Imagem da matéria: Mineradores de Bitcoin têm receita recorde de R$ 290 milhões em um dia
Foto: Shutterstock

A mineração de Bitcoin (BTC) obteve a maior receita da sua história, ao atingir US$ 52,3 milhões (R$ 290 milhões) durante o último sábado (13), de acordo com dados da empresa de análises Glassnode.

Nessa receita, estão incluídas tanto as taxas de transação quanto as recompensas por bloco minerado. As taxas de transação, por si só, representam cerca de 75 a 100 BTCs por dia, enquanto o restante está ligado às recompensas dos blocos.

Publicidade

O recorde foi batido mesmo após a recompensa média diária de mineração ter caído para cerca de 900 a 1000 BTCs por dia, depois do halving ocorrido em maio de 2020. Antes, a recompensa costumava ser em torno dos 2 mil BTCs/dia.

Receita total dos mineradores precificada em dólares (Fonte: Glassnode)

Valorização do Bitcoin e receita dos mineradores

Antes do halving, o ganho dos mineradores, em Bitcoin, era maior do que o atual em quantidade. O auge ocorreu em 13 de julho de 2010. Naquele dia, os mineradores ganharam aproximadamente 34,6 mil BTC, no total, pela realização das suas atividades.

Porém, em 2010, 1 BTC valia menos de um centavo de dólar, segundo a própria Glassnode. Com o passar dos anos, o criptoativo valorizou, enquanto a recompensa dos mineradores sofreu três cortes. Esses cortes, conhecidos como halvings, pertencem ao código da moeda e servem para limitar a emissão do Bitcoin.

A cada ciclo do halving, a recompensa dos mineradores é cortada pela metade. Isso faz com que o criptoativo se torne cada vez mais escasso. O primeiro deles aconteceu no final de 2013, seguido por outro em 2016. Em maio de 2020, aconteceu o terceiro halving, enquanto o próximo está previsto para março de 2024, de acordo com o Bitcoin Clock.

Publicidade

Contudo a atividade permanece lucrativa visto que o aumento do preço do Bitcoin compensa o lucro dos mineradores, mesmo com a diminuição da quantidade de moedas mineradas.

Haverá um momento no qual todos os 21 milhões de Bitcoins serão minerados. Atualmente, cerca de 88,8% deles já estão no mercado — faltam 2,3 milhões de criptomoedas para serem mineradas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Paolo Ong, da SEC Filipinas

Termina prazo para saída da Binance das Filipinas e reguladores avisam: “Não há como sacar fundos após bloqueio”

“Não podemos endossar nenhum método de como retirar seu dinheiro agora que a ordem de bloqueio foi emitida”, disse o regulador filipino
Moeda de Bitcoin no centro de dados IA

Algoritmos de Aprendizado de Máquina preveem preço do Bitcoin para 30 de abril

Inteligência artificial prevê para o último dia deste mês que o preço do Bitcoin passe por um ligeiro ajuste
moeda de bitcoin e ethereum com gráfico ao fundo

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 72 mil com halving cada vez mais próximo; ETH dispara 6%

É a primeira vez que o Bitcoin bate a marca de US$ 72 mil desde meados de março
Moedas de Bitcoin e Tether lado a lado

Tether detém mais de US$ 5 bilhões em Bitcoin para apoiar o USDT

A gigante das stablecoins adicionou ainda mais Bitcoin ao seu balanço no primeiro trimestre