Imagem da matéria: Como um trader quase perdeu US$ 600 milhões em Ethereum por desatenção
Foto: Shutterstock

Enquanto todos estão observando a ação de preço de suas criptomoedas favoritas, poucos estão falando sobre o desempenho de stablecoins descentralizadas.

Um trader em particular, que tirou os olhos de suas stablecoins por um momento, quase causou uma liquidação de US$ 600 milhões em Ethereum (ETH) na última sexta-feira (21).

Publicidade

Se o incidente se concretizasse, poderia fazer o preço do ether cair ainda mais. Mas essa crise foi evitada por pouco.

Antes de aprofundar no que aconteceu na sexta, vamos primeiro entender o panorama geral. Stablecoins descentralizadas, como a DAI da Maker, são lastreadas em outras criptomoedas, como o ether. Você deposita ETH e o protocolo te fornece DAI.

Agora, há uma ressalva importante: depósitos em ether devem ter sobregarantia, ou seja, precisam ter mais de 100% do valor de DAI que você está emitindo.

Dependendo do tipo de ativo, essa proporção de garantia pode ser de 130%, 145% ou 170%, de acordo com os vaults existentes da Maker.

Publicidade

Vaults, ou cofres, são contratos inteligentes da Maker, executados na blockchain do Ethereum, que retêm as garantias até que a DAI emprestada seja devolvida.

Então, para emitir US$ 1 de DAI, você precisa oferecer US$ 1,30, US$ 1,45 ou US$ 1,70 em ether.

O motivo pelo qual a sobregarantia existe no setor de finanças descentralizadas (DeFi) é por conta da famosa volatilidade do mercado de criptomoedas.

Se o preço do ether cair muito, como fez no final da semana passado, então projetos ainda têm uma espécie de amortecimento antes da stablecoin perder seu lastro em dólar.

Sempre que um vault de Ethereum na Maker cai abaixo da proporção de garantia, o sistema envia uma notificação ao holder de que ele precisa depositar mais ethers para manter a proporção.

Publicidade

Se o holder do vault falha em fazer o depósito, a sua garantia é liquidada e vendida em leilão com um desconto.

Naturalmente, coletar esse ether com desconto é um bom negócio para quem pode pagar por ele. Também é um bom negócio para o protocolo Maker que cobra uma “penalidade de liquidação” adicional daqueles que falham em manter seus vaults.

Bom, então esse é o mecanismo. Agora, vamos voltar para o maior evento de liquidação em DeFi que estava prestes a acontecer e que o trader “dorminhoco” acordou a tempo de impedi-lo.

Salvando US$600 milhões em ethereum

A empresa de pesquisa Delphi Digital informou que 50% das liquidações recordes de US$ 200 milhões em ether de sexta-feira, aconteceram na Maker.

As liquidações na Maker quase atingiram US$ 600 milhões no meio da queda após um holder do vault falhar em recuperar a garantia.

Publicidade

Esse holder chamado “7 Siblings”, teria tido um enorme papel na contínua pressão de venda do Ethereum. A venda prolongada teria resultado em mais liquidações e assim por diante. Aliás, é isso o que as pessoas querem dizer com “liquidações em cascata”.

Rune Christensen, cofundador da Maker, resumiu tudo de forma surreal: “A Maker está prestes a despejar US$ 600 milhões em ETH do mercado a menos que alguém ligue para esse cara, 7 Siblings, e diga para ele preencher seus vaults nos próximos 30 minutos”.

Após apenas US$ 65 milhões serem liquidados, parece que alguém conseguiu ligar para ele (ou acordá-lo, quem sabe?). Existe até uma música sobre o evento:

No meio do caminho, o protocolo Maker conseguiu coletar bastante receita pelas penalidades de liquidação. Graças às quedas da semana passada, a Maker ganhou mais dinheiro do que já havia ganhado em toda sua existência.

Em relação ao lastro da DAI, o site CoinGecko mostra que a stablecoin caiu brevemente para US$ 0,96 durante o evento de liquidação. Porém, se recuperou rapidamente, servindo de testemunho à resiliência do protocolo.

De qualquer forma, é um singelo lembrete de que muito acontece no setor cripto além de um número subindo ou caindo.

Publicidade

Todos esses divertidos experimentos DeFi passam por turbulências (por bem ou por mal). Aqueles que se saem bem em suficientes testes de estresse estão um passo mais próximos de se tornarem o futuro das finanças.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda prateada de Ethereum (ETH) em frente a um gŕafico de preço com candles em queda

Fundos de investimento em Ethereum sofrem maior saída de capital em dois anos

Com as saídas dos ETPs de Ethereum, os fundos de criptomoedas chegaram à terceira semana consecutiva de fluxo negativo acumulando perdas de US$ 30 milhões
Imagem da matéria: Em evento na Europa, Vitalik Buterin discute melhorias cruciais para evolução do Ethereum

Em evento na Europa, Vitalik Buterin discute melhorias cruciais para evolução do Ethereum

Além de uma palestra de Vitalik Buterin, evento focado em Ethereum mostrou a força do Brasil na comunidade e reconhecimento como um hub na América Latina