Segredos da riqueza vendidos por youtubers são irreais para um trader de verdade

Segredos da riqueza vendidos por youtubers são irreais para um trader de verdade
Foto: Shutterstock


Lista dos investidores mais ricos do mundo

Warren Buffett, Jim Simmons, Ray Dalio, Carl Icahn, Abigail Johnson e David Shaw. Estes são alguns dos gestores bilionários por trás da performance dos melhores fundos de investimento há duas ou mais décadas.

Sabe o que estes feras têm em comum? Todos vivem majoritariamente do retorno de seus investimentos.

Youtubers de maior sucesso no Brasil

Natália Acuri (Me Poupe), Thiago Nigro (Primo Rico), Ramiro Ferreira (Clube do Valor), Gustavo Cerbasi e Mirna Borges (Economirna). 

Sabe o que eles têm em comum? Todos vivem de vender cursos, livros, palestras, patrocínios e afins.

Dar aulas é um mal negócio?

Não me entenda mal, escutei que a Natália não só é dona de um dos maiores canais do mundo, tem um staff de 30 pessoas, e receita que supera os R$ 10 milhões anuais. Esse povo sabe ganhar dinheiro… e muito!

É provável que a Natália tenha capacidade de elaborar um vídeo ou curso muito melhor que eu. Afinal, ela tem uma equipe capaz de fazer a pesquisa necessária, além de recursos para contratar consultorias.

Quem é Marcel pra criticá-los?

O objetivo deste texto não é criticar o modelo de negócios, nem tampouco afirmar que algum desses youtubers não possui conhecimentos de mercado ou finanças. Juro, vi três ou quatro vídeos desses caras no máximo.



Meu ponto é que esses segredos da riqueza que tentam lhe vender são irreais. Estes investidores que citei acima, sem exceção, passaram décadas gerindo patrimônio de terceiros, lendo relatórios, debatendo com analistas, fazendo apostas que deram errado, aprendendo e melhorando com o tempo.

Mas fulano disse que funcionou pra ele

Aposto que esse youtuber diz que “não há fórmula mágica”, que toda riqueza é na base do “esforço e risco controlado”, além de várias outras frases de auto-ajuda. Se esse é seu objetivo, tem milhões de autores nesta área. Não vou questionar se isto tem ou não efeito.

O fato é que se esse youtuber, podcaster ou dono de grupo de sinais, soubesse uma forma de “bater o mercado”, leia-se, obter no médio e longo prazo um retorno substancial acima da inflação, ele pegaria todo o patrimônio dele, alavancaria, e faria tais operações.

Enfim, o cara pode ter ganho muito dinheiro no passado, e talvez até tenha como provar isto. Agora, se ele é tão bom assim, por que vive de vender cursos? Eu respondo: pois ele sabe que o retorno consistente acima da inflação é inviável.

Lembre-se: essa carteira de investimentos milionária que eles mostram nos vídeos é a receita *mensal* que esses caras fazem vendendo sonho.

Sobre o autor

Marcel Pechman atuou como trader por 18 anos nos bancos UBS, Deutsche e Safra. Desde maio de 2017, faz arbitragem e trading de criptomoedas.