Imagem da matéria: SEC adia novamente decisão sobre ETF de Bitcoin e pede mais cinco semanas
(Foto: Shutterstock)

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) adiou novamente uma decisão de aprovar ou rejeitar um ETF de Bitcoin, produto criado para ser negociado em bolsa. O aviso foi publicado na terça-feira (14).

Desta vez, a reguladora resolveu adiar o parecer do produto financeiro da Bitwise (Bitwise Bitcoin ETF), solicitado para ser negociado na Bolsa de Valores de Nova York Arca (NYSE), bolsa subsidiária da Intercontinental Exchange.

Publicidade

Como argumento para o adiamento, a SEC disse que houve um pedido no dia 07 de maio em que a Bolsa protocolou uma emenda que muda a regra proposta. A reguladora, então, usou seu direito de se dedicar mais cinco semanas para comentários e respostas.

A proposta da Bitwise é que o novo produto do ETF de bitcoin acompanhe o índice BTC da bolsa. A empresa acredita que pode fornecer à SEC o tipo de informação e dados que a agência indicou que precisava para avaliar totalmente os ETFs bitcoin.

A empresa já tinha passado por uma rejeição antes de propor o novo produto em janeiro deste ano — que também foi adiado no mês passado.

Agora, só a Bitwise conta com uma rejeição e dois adiamentos pela SEC. O último, foi referente à posição da reguladora que estava agendado para o dia 16 de maio.

Publicidade

Com a prorrogação, a SEC frustra, de novo, as expectativas de muitos, principalmente das gestoras de fundos que também têm propostas arquivadas na reguladora, como a Cboe, que formou o produto da BZX Exchange por meio da VanEck e da SolidX.

A SEC ainda não aprovou nenhum ETF de Bitcoin, embora os especialistas do mercado de criptomoedas acreditam que uma legalização é apenas uma questão de tempo.

SEC só rejeitou até agora

A decisão vem após meses de incerteza, já que um número de propostas anteriores de ETF foram rejeitadas pela SEC, mais notavelmente no dia 22 de agosto de 2018, quando a agência reguladora rejeitou nove propostas de uma só vez.

Na ocasião, uma carta do Secretário Brent J. Fields a Eugene Schlanger revelou que a medida foi tomada mediante uma regra.

Publicidade

O documento dizia o seguinte:

“Esta carta é para notificá-lo que, de acordo com a Regra 43 1 das Regras de Prática da Comissão, 17 CFR 201.431, a Comissão irá rever a ação delegada. A ordem é suspensa até que a Comissão ordene o contrário”.

Com o novo adiamento, nada mudou. Segundo o documento, será aberto um período de três semanas para comentários e após isso, mais duas semanas para as respostas.


Compre criptomoedas na 3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
moeda de bitcoin ao lado de celular com logo da mt gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai após Mt. Gox mover US$ 9 bilhões em BTC

A grande movimentação de Bitcoin pela Mt. Gox é um sinal de que, muito em breve, os investidores lesados pelo hack de 2014 serão ressarcidos
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo