Imagem da matéria: Pesquisa mostra como Bitcoin e Ethereum são vistos de forma diferentes por investidores institucionais
Comportamento das baleias são diferentes, mas staking pode ser o ponto para entender (Foto: Shutterstock)

Os investidores institucionais estão cada vez mais otimistas em relação ao Bitcoin (BTC), praticamente duplicando suas posições na criptomoeda durante os nove primeiros meses de 2023, mostra uma pesquisa realizada pela Bybit Research. Ao mesmo tempo, a visão desses traders é mista em relação ao Ether (ETH) e negativa sobre as altcoins.

Segundo os dados, em setembro, quase metade dos ativos dos institucionais estava em BTC, em um cenário em que os preços ainda estavam abaixo de US$ 30 mil (hoje já supera os US$ 41 mil), mas já havia uma melhora de humor sobre a expectativa da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) aprovar o primeiro fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin à vista.

Publicidade

A participação acaba se contrastando com a vista pelos investidores de varejo, que estava abaixo de 30%, provavelmente um reflexo de níveis de alavancagem mais altos, de acordo com a Bybit.

Preço do Bitcoin e porcentagem das participações (Fonte: Bybit)
Legenda: Institucional (preto); Baleias (verde); varejo (roxo)

Já em relação ao Ether – criptomoeda da rede Ethereum -, o que se relatou foi uma redução nas participações, o que passou a ocorrer desde a atualização Shapella da blockchain.

Porém, entre agosto e setembro ocorreu uma melhora significativa nas participações de institucionais também como reflexo de uma melhora generalizada do humor do mercado e as notícias sobre os ETFs.

Preço do Ether e porcentagem das participações (Fonte: Bybit)
Legenda: Institucional (cinza); Baleias (verde); varejo (azul)

Enquanto isso, do lado das altcoins a visão já é mais negativa, principalmente entre os institucionais, que no primeiro semestre oscilaram com participações entre 2,3% e 3,2%, em setembro essa porcentagem caiu para 1,4%. Entre os investidores de varejo, apesar de uma participação maior das carteiras, o peso das altcoins caiu para seu menor valor do ano em setembro.

Publicidade

Por fim, no campo das stablecoins a pesquisa mostra que o público de varejo detém uma participação muito maior, também um possível reflexo de sua maior alavancagem, segundo a Bybit.

Do outro lado, o institucional tende a ter participações menores no mercado de baixa, e maiores quando os preços estão subindo, mas o que se viu foi uma forte queda em setembro, no mesmo momento em que aumentaram as compras de Bitcoin por esses investidores.

Participações em stablecoins (Fonte: Bybit)
Legenda: Institucional (preto); Baleias (verde); varejo (roxo)
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin
Imagem da matéria: EUA acusam  2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

EUA acusam 2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

O Departamento de Justiça acusou Daren Li e Yicheng Zhang de orquestrar um esquema com criptomoedas de “abate de porcos”
máquinas de mineração de criptomoedas apreenidas em

Polícia apreende 396 mineradoras de Bitcoin em casa de ex-deputado paraguaio

Miguel Cuevas, que já foi preso por enriquecimento ilícito, agora pode também ser investigado por furto de energia
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Traders esperam que Bitcoin supere a máxima de US$ 74 mil em breve

“Esperamos um impulso de alta aqui que pode nos levar de volta às máximas de US$ 74 mil”, disse a QCP Capital sobre o momento do Bitcoin