Imagem da matéria: Rodrigo Batista, ex-sócio e antigo CEO do Mercado Bitcoin, deixa empresa
Empresário foi estudar em Harvard (Foto: Divulgação)

O antigo sócio e ex-CEO da Mercado Bitcoin, Rodrigo Batista, não está mais na empresa. Ele vendeu sua parte da startup aos demais sócios, os irmãos Gustavo e Maurício Chamati. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa. Não há, porém, informações sobre o valor da transação.

Batista não estava mais no cargo desde o final do ano passado quando saiu do dia a dia da gestão foi para o comitê gestor. Em seu lugar ficou o executivo Reinaldo Rabelo.

Publicidade

As mudanças foram feitas depois que a empresa sentiu os efeitos do longo bear market que assola o mercado de criptomoedas, com demissões e mudanças de cargos estratégicos.

A reportagem não conseguiu entrar em contato com Batista. Na sua página do Linkedin, porém, ele afirma que está iniciando um Venture Builder com três empresas no portfólio e participando do curso Owner President Management (OPM 56) na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Em sua última postagem, na quarta-feira (10), ele detalhou um pouco mais de seu atual momento:

“Quando eu estudava administração de empresas, tentei trocar de faculdade para ‘fazer publicidade’. Esse desejo tinha uma inspiração chamada Nizan Guanaes, que na época já era um publicitário gigante e estava se metendo com internet. Mais uma vez na minha vida, o Acaso passou no caminho. Vamos ser coleguinhas de classe, estudando administração(!) no curso mais ninja de Harvard. We are estudantes :)”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca
Imagem da matéria: Brasileiro perde R$ 100 mil ao acreditar que ganharia lucro de 87% em duas horas com criptomoedas 

Brasileiro perde R$ 100 mil ao acreditar que ganharia lucro de 87% em duas horas com criptomoedas 

O golpe envolve várias empresas de fachada e foi divulgado por uma falsa influenciadora digital de finanças
Logotipo do token CorgiAI

Mercado Bitcoin lista token CorgiAI

O ativo é ligado a projeto que usa utiliza inteligência artificial para criar uma comunidade de entusiastas no ecossistema cripto
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

Polícia do RJ investiga grupo acusado de roubar R$ 30 milhões com pirâmide financeira

Para ganhar a confiança dos investidores, a empresa fraudulenta fazia convites para assistir jogos de futebol em camarote do Maracanã