Imagem da matéria: Artista mais famoso do mundo cripto denuncia influencer por golpe com token
Parte da coleção EVERYDAYS: THE FIRST 5000 DAYS de Beeple (Imagem: Beeple)

Não é todos os dias que um dos artistas vivos mais bem-sucedidos do mundo publica uma imagem de um Influenciador cripto coberto de matéria fecal símia. Também não é necessariamente comum que tal influenciador, em resposta, aparentemente compare o referido artista ao agora famoso canibal necrófilo e assassino em série, Jeffrey Dahmer.

Mas não existe realmente um dia comum no universo cripto. 

Publicidade

Na noite de quarta-feira, o artista digital Mike “Beeple” Winklemann publicou uma representação bastante gráfica de um Bitboy — vulgo personalidade da mídia cripto, Ben Armstrong — coberto de excrementos e criptomoedas e deliciando-se em ser defecado por um Bored Ape gigante. Pra que isso? Alguns podem perguntar. 

Beeple foi apenas o mais recente comentarista a entrar nas águas marrons e turvas da mais recente manobra financeira do Bitboy: um token cripto chamado BEN, projetado para dar aos cidadãos do mundo a oportunidade sem precedentes de investir em pessoas chamadas Ben. 

O token baseado em Ethereum não foi originalmente criado por Bitboy, mas por um Ben — o Ben.eth, outro proeminente influenciador cripto. Embora o token tenha sido lançado no início deste mês em uma avaliação quase inútil, Bitboy quase imediatamente entrou no hype para fazer um acordo suspeito com Ben.eth, comprometendo-se a pagar cerca de US$ 430 mil em ETH e stablecoins por uma participação de 20% no token meme e no controle sobre seu pool de liquidez.

Embora o valor de mercado do BEN atualmente fique pouco abaixo de US$ 27 milhões, de acordo com o CoinGecko — tornando o investimento de Bitboy teoricamente sólido se ele pudesse de alguma forma descarregar todo o seu BEN instantaneamente sem afundar o preço da moeda — tokens meme como o BEN muitas vezes aumentam brevemente depois de se tornarem virais, apenas para despencar para uma relativa inutilidade permanente. 

Assim, muitos tiraram sarro de Bitboy por ter feito esse negócio, rotulando a negociação como uma “idiotice alucinante” que certamente colocando Ben.eth no “Hall da Fama dos Golpistas.” Beeple foi um desses críticos; o macaco gigante cagando no Bitboy (junto com a personalidade controversa da internet e ex-kickboxer Andrew Tate) na peça de quarta-feira é uma manifestação visceral do avatar do NFT Bored Ape do perfil do Ben.eth. 

Publicidade

Bitboy revidou furiosamente contra os opositores do acordo, anunciando que não tinha nenhum plano secreto para pumpear e se desfazer do token, apenas uma paixão genuína pelo seu próprio nome. Para provar esse compromisso, na semana passada ele postou seu endereço de carteira ETH no Twitter e jurou que não moveria nenhum token BEN desse endereço pelos próximos seis meses.

Exatamente uma semana depois, um usuário do Twitter procurou o endereço da carteira do Bitboy, apenas para encontrar que o influenciador havia de fato se desfeito de todos os seus tokens BEN, dentro de uma semana após fazer sua promessa pública de não fazer isso.  

Bitboy logo depois tentou justificar que a manobra foi um passo “necessário” e completamente padrão, projetado para levar BEN a um limite de mercado de US$ 500 milhões, e que ele decidiu não divulgar a venda para não “causar ondas.”

Depois que Beeple twittou sua representação fecal da negociação de Bitboy e Ben.eth, o artista postou novamente na quinta-feira, deliciando-se com o número de seguidores do próprio Bitboy que agora parecem críticos dos motivos do influenciador.

Publicidade

“Oh Bitboy, mesmo todas as pessoas que seguem [você] sabem [que você] está mentindo,” Beeple escreveu, adicionando um “lol” para deixar ainda mais clara a provocação.

E Bitboy respondeu na quinta-feira: “Beeple é legal e tudo mais. Ele é basicamente o Jeffrey Dahlmer [sic] que não foi preso, se endireitou e aprendeu a pintar.” 

Outro usuário do Twitter apontou que não há pessoa proeminente com o nome Jeffrey Dahlmer — embora Bitboy provavelmente estivesse se referindo a Jeffrey Dahmer (assassino em série que ficou “famoso” recentemente com uma série homônima na Netflix).

Nem Bitboy nem Ben.eth atenderam os contatos do Decrypt sobre esta história toda.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins
tornado cash 1

Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro

“O Tornado Cash, em sua natureza e funcionamento, é uma ferramenta destinada a criminosos”, disse um dos juízes ao condenar Alexey Pertsev
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin