Imagem da matéria: Ministério das Finanças da Rússia apresenta proposta para regulamentar  bitcoin
Foto: Shutterstock

O Ministério das Finanças da Rússia enviou ao governo um rascunho de regulamentação para criptomoedas.

Em uma declaração publicada na segunda-feira (21), o Ministério das Finanças afirmou que a proposta permitirá que russos invistam em criptomoedas, como o bitcoin (BTC), mas não façam aquisições com esses ativos.

Publicidade

O governo e banco central russos estão debatendo criptomoedas há um tempo.

Em janeiro, o Ministério das Finanças disse que seria “necessário permitir” que a tecnologia das criptomoedas se desenvolva, uma semana após o banco central do país pedir por uma proibição à mineração de bitcoin e transações com criptomoedas.

Logo em seguida, o presidente Vladimir Putin afirmou que a Rússia tinha “certas vantagens competitivas” na mineração de criptomoedas por conta do “superávit de eletricidade e equipes bem-treinadas disponíveis no país”, pedindo que o Ministério das Finanças e o banco central chegassem a um consenso.

“O uso de moedas digitais como um meio de pagamento na Federação da Rússia continuará sendo proibido. Na estrutura da regulamentação proposta, moedas digitais são consideradas apenas como uma ferramenta de investimento”, explicou o Ministério.

Acrescentou que corretoras devem atender critério específicos para obter uma licença e se registrarem no governo. Também destacou a importância de verificações de “conheça seu cliente” (ou KYC, na sigla em inglês) por corretoras e bancos.

Cidadãos que desejarem investir em cripto vão ter de fazer uma avaliação que testa seu conhecimento em investimentos, segundo o Ministério.

Publicidade

Aqueles que forem aprovados poderão investir até 600 mil rublos russos (ou US$ 7,5 mil) em criptomoedas por ano; aqueles que forem reprovados, até 50 mil rublos (ou US$ 630).

O mundo cripto é bem grande na Rússia, principalmente a mineração de bitcoin (o processo de verificação de transações na blockchain e a emissão de novas moedas ou tokens usando computadores avançados).

Atualmente, mineradores na Rússia fornecem mais de 10% do poder computacional usado na rede Bitcoin.

A declaração mais recente não forneceu mais detalhes sobre como a indústria de mineração de bitcoin seria regulamentada na Rússia, pois apenas disse que a “definição de ‘mineração digital’ como uma atividade destinada à obtenção de criptomoedas está prevista”.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Embora a Coinbase tenha informado nesta manhã que o problema estava resolvido, sua página de status ainda indica que o app móvel e site estão com “desempenho prejudicado”
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

Memecoin PEPE bateu sua máxima histórica nesta terça-feira (21), em momento de forte aquecimento do mercado cripto