Imagem da matéria: Sam Bankman-Fried finalmente depõe, mas sem a presença do júri; veja o que ele falou
O fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, fora do tribunal federal de Manhattan. (Foto: Decrypt/André Beginski)

O fundador da FTX, Sam Bankman-Fried (SBF) foi testemunha durante o seu julgamento criminal na quinta-feira (26). Mas, enquanto o ex-magnata cripto falava, o júri não estava em lugar nenhum.

O Juiz Distrital dos EUA Lewis Kaplan, que preside o caso de Bankman-Fried, enviou o grupo para casa por volta das 14h de Nova York. Para avaliar se certos temas deveriam ser excluídos do depoimento de Bankman-Fried que volta a depor nesta sexta-feira (27), o juiz Kaplan convocou uma audiência especial.

Publicidade

“Estamos na reta final”, disse Kaplan aos jurados quando eles foram dispensados, assegurando-lhes que o processo judicial de semanas provavelmente terminaria na próxima semana. 

Durante a audiência, o advogado principal do Bankman-Fried, Mark Cohen, da Cohen & Gresser, acompanhou o seu cliente em vários tópicos, como reuniões que Bankman-Fried teve com reguladores nas Bahamas em novembro de 2022 e conselhos que recebeu do advogado da FTX.

No interrogatório, a Procuradora-Adjunta dos EUA, Danielle Sassoon, foi menos gentil. Ela pressionou SBF de uma só vez com uma série de perguntas, concentrando-se no conselho de seus advogados em vários pontos. Na ocasião, ela parecia ir além disso.

A certa altura, ela perguntou a Bankman-Fried se “desviar fundos de clientes” seria considerado proteger os ativos dos clientes. O juiz Kaplan sustentou uma objeção da decisão de defesa segundo a qual a pergunta de Sassoon estava fora do âmbito da audiência.

Publicidade

Bankman-Fried respondeu de qualquer maneira, e ele indicou que não. “Senti a necessidade de responder a essa pergunta”, acrescentou, enquanto sorria.

Leia também: FTX: Tudo que você precisa saber sobre o julgamento de Sam Bankman-Fried

Embora o testemunho de Bankman-Fried hoje (27) possa ser um momento decisivo enquanto tenta ganhar pontos com o júri, a tarde de quinta-feira foi efetivamente um aquecimento.

Durante seu depoimento na quinta-feira, Bankman-Fried disse que estava com a impressão de que sua empresa de trading, Alameda Research, foi autorizada a gastar fundos dos clientes FTX sob um Acordo de Agente de Pagamento que a Alameda tinha com sua exchange.

“Eu deveria começar com o fato de que não sou advogado”, disse ele, enquanto Sassoon lhe pediu para identificar uma parte do acordo que deu à Alameda o direito. “Não fiz uma leitura atenta deste documento.”

Publicidade

Julgamento de SBF se encaminha para fim

Bankman-Fried será a última testemunha a depor no seu processo criminal. Ele enfrenta uma pena máxima de 110 anos de prisão em sete acusações de fraude e conspiração. Ele é acusado de roubar bilhões de dólares de fundos dos clientes da FTX.

Enquanto Sasson bateu forte com perguntas a Bankman-Fried, ele deu respostas longas que muitas vezes se resumiam a: “não me lembro.” 

As perguntas de Sassoon cobriam o uso de mensagens criptografadas na FTX, empréstimos pessoais e se a Alameda Research tinha permissão para gastar fundos de clientes sob um Acordo de agente de pagamento entre a FTX e a Alameda.

“A resposta é: ‘você não se lembra'”, disse Kaplan a Bankman-Fried após uma resposta particularmente prolixa. O juiz observou mais tarde que Bankman-Fried tinha uma “maneira interessante de responder às perguntas.”

Antes de quinta-feira, o júri ouviu Bankman-Fried falar apenas em clipes de vídeo. Os promotores reproduziram um trecho dele abordando o nome da Alameda Research em um podcast em um caso, enquanto as observações que ele fez perante ao Congresso sobre criptomoedas foram destacadas em outro. 

Publicidade

O juiz Kaplan disse que iria determinar quais aspectos do depoimento dele são adequados, indicando que o júri poderia ouvir Bankman-Fried falar na sexta-feira.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador solo completou o bloco 843.231 do Bitcoin usando software da CKpool
Imagem da matéria: Dogecoin está se aproximando de uma "cruz dourada": o que isso significa?

Dogecoin está se aproximando de uma “cruz dourada”: o que isso significa?

Média móvel simples de 50 semanas (SMA) do preço spot da Dogecoin está atualmente em alta e pode passar barreira das 200 semanas
Imagem da matéria: CEO da Grayscale deixa cargo: "Momento certo para transição"

CEO da Grayscale deixa cargo: “Momento certo para transição”

A Grayscale, uma das maiores gestoras de criptomoedas do mundo, anunciou que Michael Sonnenshein está deixando o cargo de CEO
Ilustração de bandeira do Brasil dentro moeda de Bitcoin

Novo estudo do LAPIN apresenta melhores práticas para regulação de criptomoedas no Brasil

White paper feito pelo LAPIN com apoio da Ripple traz diversos pontos e dados para ajudar na regulação do setor de criptomoedas brasileiro