inverno passado, no gerenciador de senhas, LastPass.

Desde esse hack, as senhas obtidas do serviço de segurança de computadores levaram ao roubo de pelo menos US$ 39 milhões em criptomoedas e contando. Na semana passada, o hacker fugiu com outros US$ 4,4 milhões em criptomoedas, no que os especialistas identificaram como outro ataque que remonta ao LastPass. 

Taylor Monahan, gerente de produto líder da MetaMask, primeiro promulgou teorias sobre as origens potenciais dos hacks misteriosos em abril, quando os ataques renderam apenas cerca de US$ 10 milhões em cripto roubada. Desde então, Monahan e outros analistas de blockchain identificaram o LastPass como o aparente fio condutor que conecta as vítimas dos hacks.

Desde essa conclusão, no entanto, o hacker continuou a drenar milhares de criptomoedas de carteiras supostamente seguras.

Dicas de segurança

Monahan, juntamente com outros detetives on-chain, como o analista de blockchain, ZachXBT, implorou aos usuários de criptomoedas que migrem imediatamente seus ativos digitais para outras carteiras se, alguma vez, mesmo que por um breve período, usaram o LastPass para armazenar as frases ou chaves de seed de suas carteiras.

Publicidade

Como os ataques continuam sem fim à vista, Monahan relatou publicamente as histórias de vários amigos e associados que — após a notícia dos hacks — consideraram trocar de carteira, mas não agiram rápido o suficiente e acabaram sendo vítimas do hacker.

O ataque ao LastPass

De particular importância na controvérsia que se desenrola são as declarações feitas pelo LastPass sobre a gravidade do hack que se infiltrou nos armazenamentos de dados privados de usuários da empresa no final do ano passado.

Inicialmente, o LastPass insistiu que a invasão não expôs as senhas armazenadas dos usuários, mas aconselhou a alteração dessas senhas de qualquer forma, por precaução. A empresa acabou admitindo que o hacker conseguiu acessar o cofre corporativo do LastPass, que contém muitas informações privadas dos usuários, mas afirmou que essas violações ainda não comprometeram necessariamente as senhas mestras ou outras chaves dos usuários.

Os analistas que pesquisaram a série de roubos recentes de criptomoedas supostamente vinculados ao hack do LastPass tiveram um problema específico com a forma como a empresa lidou com a situação, argumentando que ela não foi franca com seus usuários sobre a extensão dos danos incorridos pelo hack e o grau em que os usuários do LastPass deveriam ter reagido a ele.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
Pessoa inserindo chip no celular

Justiça manda TIM pagar R$ 21 mil a cliente que teve celular clonado e perda de criptomoedas

A partir da clonagem do celular, os invasores tiveram acesso ao email e posteriormente a uma carteira cripto na Binance
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance preso na Nigéria vai parar no hospital após desmaiar em julgamento

O executivo da Binance Tigran Gambaryan passou mal durante seu julgamento na Nigéria e precisou ser hospitalizado
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

As novidades ampliam as opções de investimento na plataforma que já somam mais de 220 ativos