Imagem da matéria: Objetivo do yuan digital não é substituir o dólar, diz líder do BC da China
Foto: Shutterstock

“Nosso objetivo não é substituir o dólar americano”, disse Li Bo, vice-governador do Banco Popular da China (PBoC), em uma conferência no domingo (18), se referindo ao yuan digital. Segundo ele, a meta do banco central chinês é fazer com que sua moeda digital estatal seja escolhida para uso internacional naturalmente.

A declaração foi feita no painel cujo tema foi sobre pagamentos e moedas digitais. Conforme comentários do South China Morning Post (SCMP) em sua publicação na segunda-feira (19), a fala de Bo serviu para minimizar as preocupações dos EUA acerca da CBDC (Moeda Digital do Banco Central) chinesa.

Publicidade

“Nosso objetivo não é substituir o dólar americano ou qualquer outra moeda internacional, a meta é fazer com que o mercado o escolha para o comércio e investimentos internacionais”, disse Bo, durante o Fórum de Boao para a Ásia 2021. A conferência ocorre anualmente com a participação de 25 países asiáticos.

Sobre o lançamento oficial do yuan digital, que é oficialmente chamado de DCEP — sigla em inglês para ‘Pagamento Eletrônico em Moeda Digital’ — Bo disse que ainda há várias coisas que precisam ser feitas antes de liberar o novo meio de pagamento em todo o território chinês. Ressaltou, porém, que tudo já está planejado. “Nós sabemos o que precisamos fazer”, disse.

Yuan digital e EUA

O banco central chinês vem fazendo testes com sua CBDC (Moeda Digital do Banco Central) desde outubro do ano passado. As ações fazem parte do projeto piloto que também visa as próximas Olimpíadas de Inverno em Pequim. Para isso, os testes são feitos com a distribuição de yuans para serem gastos tanto no comércio local quanto nas plataformas parceiras do PBoC.

Os esforços da China para promover sua moeda digital, bem como a internacionalização do yuan, causaram preocupações, ainda que não declaradas, nos EUA, que embora tenha interesse próprio no dólar digital, adotou uma abordagem mais cautelosa. Em outubro do ano passado, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que os americanos são altamente bancarizados.

Publicidade

No entanto, os EUA estão observando o avanço da China em direção a uma moeda digital com interesse; em julho de 2020, uma audiência do Senado dos EUA foi convocada para discutir como um dólar digital poderia manter a posição do dólar dos EUA como moeda de reserva mundial.

‘Dólar digital’ poderia fortalecer moeda

Declarações de peso também tentam minimizar o discurso yuan x dólar, como ocorreu em dezembro, quando o ex-presidente do PBoC, Zhou Xiaochuan, disse que o yuan digital não está sendo emitido para substituir as moedas fiduciárias existentes.

Ao comentar o assunto na semana passada, Kazushige Kamiyama, diretor responsável pelos estudos de uma CBDC do Banco Central do Japão, avaliou que o status do dólar como principal moeda global não mudará tão facilmente, de acordo com outra publicação do SCMP.

“Na verdade, a vantagem do dólar pode se fortalecer ainda mais se os EUA optarem pela digitalização”, disse Kamiyama.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Em maio de 2022, o ecossistema da Terra (LUNA) entrou em uma “espiral da morte” que levou uma das criptomoedas consideradas mais promissoras daquele ano a cair para zero em 24 horas
Imagem da matéria: Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Evento Ethereum Rio ocorre entre os dias 13 e 15 de maio no Porto Maravalley, Rio de Janeiro
Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana

Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana

Fundos cripto tiveram a quarta semana seguida de saídas, mas o Brasil segue com tendência positiva ao lado de Hong Kong, que se destaca com a estreia de ETFs
Andrew Witty CEO da UnitedHealth Group

Empresa de saúde que teve sistema hackeado paga resgate de R$ 113 milhões em Bitcoin 

O CEO da Change Healthcare falou ao Senado dos EUA que pagar o resgate foi a “decisão mais difícil de tomar”