Imagem da matéria: Presidente do BC da Espanha pede por fiscalização mais rigorosa de criptomoedas
Foto: Shutterstock

O presidente do Banco da Espanha, Pablo Hernández de Cos, pediu por uma fiscalização mais intensa na indústria de criptomoedas.

Para isso, o executivo apontou para uma série de riscos que considera estarem presentes na indústria cripto atual. O primeiro e, aparentemente, o maior é a “compreensão limitada que existe sobre características [de criptomoedas] por parte dos investidores”.

Publicidade

Ele acrescentou que alguns investidores cripto até “tomam como garantido” que sua atividade de investimentos em cripto tem as mesmas proteções a clientes que sua atividade de investimentos tradicionais possui.

Outros riscos relacionados a cripto

Dentre outros riscos citados em seu discurso, de Cos chamou a atenção ao risco que a indústria de criptomoedas apresenta aos mercados financeiros em geral.

“É verdade que a existência dessas grandes oscilações no preço desses ativos pode alterar o sentimento, gerando uma reação exagerada que acaba transcendendo para outros ambientes de negociação”, explicou.

Esse risco, segundo de Cos, é bastante relevante à indústria de stablecoins.

“Nesse caso, a acumulação de solicitações de resgate resultantes de um pânico generalizado [em torno de stablecoins] pode estressar os mercados monetários e, por consequência, também impactar as entidades dos custodiantes dos ativos”, afirmou.

Publicidade

O presidente acrescentou que um aumento significativo nas transações pode resultar em atrasos ou interrupções, causando “tensões” no processamento de pagamentos.

Além disso, de Cos destacou o risco apresentado pela indústria cripto ao setor bancário.

“Um aumento na exposição direta e indireta de bancos ao setor cripto aumentaria seus riscos, tanto no quesito financeiro como reputacional”, afirmou, admitindo que, embora essa exposição seja limitada atualmente, pode aumentar no futuro.

O presidente também expressou preocupações sobre países emergentes que substituem criptomoedas por sua moeda nacional, afirmando que o processo irá “comprometer a autonomia monetária” junto com a “capacidade de exercer controle efetivo sobre movimentações internacionais de capital”.

O mais próximo que o mundo esteve dessa situação é em El Salvador, que não substituiu o dólar pelo bitcoin (BTC), e sim adotou a criptomoeda como moeda corrente junto com o dólar americano.

Publicidade

Repetidas vezes, o Fundo Monetário Inicial (ou FMI, na sigla em inglês) pressionou o país a abandonar seu experimento com bitcoin enquanto as agências de crédito Moody’s e Fitch expressaram preocupações com sua política.

Riscos sociais

Além dos riscos citados acima, chamado de riscos “financeiros” pelo presidente, de Cos também mencionou dois riscos “sociais” inerentes às criptomoedas.

Primeiro, o presidente citou como “alguns mecanismos de consenso” sabotam os comprometimentos com o clima da sociedade; é sabido o uso de energia por sistemas blockchain proof of work (ou PoW) usados por criptomoedas, como Bitcoin e Ethereum.

“Deve-se fazer menção dos riscos derivados do possível uso de criptoativos em atividades ilícitas, incluindo na lavagem de dinheiro”, acrescentou.

Cripto é apenas destruição e trevas?

Apesar de seus alertas de cautela, o presidente do Banco da Espanha acredita que criptomoedas podem ter um papel valioso no sistema financeiro do país.

Publicidade

“Sentimos que [criptomoedas] podem acabar sendo importantes no amplo sistema financeiro”, disse de Cos, acrescentando que podem resultar em benefícios, incluindo melhorias na eficácia dos sistemas de pagamentos ou como catálises para o desenvolvimento de novas tecnologias.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube
Imagem da matéria: Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

O súbito ressurgimento das ações “memes” nesta semana rendeu uma pequena fortuna aos traders que nunca desistiram das loucuras de 2021
Imagem da matéria: Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

“O que vier a seguir está nas mãos de Deus”, disse o dev após assumir o roubo
criptomoedas caindo no fogo

Volume de negociação em corretoras de criptomoedas cai pela 1ª vez em 7 meses

Análise aponta que guerra no Oriente Médio e freio no fluxo dos ETF cripto dos Estados Unidos foram os motores para a queda