Imagem da matéria: Para o FMI, queda do Bitcoin não afetou a estabilidade da economia mundial
(Foto: Shutterstock)

O Fundo Monetário Internacional (ou FMI) afirmou que o período de mercado de baixa do bitcoin (BTC) não teve impacto na estabilidade financeira global, em um novo relatório divulgado nesta terça-feira (26).

Em seu relatório intitulado “World Economic Outlook Update: Gloomy and More Uncertain” — ou “Atualização do Panorama Mundial Econômico: Sombrio e mais Incerto”, em tradução livre —, o FMI reconheceu que o mercado de criptomoedas passou por uma liquidação “dramática”, mas acrescentou que isso ainda não prejudicou o sistema financeiro tradicional.

Publicidade

Nesta terça-feira, o bitcoin registra uma queda de mais de 4% e está precificado em US$ 20.934, de acordo com dados do site CoinMarketCap.

A maior criptomoeda em termos de capitalização de mercado está 70% distante de seu recorde de US$ 69 mil registrado em novembro de 2021. Praticamente todas as outras criptomoedas também registram quedas e não escaparam das vendas este ano.

Investidores não querem ativos de risco

À medida que investidores encaram a incerteza com a guerra da Rússia à Ucrânia e problemas nas cadeias de suprimento — dentre outros fatores macroeconômicos —, estão deixando ativos “arriscados” de lado. O bitcoin e moedas digitais são consideradas como ativos de risco, junto com ações.

“Criptoativos passaram por uma liquidação dramática que resultou em enormes prejuízos em veículos de investimento cripto e provocou a falha de stablecoins algorítmicas e fundos de hedge cripto, mas repercussões ao amplo sistema financeiro foram limitadas até agora”, alega o FMI.

Publicidade

O órgão estava se referindo ao colapso da blockchain Terra com seu comentário de “stablecoin algorítmica”. O Terra era popular entre traders cripto até maio, quando sua stablecoin algorítmica UST perdeu sua paridade ao dólar — e bilhões de dólares em investimentos sumiram.

Muitos investidores foram afetados e o contágio do fracasso do Terra se espalhou para outros segmentos do mercado cripto como consequência.

Desde então, cada vez mais instituições, desde o Banco da Inglaterra ao Federal Reserve — os bancos centrais britânico e americano, respectivamente — rechaçaram a ideia de stablecoins ou pelo menos alegaram que precisam ser melhor regulamentadas.

Este mês, a vice-presidente do Federal Reserve, Lael Brainard, afirmou que a queda do Terra foi “remanescente das clássicas corridas [bancárias] ao longo da História” e que novas tecnologias não necessariamente protegem investidores dos mesmos riscos.

Publicidade

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
celular com logo GameStop com fundo azul

Roaring Kitty reaparece e ações da Gamestop e token GME disparam de preço

Na noite domingo (2), as ações NYSE:GME subiram 19% enquanto a memecoin GME disparou mais de 200%
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Nigéria retira acusações contra executivos da Binance, mas mantém exchange na mira

Dois executivos da Binance foram afastados das acusações de evasão fiscal por uma agência nigeriana, mas ainda enfrentam um caso de lavagem de dinheiro
Sede da Braiscompany em Campina Grande, Paraíba

TRF anula contrato e Braiscompany é condenada a pagar R$ 50 mil a cliente

O contrato de serviço de cessão temporária de criptoativos foi anulado pela 17ª Vara Cível de Brasília
camisas das seleções da itália e Argentina

Socios.com lança colecionáveis que celebram o legado das seleções da Itália e Argentina

Para participar do ‘The Fabric of Champions’, os detentores de fan tokens podem bloquear seus ativos até 15 de julho