Imagem da matéria: Senadores dos EUA pedem investigação sobre papel da Binance e Tether no financiamento do terrorismo 
Foto: Shutterstock

Os legisladores norte-americanos pediram na quinta-feira (26) ao Departamento de Justiça que prossiga com uma investigação sobre a Binance e a Tether para ver se as gigantes do mercado de criptomoedas ajudaram a facilitar o financiamento do Hamas. 

Em uma carta, a senadora Cynthia Lummis e o deputado French Hill, ambos do Partido Republicano, pediram na quinta-feira (26) ao DOJ “que chegasse a uma decisão de cobrança sobre a Binance que reflita seu nível de culpabilidade para concluir rapidamente suas investigações sobre as atividades ilícitas em curso envolvendo Tether”.

Publicidade

A carta foi enviada depois que o Wall Street Journal noticiou sobre o Hamas ter usado contas da Binance e a stablecoin USDT, emitida pela Tether, para financiar seu ataque a Israel no início deste mês. Desde então, a empresa de dados blockchain Elliptic disse que os relatórios do WSJ eram imprecisos.  

Mas a senadora Lummis disse na carta que, embora o financiamento no artigo “provavelmente não seja preciso”, o DOJ deve “responsabilizar os maus atores se for provado que eles facilitaram atividades ilícitas”. 

“Instamos o Departamento de Justiça a avaliar cuidadosamente até que ponto a Binance e a Tether estão fornecendo apoio material e recursos para apoiar o terrorismo por meio de violações das leis de sanções aplicáveis e da Lei de Sigilo Bancário”, dizia a carta de quinta-feira. 

“Para esse fim, apoiamos fortemente a ação rápida do Departamento de Justiça contra a Binance e a Tether para sufocar as fontes de financiamento para os terroristas que atualmente atacam Israel.”

Publicidade

Investigações em curso

O DOJ tem investigações em curso sobre a Tether e a Binance, de acordo com artigos do WSJ e da Bloomberg, em que ambos citam fontes não identificadas. 

A senadora Lummis geralmente fala abertamente sobre a indústria de ativos digitais — mas não é anticripto: ela é conhecida como a “Senadora do Bitcoin” por sua defesa dos criptoativos no Capitólio e pressão por uma regulamentação do setor. 

O Hamas há muito tempo coleta doações na forma de criptomoedas como Dogecoin e Bitcoin, de acordo com especialistas. 

Mas depois que uma carta de legisladores bipartidários na semana passada exigiu respostas sobre o papel que a criptomoeda desempenha no financiamento do terrorismo, analistas apontaram que as afirmações de que os criptoativos desempenham um grande papel na crise Israel-Palestina não são totalmente precisas. 

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Novo modelo de Inteligência Artificial do Alibaba que desafia Meta e OpenAI

O mais recente modelo de Inteligência Artificial de código aberto supera o LLama3 da Meta, posicionando-se como um forte concorrente na corrida da IA
Imagem da matéria: Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

A Bakkt recorreu à ajuda de um consultor financeiro para tomar a decisão, embora ainda não tenha definido o seu próximo passo
Imagem da matéria: Itaú passa a permitir compra e venda de Bitcoin e Ethereum para todos os clientes íon

Itaú passa a permitir compra e venda de Bitcoin e Ethereum para todos os clientes íon

Um dos pontos ressaltados pelo Itaú é que o banco oferece custódia própria de criptoativos, em tecnologia desenvolvida internamente
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA

O que faria os americanos comprarem mais Bitcoin? Regulamentações mais claras, afirma pesquisa

Pesquisa da Grayscale mostra que 44% dos eleitores dos EUA que não possuem criptos dizem que estão “esperando regulamentações adicionais”