Imagem da matéria: Quando o assunto é criptomoeda, “quero estar do lado da inovação”, diz senador dos EUA
Ron Wyden (Foto: Shutterstock)

Ron Wyden, senador democrata do estado de Oregon e presidente do Comitê de Finanças do Senado Americano, afirmou que quer estar “do lado da inovação” quando o assunto é criptomoeda.

“Obviamente existe um debate sobre regulações mais rigorosas, mas quero estar no lado da inovação. Quando penso em cripto, penso em remessas digitais ou alguém que tem uma criança a milhares de quilômetros e quer ajudá-la em uma emergência em vez de passar por escores de bancos, de empresas de cartão de crédito”, disse Wyden ao Financial Times.

Publicidade

“Continuo buscando inovações. É onde meu coração está”, acrescentou.

Os comentários de Wyden surgem em um momento de controvérsia regulatória para a indústria cripto nos Estados Unidos. Gary Gensler, presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), expressou repetidas vezes suas preocupações sobre a indústria cripto, junto com muitos outros.

Regulação vs. inovação

Nos últimos meses, a indústria cripto encontrou bastante resistência regulatória nos Estados Unidos.

Grande parte dessa resistência vem de Gensler, que antecipou ser um amigo da indústria após ensinar um curso de blockchain no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

No entanto, desde que se tornou presidente da SEC, Gensler repetidamente pediu por leis de proteção a consumidores mais rigorosas e já sugeriu que a indústria de finanças descentralizadas (DeFi) pode estar repleta de valores mobiliários não registrados.

Janet Yellen, secretária do Tesouro Americano, também expressou duras críticas a cripto, insistindo que agências federais “ajam rapidamente” para regulamentar stablecoins.

Publicidade

Yellen supostamente também influenciou um debate no Senado sobre impostos para criptomoedas como parte de uma iniciativa do Tesouro em reprimir cripto.

Porém, o debate cripto se torna cada vez mais uma questão bipartidária – a qual Ron Wyden está reformulando.

Republicanos, Democratas e cripto        

A indústria cripto está dividindo os campos políticos nos Estados Unidos. Republicanos, como os senadores Ted Cruz do Texas e Cynthia Lummis deWyoming, são otimistas em relação a cripto.

Cruz, especificamente, destacou o potencial do Texas em se tornar um destino-chave para a mineração de criptomoedas devido às abundantes fontes de energia do estado.

Lummis, que frequentemente levanta a bandeira do Bitcoin (BTC) no Congresso, comprou cerca de US$ 100 mil na criptomoeda em agosto de 2021.

Publicidade

Do lado dos democratas, a senadora Elizabeth Warren frequentemente reiterou as preocupações de Gensler com a proteção a consumidores. Ela também disse que reprimir criptomoedas danosas ao meio ambiente, como o bitcoin, é uma das coisas mais fáceis a se fazer para combater a crise climática.

Agora, Wyden surge como um dos primeiros democratas na capital americana de Washington a compartilhar uma visão mais otimista sobre a indústria. Só o tempo dirá se seus colegas de partido vão se unir a ele.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ethena (ENA): Conheça a criptomoeda que acaba de estrear no mercado com alta de 45%

Ethena (ENA): Conheça a criptomoeda que acaba de estrear no mercado com alta de 45%

O token de governança ENA da Ethena Labs, junto do USDe, possuem uma história controversa, mas isso não impediu o apoio de investidores e traders
Imagem da matéria: Com halving a horas de acontecer, Bitcoin Cash bate maior preço desde 2021

Com halving a horas de acontecer, Bitcoin Cash bate maior preço desde 2021

Criptoativo registrou um aumento de 5% nas últimas 24 horas e um aumento considerável de 43% nos últimos 30 dias
Imagem da matéria: Capiba: Recife lança moeda digital que gera recompensas para cidadãos

Capiba: Recife lança moeda digital que gera recompensas para cidadãos

Batizada em homenagem ao rio Capibaribe, a moeda social digital tem elementos de gamificação e seu funcionamento é todo pelo aplicativo Conecta Recife
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

Polícia Civil de SP pede prisão de donos da Braiscompany e mais dois funcionários

Antônio Neto Ais já está preso na Argentina, enquanto Fabrícia Campos está em liberdade condicional