Imagem da matéria: Runes vai ajudar o Bitcoin a competir com Ethereum e Solana, diz Franklin Templeton
(Imagem: Decrypt)

O lançamento do Runes ajudará o Bitcoin a “fechar a lacuna” entre o Ethereum e a Solana no espaço de ativos digitais fungíveis, disse a empresa de investimentos Franklin Templeton Digital Assets em um novo relatório divulgado na segunda-feira (15).

“Atualmente o mercado de tokens fungíveis para Bitcoin é um tanto pequeno em comparação com o do ETH e do SOL”, segundo a empresa de investimentos. “No entanto, com o lançamento de um padrão mais eficiente de token (Runes), o Bitcoin se posicionou bem para fechar essa lacuna entre a capitalização do mercado de tokens fungíveis versus a das blockchains“.

Publicidade

Com “1,4 trilhão [de ativos sob gestão], a Franklin Templeton está otimista em relação às Runes e, de alguma forma, eu sei que a maioria de vocês vai investir nisso”, disse o porta-voz da Runestone, Leonidas em resposta a uma publicação da empresa no X.

Embora o relatório da Franklin Templeton tenha reconhecido o papel que o padrão BRC-20 desempenhou na proliferação de tokens fungíveis no Bitcoin, a empresa disse que o processo de queima e cunhagem do padrão cria uma quantidade significativa de lixo UTXO, ou Unspent Transaction Output.

O UTXO dilata a rede e aumenta as taxas devido aos fragmentos de Bitcoin que permanecem após uma transação. Os fundos não gastos são eventualmente utilizados em novas transações.

Com o Bitcoin passando pelo halving em 2024, os tokens BRC-20 sofreram uma variação grande nas últimas semanas, com o primeiro Ordi (ORDI) caindo 40% nos últimos sete dias. A desaceleração dos tokens BRC-20 pode estar relacionada às Runes, de acordo com a empresa de inteligência de blockchain, LunarCrush.

Publicidade

“Podem ser pessoas mais otimistas em relação às Runes, o que significa um sentimento menos positivo em relação ao BRC-20 versus um sentimento negativo real”, disse o cofundador e CEO da LunarCrush, Joe Vezzani, ao Decrypt.

Por sua vez, a Franklin Templeton Digital Assets avaliou que o lançamento do protocolo Runes trará muitas melhorias, incluindo a ausência de UTXOs indesejados, a não necessidade de depender de dados fora da rede, a não necessidade de tokens adicionais e a maior privacidade e compatibilidade com a Bitcoin Lightning Network.

As Runes não são o único ativo digital emergente que chamou a atenção da Franklin Templeton. No início deste mês, a empresa saudou os Ordinals como impulsionadores de um “renascimento na atividade BTC”, destacando o NodeMonkes, o Runestone, o Bitcoin Puppets, o Ordinal Maxi Biz e o Bitmap com uma capitalização de mercado combinada de US$ 1,11 bilhão.

“No ano passado, a inovação e o desenvolvimento do Bitcoin tiveram um renascimento na atividade”, disse anteriormente a Franklin Templeton Digital Assets. “O impulso positivo nas inovações é impulsionado principalmente por NFTs de Bitcoin, conhecidos como Ordinals, novos tokens fungíveis, como BRC-20 e Runes, redes de segunda camada de Bitcoin e outras funções DeFi primitivas de Bitcoin.”

Publicidade

Em um relatório à parte, publicado na segunda-feira, a Franklin Templeton apontou que o número total de usuários de criptomoedas vai ultrapassar 1,2 bilhão de pessoas em 2025.

A Franklin Templeton Digital Assets ainda não respondeu ao contato do Decrypt para comentários adicionais.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

A big tech revelou o Copilot+ PC “projetado para IA” que recorda tudo o que é exibido na tela do seu computador
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).