Imagem da matéria: Quatro stablecoins que ganharam força com a oscilação de USDC
Shutterstock

Os detentores de USD Coin (USDC) tiveram um longo fim de semana, mas os investidores de várias outras stablecoins viram um aumento repentino nas capitalizações de mercado de seus projetos favoritos.

Na noite da última sexta-feira (10), a Circle, a empresa emissora da USDC – a segunda maior stablecoin do mundo em valor de mercado – caiu de sua paridade em dólares para US$ 0,87, depois que a empresa divulgou que detinha cerca de US$ 3,3 bilhões em reservas travadas no agora falido Silicon Valley Bank (SVB).

Publicidade

A Circle tentou aliviar a situação anunciando que ia garantir o lastro da criptomoeda por qualquer meio necessário e que o valor que a empresa mantinha no SVB era inferior a 10% das reservas de $ 42,1 bilhões que sustentam o token.

Na segunda-feira (13), a intervenção dos reguladores dos EUA contribuiu para restaurar a confiança dos traders na Circle. Hoje, a stablecoin está sendo negociada ao valor usual de US$ 1.

Apesar da recuperação, vários concorrentes capitalizaram a oscilação do token da Circle. Confiram quais deles se deram bem.

Tether (USDT)

Historicamente falando, a Tether tem sido a emissora de stablecoina mais controversa nesta lista e, assim, o USDT ganhou menos no fim de semana.

Em 2021, Alex Mashinsky, o então CEO da agora falida credora de criptomoedas Celsius, disse ao jornal Financial Times que a Tether estava cunhando USDT usando garantias em Bitcoin e Ethereum para grandes clientes, em violação direta dos próprios termos da Tether.

Publicidade

Naquele ano, a Tether foi multada em US$ 41 milhões pela Commodity Futures Trading Commission (CFTC) – um órgão de vigilância independente do governo dos EUA que regula os derivativos – por mentir sobre suas reservas de caixa e não ter apoiado suficientemente USDT durante 2016 a 2019.

Desde então, a Tether tem trabalhado para melhorar sua transparência e, em agosto de 2022, contratou a empresa de contabilidade BDO Italia para produzir relatórios regulares atestando seus lastro para USDT.

Quando o Silvergate e o Silicon Valley Bank faliram na semana passada, o CEO da Tether, Paulo Ardoino, disse aos seguidores no Twitter que a empresa não tinha exposição a nenhum dos dois.

Quanto ganhou: USDT tinha um valor de mercado de US$ 71,9 bilhões na sexta-feira. Na noite de segunda-feira, esse número havia subido para quase US$ 75 bilhões, antes de recuar para US$ 73,1 bilhões na quarta-feira (15), um aumento geral de 1,6% no período examinado.

Publicidade

Como é lastreada: De acordo com o último relatório do auditor, datado de dezembro de 2022, 82% de suas reservas são mantidas em “Caixa, Equivalentes, Outros Depósitos de Curto Prazo e Papéis Comerciais”, que compreendem principalmente Letras do Tesouro dos EUA (58,5% de reservas totais). O dinheiro e os depósitos bancários representam apenas 8% do total, com o restante distribuído entre fundos do mercado monetário, acordos de recompra reversa, títulos de Tesouro de outros países e outros ativos.

Dai (DAI)

O fornecimento da DAI é mantido e regulado pela MakerDAO, que é um dos projetos mais antigos das finanças descentralizadas (DeFi).

O token DAI é respaldado por criptomoedas – principalmente a própria USDC, embora outras criptomoedas baseadas em Ethereum possam ser usadas para criá-lo, incluindo Ethereum e Wrapped Bitcoin (WBTC).

Devido à natureza descentralizada de grande parte de suas garantias, bem como ao fato de que o protocolo que supervisiona a stablecoin não é gerenciado por uma única empresa, muitas vezes ela é chamada de stablecoin descentralizada.

Atualmente, é a quarta maior stablecoin do mercado, com uma capitalização de mercado de US$ 6,2 bilhões.

Quanto ganhou: a DAI teve um valor de mercado de US$ 4,9 bilhões durante a maior parte da sexta-feira. Na manhã de segunda-feira, esse número aumentou 28,6%, para US$ 6,3 bilhões, e conseguiu se manter firme até hoje.

Publicidade

A DAI provavelmente era um destino popular para pessoas que desejavam abandonar o USDC. Enquanto as pessoas queimavam o USDC em massa, o suprimento do DAI diminuiu, mas o DAI também perdeu paridade no fim de semana, caindo para um mínimo de US$ 0,88 no sábado, em sincronia quase perfeita com o USDC.

Como é respaldada: para cada US$ 1 de DAI, os usuários precisam depositar cerca de US$ 1,51 em cripto. Como a emissão é gerenciada por um sistema dinâmico de contratos inteligentes, se houver uma queda rápida no preço do ETH, os usuários precisarão aumentar suas garantias ou correm o risco de serem liquidados.

TrueUSD (TUSD)

TrueUSD é uma stablecoin baseada em Ethereum que se autodenomina “a primeira stablecoin regulamentada totalmente apoiada pelo dólar americano”.

Introduzido em 2018, o TUSD é respaldado 1:1 por nada além de fiat, de acordo com a ferramenta de monitoramento de prova de reserva da Chainlink.

O TrustToken mantém suas reservas fiduciárias em contas bancárias pertencentes a empresas fiduciárias que assinaram um acordo para publicar auditorias mensais. Essa disseminação de contas de terceiros reduz o risco de contraparte, protege os detentores de token e garante que a própria plataforma TrustToken não tenha acesso direto aos fundos, aumentando a confiança do consumidor.

No mês passado, quando a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, começou a preparar um processo contra a Paxos, emissora da stablecoin BUSD da Binance, a popular exchange cunhou US$ 180 milhões em TUSD como alternativa. Isso representaria o aumento de 114,5% no valor de mercado da TUSD nos últimos trinta dias.

TrueUSD foi, no entanto, atingido pela exposição ao banco Silvergate, agora em colapso.

A cunhagem e os resgates da TUSD também foram interrompidos para “um pequeno número” de usuários do Signature Bank, mas continuaram “inalterados” no restante da rede bancária da TrueUSD, de acordo com comunicado do projeto.

Publicidade

Quanto ganhou: durante praticamente toda a sexta-feira, o valor de mercado da TUSD foi de cerca de US$ 1,3 bilhão. Nos últimos dois dias, ficou confortavelmente acima de US$ 2 bilhões, depois de aumentar seu valor de mercado em 53,8%.

Como é respaldado: o suprimento circulante da TUSD de US$ 2.024.213.471 é atualmente respaldado por reservas bancárias fiduciárias de US$ 2.032.505.442, de acordo com a prova de reservas em tempo real.

Liquity USD (LUSD)

Se você sabe como funciona a DAI, já sabe como funciona a Liquity. Ela opera sob muitas das mesmas mecânicas, como empréstimos com garantia excessiva usando criptomoedas nativas, mas com o adicional de empréstimos sem juros. A Liquity cobra uma pequena taxa única antecipadamente, em vez de taxas de juros variáveis sobre os empréstimos.

LUSD é o token nativo indexado ao dólar do protocolo de empréstimo DeFi Liquity. Os usuários recebem empréstimos pagos em LUSD bloqueando seu Ethereum como garantia.

Depois que a poeira baixou na segunda-feira após a crise bancária e a as perdas da Circle, o CEO da Liquity, Michael Svoboda, usou algum tempo para promover sua stablecoin tuitando para multidões de fãs do LUSD.

Quanto ganhou: na sexta-feira, a LUSD tinha um valor de mercado de cerca de US$ 230 milhões. Isso subiu 10,4% no fim de semana e hoje é negociado a $ 256,2 milhões.

Como é respaldada: os usuários do Liquity recebem empréstimos de LUSD bloqueando seu Ethereum como garantia. Para cada US$ 1,10 de Ethereum garantido em um contrato inteligente Liquity, US$ 1 em LUSD é cunhado “sob operação normal”, tornando a taxa de garantia mais favorável aos mutuários do que o DAI.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
Imagem da matéria: EUA acusam  2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

EUA acusam 2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

O Departamento de Justiça acusou Daren Li e Yicheng Zhang de orquestrar um esquema com criptomoedas de “abate de porcos”
Imagem da matéria: Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do "Rei do Bitcoin"

Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do “Rei do Bitcoin”

Nova operação da Polícia Federal visando fraudes no portos do Paraná revelou uma curiosa ligação entre o irmão do Roberto Requião e um dos maiores piramideiros do Brasil
Ilustração de bandeira do Brasil dentro moeda de Bitcoin

Novo estudo do LAPIN apresenta melhores práticas para regulação de criptomoedas no Brasil

White paper feito pelo LAPIN com apoio da Ripple traz diversos pontos e dados para ajudar na regulação do setor de criptomoedas brasileiro