Imagem da matéria: Diretor da BlackRock diz que clientes têm "um pouco" de interesse em Ethereum
BlackRock, maior gestora de ativos do mundo

Os clientes da maior gestora de recursos do mundo, BlackRock, têm apenas “um pouco” de interesse no Ethereum (ETH), em comparação com o Bitcoin (BTC), disse o chefe de ativos digitais, Robert Mitchnick.

“Posso dizer que para nossa base de clientes, o Bitcoin é esmagadoramente o foco número um e um pouco o Ethereum”, disse ele durante um bate-papo na conferência Bitcoin Investor Day na sexta-feira (22) em Nova York, segundo o CoinDesk.

Publicidade

Para todos os outros criptoativos, disse ele, a demanda é “muito, muito pequena”.

Questionado sobre se a BlackRock lançará um fundo negociado em bolsa (ETF) relacionado à memecoin dogwifhat (WIF) em breve, Mitchnick disse que não sabia nem o que ela era.

Segundo ele, há um equívoco da indústria que o gestor de ativos terá uma estratégia de “cauda longa” de outros serviços. “Não é nisso que estamos focados”, disse ele.

A BlackRock está no seleto grupo de gestoras que tiveram aprovados seus ETFs de Bitcoin à vista em janeiro e, de longe, ela tem sido que a mais conseguiu captar recursos, batendo diversos recordes de fluxo. Em menos de dois meses, o iShares Bitcoin Trust (IBIT) se tornou um dos cinco principais ETFs do mercado, captando US$ 15 bilhões em ativos.

Parte da razão pela qual a gestora – que nos anos anteriores se opôs ao Bitcoin – decidiu lançar um ETF da criptomoeda foi porque os clientes foram consistentes e persistentes ao expressarem seu interesse no ativo tanto em mercados de alta quanto de baixa, disse Mitchnick.

Publicidade

Ele disse que eles também ficaram “frustrados” com a dificuldade de obter exposição à criptomoeda.

Mais recentemente, a BlackRock revelou seu fundo de ativos tokenizados, BUIDL, na rede Ethereum, com a empresa de tokenização de ativos Securitize atuando como agente de transferência e plataforma de tokenização.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil ficam atrás apenas dos EUA ao captar mais R$ 14 milhões na semana

Fundos cripto do Brasil ficam atrás apenas dos EUA ao captar mais R$ 14 milhões na semana

Fundos de investimento com foco em cripto do Brasil captaram US$ 2,9 milhões entre 22 e 29 de março
Imagem da matéria: Brasileira perde R$ 28 mil em golpe de falso consultor de criptomoedas

Brasileira perde R$ 28 mil em golpe de falso consultor de criptomoedas

Além do prejuízo com as criptomoedas, mulher relata que teve o celular e as contas bancárias invadidas pelo golpista
Imagem da matéria: O que reguladores e exchanges estão fazendo para melhorar a confiança no mercado cripto

O que reguladores e exchanges estão fazendo para melhorar a confiança no mercado cripto

Entre propostas como segregação patrimonial e prova de reservas, exchanges prometem segurança de diferentes formas enquanto o mercado aguarda a regulação
Imagem da matéria: Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por "cruz da morte"; entenda os efeitos

Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por “cruz da morte”; entenda os efeitos

A “cruz da morte” poderá frear os avanços do Ethereum e demais altcoins