Imagem da matéria: Nova tecnologia que ajuda a recuperar criptomoedas após perda da chave vira destaque no ETH Samba
Especialistas apontam que dificuldade de uso afasta pessoas do mundo cripto (Foto: Fernando Martines/Portal do Bitcoin)

A possibilidade de manter as criptomoedas mesmo com a perda da chave privada da wallet é o caso de uso mais forte em um primeiro plano da tecnologia account abstraction. Essa é a opinião de Rony Szuster, especialista em Ethereum do Mercado Bitcoin. O pesquisador detalhou sua visão durante painel de debate neste sábado (1º) durante a ETH Samba, que ocorre no Rio de Janeiro

“Perder todo o seu dinheiro por ter perdido as chaves é totalmente inaceitável. Imagina você perder a senha do banco e perder o acesso a todo o seu dinheiro. Não pode acontecer isso em um sistema que quer ser usado por centenas de milhões de pessoas, bilhões de pessoas”, disse Szuster. 

Publicidade

O especialista explicou que na prática, as carteiras habilitadas com a tecnologia de account abstraction poderão ser programadas para, por exemplo, enviar todos os fundos para uma wallet pré-definida se passar um tempo sem nenhuma movimentação. Isso faria com que a pessoa retomasse o dinheiro após um tempo, ou resolvesse a questão de como deixar as criptomoedas de herança em caso de morte. 

Participando do debate, o criador de conteúdo e tecno filósofo Rafael Castaneda ressaltou que para usar um aplicativo Web3 são necessárias diversas ações em wallets, conversões de tokens, autorizações, assinaturas. Ele vê o processo longo e complexo como um problema. 

“Não dá para usar um produto criptonativo sem ser um bom criptonativo. E isso é um problema, isso vai impedir a adoção de cripto, vai afastar as pessoas normais, que não tem isso de geek. A Account abstraction é uma solução para tornar a experiência criptonativa mais amigável”, afirmou Castaneda. 

Camila Ramos, desenvolvedora com larga experiência e head de relação com desenvolvedores da Fuel, falou sobre a nova tecnologia de account abstraction em entrevista ao Portal do Bitcoin, também durante a ETH Samba.

Publicidade

Ferramenta poderosa 

A implementação da account abstraction foi feita por meio da EIP-4337 (sistema de propostas para melhoria da blockchain). Um fato facilitador é que o sistema não mexe na camada de consenso da Ethereum – quando uma proposta exige isso, sua aprovação na comunidade se torna muito mais difícil. 

A proposta passou a integrar a rede principal da Ethereum no dia 1º de março. 

“Ainda é uma coisa muito incipiente. Eu estou muito otimista, acho que essa ferramenta é muito poderosa justamente por conta dos casos de uso”, afirma Szuster. 

Mais sofisticação, mais brechas de segurança

Castaneda apontou que, apesar da solução de problema que é colocada na mesa, a account abstraction gera uma questão filosófica.  

“Até que ponto o governo não vai poder usar esse mecanismo para recuperar o dinheiro da sua carteira. Até que ponto alguém que consegue pegar dados pessoas seus não consegue usar isso para acessar essa carteira?”, questiona.

Publicidade

O tecno filósofo afirma que quanto mais se sofistica as carteiras, mais brechas para ataques na segurança e privacidade são feitos. “É importante que a gente tenha cuidado para não sair correndo e colocar todos os fundos numa carteira social recovery. Calma! Vamos aos poucos”. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: SEC abre consulta pública para analisar propostas de ETFs de Ethereum

SEC abre consulta pública para analisar propostas de ETFs de Ethereum

O prazo para a SEC tomar decisões finais sobre algumas das aplicações de ETF de Ethereum é 23 de maio
Leão com corrente de bitcoin

Aprenda a declarar criptomoedas no Imposto de Renda 2024

Operações com criptomoedas feitas ao longo de 2023 devem ser informadas à Receita Federal até o dia 31 de maio de 2024
Imagem da matéria: Ex-conselheiro do Ethereum quer R$ 50 bilhões do governo dos EUA por ser preso injustamente

Ex-conselheiro do Ethereum quer R$ 50 bilhões do governo dos EUA por ser preso injustamente

Steven Nerayoff alega ter sido vítima de provas fabricadas em um suposto caso de extorsão de 10.000 ETH