Tela de smartphone mostra logo PicPay em verde
Foto: Shutterstock

O PicPay passou a permitir a compra de criptomoedas em seu aplicativo nesta quarta-feira (10), como anunciado pela fintech há um mês. Segundo informações da página de suporte do aplicativo de pagamentos, o serviço será disponibilizado gradualmente devido ao grande número de clientes.

As negociações das criptomoedas podem ser feitas a partir de R$ 1, com pagamento pelo ativo feito com o saldo da conta digital. Os ativos liberados para compra no momento são Bitcoin (BTC); Ethereum (ETH); e Pax Dollar (USDP), uma stablecoin lastreada ao dólar criada pela Paxos. Uma stablecoins (moedas estáveis, em português) tendem a permanecer com um preço fixo de US$ 1.

Publicidade

“Bitcoin e Ethereum são as duas maiores moedas digitais do mundo! Além disso, a opção do PicPay por oferecê-las entre as primeiras criptomoedas disponíveis na corretora se deu porque elas têm casos de usos reais”, diz a empresa.

Como comprar criptomoedas no PicPay

Conforme instruções no site do PicPay, para comprar BTC, ETH e Pax Dollar, o usuário deve acessar o app PicPay, tocar em ‘Carteira’ e escolher a função ‘Cripto no PicPay’. Em seguida, deve selecionar a criptomoeda que deseja comprar e inserir o valor desejado. Toque em ‘Continuar’ para fazer o pagamento e efetuar a compra.

A infraestrutura dos serviços de criptomoedas dentro do Pic Pay fica por conta da Paxos. A provedora e gestora das criptos negociadas no aplicativo, oferece serviços parecidos para empresas como Nubank e Mercado Pago.

“Este é um primeiro passo para o PicPay expor os consumidores aos ativos digitais e ajudá-los a entender como eles podem se beneficiar do potencial dessa crescente classe de ativos”, disse a Paxos em artigo publicado nesta quarta.

Publicidade

Para o head de criptomoedas do PicPay, Bruno Gregory, a iniciativa da empresa está focada em liderar o setor cripto e também em prover informação sobre o mercado.

 “O PicPay é um dos players mais disruptivos em pagamentos no Brasil e nosso objetivo é liderar o crescimento do mercado de criptomoedas, eliminando a complexidade que ainda está associada aos etor e expandindo informações sobre a tecnologia para que todos possam aproveitar essa classe de ativos”, disse Gregory na nota.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum
Imagem da matéria: Plume, blockchain de tokenização de RWA, capta US$ 10 milhões em rodada de investimento

Plume, blockchain de tokenização de RWA, capta US$ 10 milhões em rodada de investimento

Plume hospeda mais de 80 projetos RWA, abrangendo itens colecionáveis, ativos alternativos, sintéticos, bens de luxo, imóveis, DeFi e muito mais
Imagem da matéria: Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador solo completou o bloco 843.231 do Bitcoin usando software da CKpool
Imagem da matéria: Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Memecoins como a EPIK estão se tornando cada vez mais populares no universo das criptomoedas. Isso é bom ou ruim?