Imagem da matéria: Programa NFT da Starbucks terá aulas sobre café e direito a nomear árvore
Shutterstock

Depois de vender seu primeiro drop de Tokens Não Fungíveis (NFTs) em questão de minutos no mês passado, a gigante da cadeia de café Starbucks deve lançar outra coleção esta semana — e sugere que um lançamento público para a versão Web3 de seu programa de recompensas Odyssey também pode estar se aproximando.

Na quarta-feira, 19 de abril, a Starbucks lançará seu First Store Collection, um conjunto que abrange 5 mil “estampas” NFT colecionáveis cunhadas na rede escalável do Ethereum Polygon. Os NFTs custam US$ 100 (cerca de R$ 500) cada, semelhante ao drop anterior, que oferecia apenas 2 mil NFTs.

Publicidade

Cada um dos novos NFTs é descrito como uma “colagem multimídia de fotos, texturas na loja e ícones proeminentes” inspirados na primeira loja da rede no Pike Place Market, em Seattle.

A compra de um NFT também dá aos usuários 1.500 pontos para recompensas no aplicativo Starbucks Odyssey. Os usuários que já possuem dois selos Starbucks NFT terão acesso antecipado ao lançamento na quarta-feira.

Programa de recompensas a caminho

O Starbucks Odyssey estreou em um teste Beta fechado em dezembro, com os usuários gradualmente adicionados por meio de uma lista de espera para experimentar a expansão Web3 da iniciativa de recompensas já existente da marca. Um representante da empresa disse na época que o programa tinha visto “interesse sem precedentes” dos clientes.

A Starbucks enviou na segunda (17) um e-mail aos testadores beta do Odyssey com o assunto “estamos nos aproximando”, sugerindo que um lançamento público pode ser iminente.

Publicidade

O Starbucks Odyssey deve trazer uma série de benefícios para usuários beta no dia 24 de abril, fornecendo vantagens com base em quantos pontos cada usuário ganhou.

A Starbucks já deu a primeira amostra das recompensas . As recompensas de nível básico incluem uma aula virtual de preparação de café ou uma doação para a Feeding America, que fornece refeições para pessoas necessitadas.

As opções de nível superior incluem a capacidade de nomear uma árvore na fazenda de café da empresa na Costa Rica, um copo MiiR 360 personalizado com obras de arte NFT próprias ou uma bebida seleta gratuita na loja todos os dias durante 30 dias.

Os usuários ganham pontos completando objetivos no aplicativo, como interagir com o conteúdo da Starbucks e comprar bebidas em suas lojas.

Publicidade

Demanda em alta

A Starbucks começou a lançar selos NFT gratuitos para os primeiros usuários em dezembro, e a demanda pelo primeiro NFT da empresa começou a aumentar.

O selo inicial Holiday Cheer Edition 1 foi revendido por até US$ 2.085,00 através do mercado secundário, Oficial Nifty Gateway, embora o preço baixo atual seja de apenas US$ 1.050,00.

O lançamento do primeiro selo premium da Starbucks em março, a coleção Siren, teve uma venda rápida, já que todos os 2 mil NFTs foram arrebatados em 18 minutos, disse a empresa.

Originalmente vendidos por US$ 100 cada, os NFTs Siren agora começam em US$ 500 cada no mercado secundário. No geral, os NFTs da Starbucks geraram mais de US$ 1 milhão em volume de negociação até o momento.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: EUA acusam  2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

EUA acusam 2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

O Departamento de Justiça acusou Daren Li e Yicheng Zhang de orquestrar um esquema com criptomoedas de “abate de porcos”
Imagem da matéria: Dogecoin está se aproximando de uma "cruz dourada": o que isso significa?

Dogecoin está se aproximando de uma “cruz dourada”: o que isso significa?

Média móvel simples de 50 semanas (SMA) do preço spot da Dogecoin está atualmente em alta e pode passar barreira das 200 semanas
Imagem da matéria: Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Embora a Coinbase tenha informado nesta manhã que o problema estava resolvido, sua página de status ainda indica que o app móvel e site estão com “desempenho prejudicado”
Imagem da matéria: Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Uma semana antes da demissão, o funcionário produziu um relatório afirmando que a DWF Labs lucrou milhões através da manipulação de mercado de seis tokens