Imagem da matéria: "Pix tira demanda por criptomoedas", diz presidente do BC em live com Nathalia Arcuri
Nathalia Acuri e Roberto Campos, do BC durante live (Foto: Reprodução/Youtube)

A youtuber Nathalia Arcuri, do canal de finanças Me Poupe!, entrevistou na quarta-feira (4) o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Dentre os assuntos tratados, o Pix foi destaque da conversa, revelando, conforme acredita Campos, que a nova, gratuita e moderna forma de pagamento do Banco Central compete e retira a demanda por moedas digitais como o bitcoin.

Segundo Campos, o Pix foi pensado e criado a partir de uma crescente demanda mundial por pagamentos baratos, ágeis e simples, como as criptomoedas também propõem. Ao ser questionado por Arcuri sobre o novo sistema do BC, Campos explicou:

Publicidade

“Nós olhamos o que estava acontecendo no mundo e vimos essa demanda por criptomoedas, moedas digitais, stablecoins, a gente entendeu o que as pessoas queriam. Por que as pessoas estavam fazendo negócios com bitcoin? É que elas demandam uma forma de pagamento que fosse rápida, barata , transparente, segura e aberta.”

O presidente do Banco Central então complementou o raciocínio: “Ai pensamos, e se no mundo inteiro tivesse uma maneira que fosse barata, instantânea, transparente e aberta? As pessoas teriam demanda por algum outro tipo de moeda eletrônica? A resposta é provavelmente não. Você consegue substituir um produto pelo outro. A ideia do Pix foi justamente para suprir essa necessidade.”

A conversa sobre o tópico, na realidade, começou a partir de um questionamento afiado por parte de Arcuri, “As pessoas vêem o Pix e pensam ser bom demais para ser verdade, qual a pegadinha?”.

Campos garantiu à youtuber que “não há pegadinha”, completando que o Pix realmente será gratuito para pessoas físicas, mas que uma espécie de CPMF pode estar a caminho nas transações envolvendo pessoas jurídicas.

Publicidade

O Pix é uma nova forma de transferência, pagamentos e movimentação de dinheiro completamente digital, sem custos e instantâneo até mesmo entre diferentes bancos, que segue em funcionamento 24 horas por dia e pelos 7 dias da semana. Planejado para ser oficialmente lançado somente em 2024, Campos comenta na entrevista que a pandemia forçou o Banco Central a acelerar as operações.

Frente a tamanha demanda tecnológica como maneira de amenizar a crise que a quarentena e a COVID-19 causou no Brasil, o Pix poderia auxiliar neste processo no qual a vasta maioria da população se encontra trabalhando remotamente e resolvendo todos assuntos financeiros de maneira digital.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024