Imagem da matéria: Rede Arbitrum sai do ar e comunidade debate se culpa é dos Inscriptions
Foto: Shutterstock

A Arbitrum saiu parcialmente do ar nesta sexta-feira (15) devido a um repentino aumento no número de acessos da rede. O projeto confirmou a notícia por meio de seu perfil oficial no X e divulgou uma página para monitorar os próximos acontecimentos. 

“O Sequenciador Arbitrum One parou às 13h29 (horário de Brasília) durante um aumento significativo no tráfego de rede. Estamos trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível e forneceremos uma análise pós-mortem assim que possível”, disse o projeto. 

Publicidade

Suspeita da culpa recai sob “Inscriptions”

A Arbiscan, um explorador de blockchain para Arbitrum, inicialmente atribuiu a falha da rede a um “aumento nas atividades devido de inscriptions”, de acordo com vários usuários do Twitter. Desde então, ajustou a linguagem em seu site para corresponder à declaração oficial da Arbitrum, excluindo a referência a inscrições.

Inscriptions, popularizadas pelo enorme sucesso do Bitcoin Ordinals no início deste ano, são imagens detalhadas ou outras peças de mídia colocadas nos arquivos de criptomoedas. Embora extremamente custosas e um grande desafio para as blockchains processarem, as inscriptions faziam bastante sentido para a rede Bitcoin, que, devido à sua falta de capacidades de contratos inteligentes (smart contracts), nunca foi capaz de suportar NFTs.

Recentemente, alguns usuários começaram o projeto de criar inscriptions em redes que já suportam NFTs. Na semana passada, a prática correspondeu a s 57% do tráfego na Polygon, BNB Chain e Avalanche, de acordo com o analista de blockchain que fala sob o pseudônimo Hildobby.

Na última semana, as transações de inscriptions representaram 30% de todo o tráfego no Arbitrum One especificamente, segundo dados da Dune Analytics.

Publicidade

Vários usuários do Twitter expressaram sua frustração com a possibilidade de que o tráfego relacionado a inscriptions tenha derrubado Arbitrum, pois consideram a inovação tanto injustificadamente cara quanto sem uma função prática.

Os problemas na Arbitrum

Não é a primeira vez que a rede da Arbitrum sofre interrupções. Conforme lembra reportagem do portal CoinDesk, a rede parou também em junho, após um erro gerar um banco de operações não processadas. Na ocasião, o sistema voltou ao normal após algumas horas. 

Além disso, no primeiro dia de negociação de seu token próprio, a página da Arbitrum travou. Naquele momento, o projeto relatou sofrer um erro 429, indicando que estava sendo sobrecarregado pelo tráfego de usuários. O site também era o principal mecanismo pelo qual os usuários qualificados podiam reivindicar seus tokens ARB no airdrop.

Solução de escalabilidade no Ethereum

A Arbitrum é uma solução de escalabilidade em segunda camada que opera no blockchain do Ethereum. Lançada em agosto de 2021 pelo Offchain Labs, startup de Nova Jersey liderada pelo ex-diretor de tecnologia da Casa Branca Ed Felten, a Arbitrum alavanca uma tecnologia chamada Optimistic Rollup.

Publicidade

Rollups são criadas para lidar com os maiores desafios do Ethereum: velocidade e custo de transações. Em termos de capacidade de processamento, Arbitrum permite que 40 mil transações por segundo (TPS) sejam processadas.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Novo ETF lançado nos EUA permite apostar contra as ações da Coinbase

Novo ETF lançado nos EUA permite apostar contra as ações da Coinbase

O novo fundo sobe quando a Coinbase cai e também gera renda passiva para os investidores
Mão segurando celular com logo da Toncoin e no fundo ícones do Telegram

Rede TON do Telegram vai se conectar ao Ethereum via blockchain de segunda camada

Em meio ao boom dos jogos do Telegram, The Open Network está pronta para lançar uma camada 2 compatível com Ethereum em colaboração com a Polygon
Imagem da matéria: Justiça torna sócios da gestora cripto Titanium réus por crimes financeiros

Justiça torna sócios da gestora cripto Titanium réus por crimes financeiros

Juiz aceitou a denúncia do Ministério Público contra os sócios da Titanium e da Sbaraini, além de mais sete pessoas, por investigações da Operação Ouranós
Imagem da matéria: NFTs de Donald Trump disparam e preços atingem novo recorde

NFTs de Donald Trump disparam e preços atingem novo recorde

Os tokens colecionáveis não fungíveis de Trump subiram para um recorde de US$ 502