Imagem da matéria: Cboe reenvia proposta de ETF de Bitcoin para aprovação da SEC
(Foto: Shutterstock)

A Cboe voltou a enviar a sua proposta de ETF de Bitcoin à SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, nesta tarde de quinta-feira (31), uma semana após a empresa ter retirado.

A notícia foi dada via Twitter por Gabor Gurbacs, líder da VanEck, que junto com a SolidX formou o produto da Cboe BZX Exchange.

Publicidade

“A mudança de regra proposta pela VanEck/SolidX para o ETF Bitcoin foi entregue pela CBOE. Trabalho duro de todas as equipes envolvidas”.

Se aprovada na SEC, a Cboe BZX Exchange poderá rastrear e operar bitcoins como fundos de índices comercializados como ações (da sigla ETF para Exchange Traded Funds).

Essa nova modalidade de investimento é uma das mais esperadas por investidores e pela comunidade de criptomoedas.

Muitos acreditam que isso trará mais dinheiro para a criptoeconomia, principalmente vindas de instituições financeiras e investidores tradicionais e, assim, se criaria um mercado com maior liquidez.

Vai e vem de propostas

A Cboe havia registrado o mesmo pedido em junho do ano passado e desde então a SEC tem prorrogado ao máximo o prazo para resposta, que se encerra no dia 27 de fevereiro deste ano.

Publicidade

Depois de ter o primeiro pedido de ETF de Bitcoin rejeitado, a Bitwise, empresa que gerencia fundos no mercado de criptomoedas, registrou uma nova solicitação na SEC no dia 10 de janeiro.

A Cboe, percebendo que neste início de ano praticamente todo o governo dos Estados Unidos se encontrava paralisado por causa de questões orçamentárias, viu que a SEC não agiria tão cedo e retirou a proposta.

Gurbacs, na ocasião, disse que o pedido tinha sido “temporariamente retirado”, enquanto Jan van Eck, CEO da empresa, dizia que a proposta havia sido retirada e que seria apresentada em uma data posterior após novas reuniões com a SEC.

Ambos discursos foram confirmados nesta tarde, porém, se houve nova conversa com a SEC isto não foi divulgado.

Até o fechamento desta matéria, o reenvio da proposta não gerou alteração nos mercado e o Bitcoin continua operando por volta dos US$ 3.450.

Publicidade

BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil. Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Analista da Foxbit avalia gráficos do Bitcoin e aponta que preços devem continuar pressionados ao longo da semana
Imagem da matéria: Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

“O Bitcoin oferece uma oportunidade única de diversificar os ativos do estado”, escreveu Cotar
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) sobre um gráfico de preço com candles indicando queda nos preços

Semana Cripto: Queda do Bitcoin derruba principais altcoins enquanto memecoins políticas permanecem voláteis

Bitcoin e Ethereum desabam em meio a narrativas sobre Mt. Gox e BTCs do governo da Alemanha
Imagem da matéria: 5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

Apesar da recente queda do mercado de criptomoedas, vários catalisadores oferecem uma oportunidade para os investidores de longo prazo que buscam um alívio