Imagem da matéria: Serviço que liga Binance Smart Chain ao Ethereum perde US$ 80 milhões em hack
Foto: Shutterstock

Uma invasão ao protocolo de Finanças Descentralizadas (DeFi) Qubit Finance permitiu que um hacker roubasse US$ 80 milhões em criptomoedas na quinta-feira (27).

A falha específica no contrato autônomo que permitiu o ataque foi localizada no X-Bridge, uma ponte entre blockchains, que facilita conversões de tokens entre as redes Ethereum e Binance Smart Chain.

Publicidade

Essa falha permitiu que o invasor inserisse dados maliciosos sem depositar ether (ETH) e recebesse US$ 185 milhões em Qubit xETH (um ativo que representa o ether transportado para o Binance Smart Chain) de volta.

Em seguida, o invasor usou esse dinheiro como garantia para “tomar emprestado” cerca de US$ 80 milhões em criptomoedas de diversos pools de empréstimo.

A análise completa dos ativos roubados totaliza 15.688 wETH (ou US$ 37,6 milhões), 767 BTC-B (ou US$ 28,5 milhões), aproximadamente US$ 9,5 milhões em stablecoins e US$ 5 milhões em tokens CAKE, BUNNY e MDX, segundo a empresa de auditoria CertiK.

Já que o invasor nunca converteu sua “garantia” de qXETH, o custo total do roubo ao Qubit Finance foi de US$ 80 milhões.

Publicidade

Qubit oferece recompensa em cripto

Nesta sexta-feira (28), a Qubit Finance publicou um artigo com uma análise minuciosa do ataque em sua totalidade.

Na página do Twitter da Qubit, a equipe também tuitou que ficará “feliz em conversar [com o invasor]”.

Anexou uma mensagem de captura de tela afirmando que a Qubit está “preparada para oferecer [ao invasor] a recompensa máxima para a invasão revelada” para “minimizar o efeito na comunidade”.

Analisas de segurança em blockchain da PeckShield tuitaram que fizeram a auditoria do protocolo de empréstimos do Qubit Finance e que, em breve, irá fornecer mais detalhes.

Embora esta invasão tenha sido a maior deste ano, não foi o primeiro hack interblockchains de 2022.

Na semana passada, um “hacker do bem” (ou “white-hat hacker”) roubou US$ 1,73 milhão da Multichain antes de devolver US$ 900 mil e ficar com o restante como recompensa.

Conforme diferentes blockchains se popularizam e a atividade entre eles também cresce, a expectativa é que projetos como Qubit e Multichain se tornem alvos principais de hackers.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Fachada da Comisión Nacional de Valores Argentina (CNV

Argentina recebe pedido de registro de 35 exchanges de criptomoedas; saiba quais são

Quem não se cadastrou na Comissão Nacional de Valores Mobiliários até a última terça-feira (3) não poderá operar com criptomoedas no país
o que é mineração de bitcoin

Mineradores de Bitcoin nos EUA batem valor de mercado recorde de US$ 22,8 bilhões

Banco americano destacou que quase todas as 14 mineradoras de Bitcoin negociadas na Bolsa dos EUA subiram nas duas primeira semanas de junho
Celular com logotipo da BInance

Binance lista três novos pares de negociação com USDC, FDUSD e lira turca

A corretora também vai incluir os novos pares em seu serviço de robôs de negociação (trading bots)
Imagem da matéria: É hora de apostar em Bitcoin e shitcoins, diz Arthur Hayes

É hora de apostar em Bitcoin e shitcoins, diz Arthur Hayes

O Bitcoin crescerá à medida que os bancos centrais se concentrarem em taxas de juros mais baixas em massa – com o Banco da Inglaterra em breve, prevê Hayes