Imagem da matéria: Estados Unidos criam força-tarefa para regular stablecoins: "Temos que agir rápido"
Secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen (Foto: Shutterstock)

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, reuniu-se com os chefes de vários órgãos federais do país na segunda-feira (19) para discutir como regular as moedas estáveis (stablecoins), um tipo de moeda digital cujo valor está atrelado a outra moeda.

Yellen, acompanhado pelo presidente do Federal Reserve, Jay Powell, e pelo presidente da Comissão de Valores Mobiliários (SEC), Gary Gensler, convocou uma reunião fechada do Grupo de Trabalho do Presidente em Mercados Financeiros (PGG).

Publicidade

Outros participantes incluíram os chefes da Commodity Futures Trading Commission (CFTC), Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC) e funcionários do Tesouro — entre eles o Controlador da Moeda em exercício, Michael Hsu.

De acordo com uma breve leitura da reunião, o secretário Yellen “ressaltou a necessidade de agir rapidamente para garantir que haja uma estrutura regulatória apropriada nos EUA” para stablecoins.

Os três principais stablecoins indexados ao dólar norte-americano — Tether, USDC e Binance USD — têm um valor de mercado total de mais de US$ 100 bilhões, de acordo com os dados da CoinGecko. E sua crescente proeminência deixou os reguladores dos EUA preocupados.

Powell testemunhou na semana passada perante o Congresso que as stablecoins deveriam ser regulamentados, apontando para o fato de que o Tether é lastreado principalmente por dívidas conhecidas como “papel comercial”. Na maioria das vezes, eles são muito líquidas, mas durante as crises financeiras, disse ele, “o mercado simplesmente desaparece. E é quando as pessoas vão querer seu dinheiro”.

Publicidade

Como tal, Powell pensa que as stablecoins — que atualmente carecem de uma estrutura regulatória clara — deveriam ser regulamentados de maneira semelhante aos depósitos bancários e fundos do mercado financeiro.

Gensler e seu homólogo da CFTC, o presidente em exercício Rostin Behnam, têm menos a dizer sobre stablecoins, talvez por razões óbvias.

Valores mobiliários referem-se a contratos de investimento que trazem consigo uma promessa implícita ou explícita de lucro futuro. As stablecoins, por outro lado, não foram projetadas para aumentar o valor. As commodities, competência da CFTC, são bens negociáveis, como ouro e petróleo. Stablecoins também não se enquadram nessa categoria.

No entanto, seu uso no mercado mais amplo de criptomoedas — como uma forma de comprar outros ativos digitais sem tocar em fiduciários ou para estacionar fundos durante a volatilidade do mercado de criptomoedas— tem ramificações para o setor financeiro maior.

Publicidade

Isso é exatamente o que o PWG abordou ontem de acordo com a leitura: “Os participantes discutiram o rápido crescimento de stablecoins, o uso potencial de stablecoins como meio de pagamento e os riscos potenciais para os usuários finais, o sistema financeiro e a segurança nacional.”

O grupo pretende emitir suas recomendações para stablecoins “nos próximos meses”.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Brad Garlinghouse, CEO da Ripple , posa para foto

Mercado de criptomoedas vai valer US$ 5 trilhões até final do ano, prevê CEO da Ripple

Brad Garlinghouse justifica seu otimismo pelo halving do Bitcoin e um possível impulso regulatório positivo do mercado cripto nos EUA
Imagem da matéria: Corretoras batem recorde de negociações enquanto suas reservas de Bitcoin despencam

Corretoras batem recorde de negociações enquanto suas reservas de Bitcoin despencam

A alta das criptomoedas em março resultou em um recorde de negociações e queda drástica das reservas de Bitcoin das corretoras
Pai Rico Pai Pobre Robert Kiyosaki posa para foto

Autor de “Pai Rico, Pai Pobre” explica por que não vai comprar ETF de Bitcoin

Robert Kiyosaki defende há anos Bitcoin, ouro e prata como as maiores reservas de valor
Imagem da matéria: Baleias estão mais famintas do que nunca por Bitcoin; Veja por quê

Baleias estão mais famintas do que nunca por Bitcoin; Veja por quê

“Atualmente a demanda de Bitcoin por esse grupo de investidores é a maior de todos os tempos”, diz estudo da CryptoQuant