Imagem da matéria: Promotores dos EUA receiam que ação judicial possa derreter a Binance, diz imprensa
Foto: Shutterstock

A Binance, maior corretora de criptomoedas do mundo, pode ter entrado na mira do Departamento de Justiça dos EUA (DoJ) e ser acusada de fraude, segundo informações do site de notícias Semafor. Segundo publicação desta quarta-feira (2), a promotoria americana avalia aplicar multas por “comportamento criminoso” como alternativa a um processo judicial.

A busca por uma alternativa viria, de acordo com o Semafor, por que promotores americanos temem que uma acusação contra a Binance possa desencadear uma corrida bancária na exchange, “fazendo com que os consumidores percam seu dinheiro e potencialmente gerando pânico nos mercados cripto”.

Publicidade

Vale lembrar que uma corrida bancária pode levar uma instituição financeira à falência. Foi exatamente o caso da agora falida exchange FTX, que derreteu após uma agonia de vários dias onde os clientes correram para tirar dinheiro da empresa.

Procurada para comentar o assunto, a Binance não respondeu até a publicação desta reportagem.

Reação do CEO da Binance

Em meio à propagação da notícia, o fundador e CEO da Binance, Changpeng Zhao publicou no Twitter o seu notório “4”, número que ele usa para sinalizar aos seguidores que o assunto do momento é FUD (sigla para medo, incerteza e dúvida).

O “4” trata-se de uma referência aos quatro pontos que ele mencionou para serem seguidos neste ano. Na ocasião, o item 4 dizia: “Ignorem FUD, notícias falsas, ataques, etc.” FUD é o jargão em inglês no mercado cripto para “Medo, Incerteza e Dúvida”.

Binance nos EUA

O debate destaca a natureza complicada e em rápida evolução da aplicação e regulamentação de criptomoedas nos EUA, onde as empresas operam em uma área legal cinzenta e os consumidores não desfrutam de nenhuma das proteções do sistema bancário tradicional, comenta o Semafor.

Publicidade

E não é nenhum segredo que autoridades americanas têm estado de olho na Binance. No início deste ano, por exemplo, a Commodity Futures Trading Commission (CFTC) processou tanto a empresa quanto Zhao por  “evasão intencional” das leis dos EUA, lembrou o site Coindesk ao comentar a publicação do Semafor.

No mês passado, a SEC —  Comissão de Valores Imobiliários dos EUA, processou a Binance alegando 13 infrações diferentes, incluindo violações da lei de valores mobiliários.

Em resumo, casos como o do colapso da FTX que arrastam para baixo todo o resto de uma indústria, mostram o risco de ir sistematicamente atrás de somente uma instituição importante, como é a Binance.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Redes de segunda camada Ethereum estão arrecadando milhões – com a Base na liderança

Redes de segunda camada Ethereum estão arrecadando milhões – com a Base na liderança

A Base, da Coinbase, acumulou mais de US$ 6 milhões em lucros on-chain em maio no ecossistema de segunda camada Ethereum, com a Blast bem atrás em segundo
Jerome Powell, presidente do Fed, mostrado em tela de computador

Bitcoin cai para a casa dos US$ 67 mil após Fed manter taxa de juros

Jerome Powell afirmou que a busca do banco central dos EUA pela meta de 2% de inflação ainda não acabou
Imagem da matéria: Token Friend.tech cai 22% depois de críticas à saída da Base para uma nova blockchain

Token Friend.tech cai 22% depois de críticas à saída da Base para uma nova blockchain

As notícias sobre os planos da Friend.tech de lançar uma blockchain para projetos sociais descentralizados não foram bem recebidas
Vitalik-Buterin-Ethereum

Vitalik explica o motivo dos “Grandes Blocos” terem perdido guerra de escalabilidade do Bitcoin

Criador do Ethereum revisitou a “guerra do tamanho dos blocos do Bitcoin”, repensando sua aliança com o campo “grande bloco”