Imagem da matéria: Por que empresas estão antecipando recebíveis via tokenização
Shutterstock

Hoje vou falar sobre a alta demanda que estamos vendo em relação ao interesse de empresas em tokenizar antecipação de recebíveis. Mas antes de eu falar sobre as vantagens da tokenização e do potencial desse mercado, é necessário entender porque as companhias antecipam recebíveis e por qual motivo fazem empréstimos.

É natural que para uma empresa conseguir se sustentar ela precise de crédito para financiar suas operações e investimentos, afinal toda companhia precisa ter capital de giro para produzir e gerar receita, no entanto nem sempre as empresas têm caixa suficiente para comprar materiais, produzir e cumprir suas obrigações financeiras, e é aí que entra o papel do crédito desempenhando uma função fundamental para sustentar um negócio.

Publicidade

O que é a antecipação de recebíveis e qual é a diferença para os empréstimos?

Quando falamos em antecipação de recebíveis, a empresa está basicamente vendendo os seus futuros recebíveis a uma instituição financeira em troca de uma quantia adiantada.

Já no caso do empréstimo, o empresário está tomando dinheiro emprestado e concordando em pagar esse valor de volta e com juros ao longo do tempo.

No entanto, ao contrário dos empréstimos, onde é preciso pagar juros pelo valor emprestado, na antecipação de recebíveis uma taxa de desconto é aplicada sobre o valor total dos recebíveis vendidos. Além disso, essa taxa geralmente é menor do que as taxas de juros de empréstimos tradicionais.

Sendo assim, ao antecipar um recebível ou ao pegar um empréstimo o dinheiro pode ser utilizado para cobrir despesas ou investir no crescimento do negócio, no entanto a decisão de qual forma faz mais sentido de captar dinheiro vai da necessidade de cada empresa.

Publicidade

Então, é extremamente importante considerar a capacidade de pagamento do seu negócio para conseguir escolher qual opção se encaixa melhor às suas necessidades, levando sempre em consideração seu fluxo atual e as receitas futuras.

Enquanto a antecipação de recebíveis possibilita um acesso rápido ao dinheiro sem aumentar a sua dívida total, ela também pode reduzir o seu fluxo de caixa futuro, resultando em uma quantidade de dinheiro menor para a sua empresa no longo prazo.

Já os empréstimos aumentam a sua dívida total, podem resultar em juros altos a serem pagos, mas ao mesmo tempo podem oferecer uma fonte estável de financiamento ao longo prazo.

Tokenização como opção para antecipação de recebíveis

A tokenização de recebíveis vem atraindo cada vez mais a atenção de empresas, já que essa opção transforma a maneira como é possível acessar financiamento ao seu negócio.
A tokenização consiste em pegar um ativo real e fracionar ele possibilitando que investidores comprem tokens, ou seja, frações desse recebível.

Publicidade

Logo, se uma fábrica de ração, vai receber daqui dois meses R$100 mil referente a uma venda feita a uma fazenda criação de gado, ela pode antecipar esse recebível para ter liquidez e conseguir produzir mais produto para manter o seu fluxo de produção.

Antecipando esse recebível através da tokenização, ela torna a operação mais barata, visto que a tokenização utiliza a tecnologia blockchain e o uso de smart contracts, reduzindo a necessidade de intermediários, e consequentemente reduzindo custos, além de trazer mais transparência e segurança para todo o processo.

Logo, ambas as partes saem ganhando. O emissor do token, no caso a fábrica, estará tendo liquidez com a venda dos tokens, e o investidor terá uma rentabilidade interessante ao adquirir essas frações desse recebível.

Esse é só um exemplo da vantagem que a tokenização vem trazendo para o mercado de capitais.

Um relatório divulgado pelo Citibank, JP Morgan, Binance e Boston Consulting Group, revela que essas empresas esperam que o mercado de tokenização de ativos do mundo real se torne um mercado de trilhões de dólares até 2030.

A projeção dessas empresas não é diferente da minha, visto que quando fundei a Liqi, enxerguei a dor de um mercado e vi que a tokenização poderia revolucionar não só o mercado de capitais mas a nossa economia no geral.

Publicidade

Sobre o autor

Daniel Coquieri é CEO da empresa de tokenização de ativos Liqi Digital Assets. Empreendedor do ramo da tecnologia, foi fundador da BitcoinTrade, uma das maiores corretoras de criptomoedas do Brasil.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Moedas de ethereum à frente de ilustração de cadeado

A SEC vai finalmente aprovar os ETFs de Ethereum? Entenda

Vence no fim desta semana o prazo para a SEC aprovar ou não alguns pedidos de ETFs de Ethereum e a expectativa agora é mais positiva do que nunca
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

CVM julga hoje pirâmide Atlas Quantum; veja detalhes da acusação

Procuradoria da CVM acusa Atlas Quantum de operação fraudulenta no mercado de valores mobiliários e embaraço à fiscalização da CVM
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken