Hologramas saem de livro físico com destaque para símbolo ethereum
Foto: Shutterstock

A tecnologia é o meio para as novas operações financeiras. Isso significa que você não precisa entender tudo sobre ela para se beneficiar. Assim como usamos o Pix diariamente sem conhecer seus mecanismos internos, a tokenização e a blockchain estão transformando o jogo de forma surpreendente.

O grande benefício do token e da blockchain é programar regras dentro de um ambiente que é uma rede confiável, em que os dados muitas vezes são imutáveis, ou seja, que o combinado vai acontecer sem alguém ter que olhar.

Publicidade

Imagine esse mundo onde as transações ocorrem sem intermediários e as regras previamente estabelecidas se concretizam sem a necessidade de supervisão manual ou softwares complexos.

Quando comecei a tokenização há 2 anos, muita gente falava que existiam backoffices manuais em grandes bancos e eu não conseguia acreditar, sempre achei que eram softwares. Mas a realidade é que ainda enfrentamos esse problema hoje.

E aí entra também uma questão de padrão para o mercado, porque hoje cada banco usa um sistema, cada empresa usa um sistema, e as coisas ficam mais difíceis ao invés de ajudar.

Usar um blockchain e um padrão significa usar uma rede que não só traz eficiência, reduz custo e etc, mas que faz com que todos possam interagir a partir da mesma infraestrutura.

Publicidade

Futuro das operações financeiras tokenizadas

Para começar, o token é um conjunto de regras programadas.

Para dar um exemplo prático, se eu tenho um fundo com critérios de elegibilidade de onde ele pode investir e eu consigo programar isso em um contrato inteligente no blockchain através da tokenização, talvez consiga diminuir custos de um gestor, por exemplo. 

Você pode, olhando muito no futuro, e dependendo também de outras circunstâncias, remover um gestor ou um papel semelhante, porque você programou as regras dentro do contrato e aquilo vai acontecer. 

Todo mundo que tiver que interagir com aquela operação pode confiar que as regras são imutáveis dentro daquela tecnologia.

E, como meu amigo Alexandre Freitas da Oliveira Trust diz, se você vai para uma debênture, que possuem estruturas de vinte páginas até duzentas páginas contendo um monte de obrigações de todas as partes já pré-definidas, isso também pode acontecer.

Essas regras são definidas por uma companhia, por meio de assembléia, são registradas de maneira correta e formalmente. 

Hoje em dia, todas aquelas regras, as datas de pagamentos e muito mais são realizadas em planilhas que vão sendo acompanhadas por um profissional encarregado.

Publicidade

Imagine isso sendo transportado para um contrato inteligente dentro de um token. Tudo programado e previsto sem intervenção manual. 

E essas regras vão incluir desde o momento em que o token é emitido e os investidores fazem o primeiro aporte até o momento em que esses mesmos investidores recebem seu dinheiro de volta.

Todo esse processo de maneira automática.

E como a Patrícia Stille, da Bee4, falou recentemente também em um evento que estivemos juntos, oráculos podem ser usados para adicionar eventos off-chain, trazendo ainda mais automação e segurança para o processamento dos tokens. 

Os parâmetros são definidos antecipadamente, e um desenvolvedor pode garantir a eficiência desses processos em linguagem de sistema.

Então, na debênture, por exemplo, que os parâmetros são definidos antecipadamente, você traz essa demanda para um desenvolvedor, que pode traduzir essa linguagem e processos jurídicos em linguagem de sistema. 

Assim, se garante a eficiência para diversas etapas que seriam manuais com a segurança de que as regras serão respeitadas e colocadas em prática.

Ao explorarmos o potencial revolucionário da tokenização e da blockchain nas operações financeiras, percebemos que estamos apenas começando a desvendar um mundo cheio de oportunidades. 

Publicidade

O que discutimos até aqui é apenas o começo dessa transformação que está ganhando força.

Vale a pena prestar atenção nessa tendência, se aprofundar no assunto e considerar as diversas aplicações que surgem quando unimos as operações financeiras à infraestrutura blockchain. 

Estamos testemunhando uma mudança de paradigma, em que confiança, transparência e automatização se tornam pilares do sistema financeiro. O futuro das operações financeiras está sendo moldado neste exato momento, e cada um de nós tem a oportunidade de fazer parte dessa transformação.

Sobre o autor

Daniel Coquieri é CEO da empresa de tokenização de ativos Liqi Digital Assets. Empreendedor do ramo da tecnologia, foi fundador da BitcoinTrade, uma das maiores corretoras de criptomoedas do Brasil.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

As novidades ampliam as opções de investimento na plataforma que já somam mais de 220 ativos
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Embora esteja em queda nesta sexta, o Ethereum ainda registra ganhos de mais de 21% na semana
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15