Imagem da matéria: Solana supera BNB e chega ao Top 4 em meio ao boom das memecoins
Foto: Shutterstock

A Solana (SOL) sobe 11% nas últimas 24 horas e se torna a quarta maior criptomoeda por capitalização de mercado, ultrapassando o token BNB da Binance.

Nesta manhã de segunda-feira (18), a Solana é negociada a US$ 204, com um valor de mercado de US$ 92 bilhões. De acordo com o CoinGecko, SOL teve um aumento impressionante de 40% desde a semana passada. Isso também significa que a Solana já ultrapassou sua capitalização de mercado mais alta de todos os tempos, registrada pela primeira vez na sexta-feira (15).

Publicidade

A recente alta fez com que mais de US$ 1 milhão em contratos a descoberto fossem liquidados em apenas uma hora — mais do que o Ethereum ou o Bitcoin no mesmo período — de acordo com o CoinGlass. No total, mais de US$ 12 milhões em posições vendidas em Solana, ou seja, que apostava na queda da moeda, foram liquidadas no último dia.

Uma posição vendida (short) é uma estratégia usada por traders para lucrar com a queda do preço de um ativo. Normalmente, um investidor toma emprestadas as ações do ativo que ele acha que terá queda no preço, nesse caso o SOL, vende-as e concorda em comprá-las pelo preço de mercado em uma data futura.

Se estiverem certos, eles comprarão o ativo de volta a um preço ainda mais baixo do que quando abriram o contrato. E a diferença entre o preço inicial e o preço de recompra — menos as taxas — se torna seu lucro. Se estiverem muito errados — como foi o caso de muitos traders hoje —, as corretoras e exchanges podem liquidar sua posição e forçá-los a fechar o contrato para evitar perdas.

Enquanto a Solana está se movimentando com a alta, o ecossistema está se recuperando de um problema com o lançamento da memecoin SLERF.

Publicidade

Um desenvolvedor acidentalmente queimou US$ 10 milhões em fundos arrecadados durante uma pré-venda de tokens. Hoje, o dev responsável pelo projeto estava transmitindo um segundo Twitter Space com o nome “I fucked up” (eu estraguei tudo) para explicar o que aconteceu à comunidade.

“O projeto não é mais meu”, disse o desenvolvedor. “Obviamente, não tenho US$ 10 milhões no bolso para reembolsar todo mundo, caso contrário, eu o faria 100%. É nisso que estou trabalhando.”

“Por mais que eu tenha feito merda, continuaremos trabalhando e faremos o que for possível para consertar isso”, disse o desenvolvedor em uma thread. “O lado positivo é: fizemos história. O negativo: muitas pessoas perderam seu dinheiro. Temos a intenção de consertar isso da melhor maneira possível para que os usuários iniciais possam se recuperar.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Com halving a horas de acontecer, Bitcoin Cash bate maior preço desde 2021

Com halving a horas de acontecer, Bitcoin Cash bate maior preço desde 2021

Criptoativo registrou um aumento de 5% nas últimas 24 horas e um aumento considerável de 43% nos últimos 30 dias
Imagem da matéria: Importação de criptomoedas no Brasil dobra e chega a R$ 14 bilhões no 1º bimestre

Importação de criptomoedas no Brasil dobra e chega a R$ 14 bilhões no 1º bimestre

Dados do Banco Central mostram que a importação de criptoativos saltou de US$ 1,4 bilhão no primeiro bimestre de 2023, para US$ 2,9 bilhões no início deste ano
Imagem da matéria: CEO da Binance afirma que está considerando "algumas jurisdições" para a sede global

CEO da Binance afirma que está considerando “algumas jurisdições” para a sede global

“Quais são as jurisdições que têm regulamentações que podem atender ao nosso conjunto de produtos?”, questiona Richard Teng
Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil ficam atrás apenas dos EUA ao captar mais R$ 14 milhões na semana

Fundos cripto do Brasil ficam atrás apenas dos EUA ao captar mais R$ 14 milhões na semana

Fundos de investimento com foco em cripto do Brasil captaram US$ 2,9 milhões entre 22 e 29 de março