Imagem da matéria: Por que as empresas devem ficar atentas ao halving do Bitcoin em 2024 | Opinião
(Foto: Shutterstock)

Um evento que promete agitar o cenário das criptomoedas nos próximos anos: o tão aguardado Halving do Bitcoin em 2024.

Embora muitos possam considerar esse universo como uma montanha-russa volátil e incerta, é inegável que o halving é um fenômeno que merece ser analisado de perto por empresas e investidores que desejam se manter à frente da curva.

Publicidade

Neste artigo, vou explicar o que é o halving do Bitcoin, por que ele ocorre e deixar algumas reflexões sobre como as empresas podem se beneficiar ao prestar atenção a esse evento crucial.

Entendendo o Halving: uma breve explicação

Halving é um evento previsível e único que ocorre aproximadamente a cada quatro anos, reduzindo pela metade a recompensa fornecida aos mineradores por cada bloco de transações validado na blockchain do Bitcoin.

Para ficar mais claro, os mineradores utilizam computadores super potentes, responsáveis por verificar as transações de Bitcoins, no entanto, para a realização desse serviço, essas máquinas, além de terem um custo alto para seus donos, gastam também muita energia. Então o criador do Bitcoin determinou no white paper que os mineradores fossem recompensados com bitcoins ao realizarem essa verificação.

Inicialmente os mineradores recebiam 50 Bitcoins a cada bloco minerado, porém para garantir a escassez do ativo, a cada 210 mil blocos minerados (cerca de quatro anos) a recompensa dos mineradores é cortada pela metade, sendo assim, em 2024 eles devem passar a receber 3,125 Bitcoins a cada bloco minerado.

Publicidade

Esse evento foi incorporado ao código do Bitcoin desde o seu início, como um mecanismo fundamental para controlar a oferta da moeda e, consequentemente, seu valor. O que nos leva à próxima pergunta…

Por que o Halving acontece?

A pergunta que muitos podem se fazer é por que o halving é uma característica intrínseca do Bitcoin. A resposta reside na ideia de escassez controlada, um princípio que encontra suas raízes na economia básica.

A oferta limitada de bitcoins, combinada com a crescente demanda à medida que mais indivíduos e instituições reconhecem seu potencial, cria um ambiente propício para a valorização do ativo.

O halving desempenha um papel crucial nesse cenário, atuando como um mecanismo de equilíbrio que evita a inflação desenfreada e garante que a oferta de bitcoins seja gradual e previsível.

Publicidade

Com cada novo halving, a oferta recém-criada da moeda diminui, aumentando assim a pressão de demanda sobre os bitcoins já existentes.

Decifrando o calendário do Halving

Desde a criação do Bitcoin, em 2009, houve três halvings, em 2012, 2016 e 2020.

Com base nesse padrão e pelo avanço da mineração da criptomoeda, podemos projetar com confiança que o próximo halving ocorrerá em 2024.

No entanto, é importante notar que o impacto total desse evento não é imediatamente sentido. O aumento da demanda e a percepção do halving muitas vezes levam a valorizações significativas ao longo do tempo, à medida que a redução da recompensa dos mineradores se torna evidente.

Se analisarmos o Bitcoin desde o seu primeiro halving, é possível observar que um ano após cada evento, o preço da criptomoeda sofreu uma grande valorização.

Por que sua empresa deveria ficar atenta ao Halving do Bitcoin em 2024?

Agora, a pergunta que muitos empresários e investidores podem estar se fazendo é: como isso afeta meu negócio ou minha carteira de investimentos? A resposta está na crescente adoção e compreensão do Bitcoin como uma classe de ativos valiosa.

Publicidade

À medida que mais indivíduos se tornam conscientes das vantagens do Bitcoin como reserva de valor e meio de transferência global, a demanda tende a aumentar substancialmente.

É aqui que as empresas atentas podem encontrar oportunidades.

Oferecer exposição ao Bitcoin e outras criptomoedas em suas plataformas pode se tornar uma estratégia inteligente, uma vez que os investidores procuram diversificar suas carteiras e participar do potencial de valorização associado às moedas digitais.

