Imagem da matéria: “Não tem nada de ouro digital no bitcoin”, diz André Esteves em evento do BTG Pactual
Empresário André Esteves, do BTG (Foto: Luiz Prado/LUZ/Flickr)

O banqueiro André Esteves, sócio e ex-presidente do BTG Pactual, falou sobre o bitcoin durante um evento da companhia nesta terça-feira (21). Durante sua apresentação na qual discutia a diversificação de portfólio, Esteves disse que o bitcoin não tem nada de “ouro digital”.

Essa classificação informal é muito usada entre os entusiastas da maior criptomoeda do mundo para defender que o bitcoin é um ativo de reserva de valor assim como é o metal precioso.

Publicidade

Mas para chegar até sua conclusão sobre o bitcoin, o banqueiro falou do propósito do evento — Global Managers Conference Brasil 2022 —, que visa dar acesso ao investidor brasileiro a opções, oportunidades e diversificação no mercado global.

Esteves tocou no assunto das criptomoedas quando discutia as várias teses de diversificação de portfólio, “e que não necessariamente se mostram verdadeiras na hora que há uma reversão de cenário”, como ocorreu depois da pandemia de Covid-19 e se agravou ainda mais com a guerra na Ucrânia.

Segundo comentou, depois desses eventos, muitos tipos de diversificação deixaram de funcionar devido aos altos níveis de inflação global.

“Desenvolveram-se outras teses, todo o advento das cryptocurrencies (criptomoedas, em inglês) e toda uma tecnologia que vai ficar aqui independentemente dos preços dos ativos financeiros — alguns acreditavam que o bitcoin era um ‘digital gold’ (ouro digital) e na verdade, quando a Nasdaq fez uma correção de 40%, o bitcoin caiu 40% e mais um pouco. Na verdade, não tem nada de ‘digital gold”, criticou Esteves.

Ao final, o banqueiro admitiu não saber de onde partiu a tese de diversificar entre 1% e 5% do portfólio em criptomoedas. Ele concluiu:

Publicidade

“A construção de um bom portfólio, em qualquer ambiente de mercados, seja no positivo, negativo, deprimido ou no eufórico, sempre vai passar por uma análise de conjuntura por uma visão de médio-longo prazo, e principalmente por uma diversificação responsável”.

Áudio vazado sobre bitcoin

Em outubro do ano passado, André Esteves revelou a sua opinião sobre bitcoin e o mercado das criptomoedas em um áudio vazado de uma reunião fechada, onde comumente discute o mercado com vários clientes.  

No final da conversa, o banqueiro foi questionado sobre o bitcoin. A resposta começou de maneira irônica: “Bitcoin!? Ah tá barato aí, US$ 66 mil… eu acho um espetáculo, uma coisa sensacional”, disse, provocando uma onda de risadas entre os participantes da reunião.

Em resumo, ele disse acreditar no poder das criptomoedas funcionais e que em breve bancos centrais do mundo devem criar suas próprias moedas digitais, mas se manteve cauteloso com relação ao investimento em bitcoin.

Publicidade

“O bitcoin tem valor nesse preço!? Eu não sou um entusiasta. Se alguém quiser fazer alguma coisa aqui, eu recomendaria uma parcela pequena do patrimônio para poder testar, entender e aprender, e não usar alavancagem”, recomendou.

VOCÊ PODE GOSTAR
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Deputados dos EUA visitam executivo da Binance preso na Nigéria e pedem libertação

Deputado que visitou o executivo da Binance disse que ele sofre de malária e pneumonia e que não tem tido acesso a cuidados médicos adequados
Imagem da matéria: Hacks de criptomoedas roubaram US$ 19 bilhões desde 2011 e atividades ilegais seguem crescendo

Hacks de criptomoedas roubaram US$ 19 bilhões desde 2011 e atividades ilegais seguem crescendo

Relatório da Crystal Intelligence mostra que em 13 anos ocorreram 785 casos de roubos de criptomoedas, no valor total de US$ 19 bilhões
Martin Shkreli o Pharma Bro, posa para foto em banco de praça

“Pharma Bro” assume estar por trás da DJT, polêmica memecoin inspirada em Trump

Martin Shkreli, o “Pharma Bro”, disse ter mil provas de que criou o token DJT com o filho de Donald Trump
Kabosu, a cachorrinha Shiba Inu que inspirou a Dogecoin

Desculpem fãs da Dogecoin: plano de pagamentos do Twitter não inclui criptomoedas

O apoiador da Dogecoin, Elon Musk, está trabalhando para o lançamento de um serviço de pagamentos no Twitter que supostamente não inclui cripto por enquanto