Ao se antecipar ao próximo halving, as empresas podem capitalizar a crescente conscientização e interesse pelo Bitcoin.

Como preparar sua empresa para o hype do Halving?

Como já mencionei, o halving do Bitcoin não é apenas um evento isolado, mas um marco em um ciclo contínuo de demanda crescente e escassez controlada.

Neste contexto, contar com parceiros confiáveis e experientes é crucial para aproveitar ao máximo as oportunidades que se apresentam.

Aqui é onde realizar parcerias estratégicas com fintechs e outras empresas do setor pode desempenhar um papel fundamental. Empresas pioneiras, como a Liqi, facilitam o acesso a cryptoassets, oferecendo soluções de tokenização e ajudando as empresas a integrarem criptomoedas em suas próprias plataformas.

Parcerias estratégicas podem fornecer às empresas as ferramentas e o know-how necessários para entrar no mundo das criptomoedas de forma eficaz e eficiente com o mínimo de custo possível.

Além de simplesmente oferecer exposição ao Bitcoin, a tokenização é outra tendência intrigante que as empresas podem considerar ao se prepararem para o próximo halving.

Publicidade

Através da tokenização, ativos e operações tradicionais, como antecipação de recebíveis e imóveis, podem ser representados digitalmente na blockchain, permitindo a negociação fracionada e a liquidez aprimorada.

Isso amplia ainda mais as opções disponíveis para empresas que desejam diversificar suas ofertas e atrair um público maior.

Conclusão: esteja à frente da curva

À medida que nos aproximamos do próximo halving em 2024, é evidente que as empresas e investidores têm uma oportunidade única de se posicionar para o potencial crescimento e valorização que acompanha esse evento.

O entendimento do conceito de halving, sua programação e a razão por trás dele é fundamental para tomar decisões assertivas.

Também é necessário enfatizar a importância de se preparar com antecedência e de considerar parcerias estratégicas com empresas como a Liqi, que podem facilitar a entrada no mundo dos cryptoassets.

À medida que mais pessoas reconhecem o valor do Bitcoin e outras criptomoedas, as empresas que oferecem acesso a esses ativos podem se destacar e aproveitar as oportunidades que surgem com o Halving.

Lembre-se, o universo das moedas digitais está em constante evolução, e estar à frente da curva é essencial para garantir o sucesso e a relevância contínua.

O halving do Bitcoin em 2024 é apenas mais um capítulo emocionante nessa jornada, e estou ansioso para ver como as empresas e investidores irão capitalizar essa oportunidade única.

Sobre o autor

Daniel Coquieri é CEO da empresa de tokenização de ativos Liqi Digital Assets. Empreendedor do ramo da tecnologia, foi fundador da BitcoinTrade, uma das maiores corretoras de criptomoedas do Brasil.

VOCÊ PODE GOSTAR
Mão segurando celular com o logo da carteira de criptomoedas MetaMask

MetaMask lança sistema para acabar com prática que drena dinheiro dos usuários do Ethereum

Smart Transactions busca fazer com que clientes sejam protegidos da prática de máximo valor extraível na blockchain Ethereum
Ilustração de bandeira do Brasil dentro moeda de Bitcoin

Novo estudo do LAPIN apresenta melhores práticas para regulação de criptomoedas no Brasil

White paper feito pelo LAPIN com apoio da Ripple traz diversos pontos e dados para ajudar na regulação do setor de criptomoedas brasileiro
Imagem da matéria: Bitcoin atinge um bilhão de transações processadas desde o lançamento

Bitcoin atinge um bilhão de transações processadas desde o lançamento

Bitcoin demorou mais de 15 anos para atingir a marca de um bilhão de transações
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bitcoin é uma “forma de arte” e uma moeda de desconfiança, diz filósofo Yuval Noah Harari

O filósofo, no entanto, mostrou desconfiar se realmente o Bitcoin será o futuro do dinheiro como algumas pessoas defendem