Imagem da matéria: Mineradora de bitcoin vai deixar a Rússia por receio de sanções econômicas após invasão à Ucrânia
(Foto: Shutterstock)

A SBI Holdings, principal empresa de serviços financeiros do Japão, irá encerrar suas operações de mineração de criptomoedas na Rússia, segundo a agência de notícias Bloomberg.

Um porta-voz da empresa disse que um dos motivos por trás da decisão é a incerteza geral sobre o futuro da mineração na Sibéria após as sanções impostas na Rússia após a invasão à Ucrânia.

Publicidade

Em abril, o Fundo Monetário Internacional (ou FMI) alertou que a Rússia poderia evadir sanções econômicas impostas pelos EUA e outros países ocidentais ao recorrer à mineração de criptomoedas.

A queda no preço das criptomoedas este ano é algo que a SBI também levou em consideração conforme a mineradora de bitcoin (BTC) se tornou menos rentável, acrescentou o porta-voz.

SBI Crypto, a subsidiária de mineração cripto do conglomerado, minera criptomoedas em fazendas de mineração fora do Japão desde agosto de 2017, tendo disponibilizado seu pool de mineração ao público geral em março de 2021.

Além de bitcoin, a empresa também minera bitcoin cash (BCH) e bitcoin satoshi vision (BSV).

Com 2,46 exahashes por segundo (ou EH/s) de poder computacional, SBI é o 11º maior pool de mineração de bitcoin do mundo, fornecendo 1,2% da taxa de hashes total da rede, segundo o site BTC.com.

Publicidade

Não ficou imediatamente evidente quando a SBI vai suspender suas operações de mineração na Rússia.

Antes do saque ser finalizado, a SBI terá que vender todo o seu equipamento de mineração alocado na Sibéria, disse o porta-voz da empresa.

Os maiores pools de mineração da rede Bitcoin (Imagem: BTC.com)

Mineradores de bitcoin deixam a Rússia

A Rússia, que se vangloria de seus vastos recursos da energia barata do gás natural e represas hidrelétricas, tornou-se um destino popular para mineradores de bitcoin após a enorme repressão da China à indústria cripto em 2021.

Em abril, tudo mudou após a invasão da Rússia à Ucrânia e o Tesouro Americano impôs sanções à BitRiver, empresa de mineração sediada na Suíça com diversas subsidiárias na Rússia.

“Ao operar enormes fazendas de servidores que vendem capacidade para a mineração de moedas virtuais internacionalmente, essas empresas ajudam a Rússia a monetizar seus recursos naturais”, afirmou o Tesouro Americano na época.

Publicidade

Compass Mining, uma empresa americana de hardware para a mineração de bitcoin, anunciou planos de vender US$ 30 milhões de equipamentos para a mineração cripto na Sibéria, ou 15% de sua capacidade na época, a fim de evitar sanções logo em seguida.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Drake perde R$ 2,7 milhões em Bitcoin apostando nas finais da NBA

Drake perde R$ 2,7 milhões em Bitcoin apostando nas finais da NBA

Drake gastou um monte de Bitcoin com o Mavericks — e ele também pode perder a mesma quantia nas finais da Copa Stanley da NHL
Imagem da matéria: Bitcoin vai disparar graças ao fracasso dos bancos japoneses, diz Arthur Hayes

Bitcoin vai disparar graças ao fracasso dos bancos japoneses, diz Arthur Hayes

Novos dólares americanos serão necessários, então “compre na maldita baixa”, ele aconselha
Imagem da matéria: IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

CEO da ERCOT, que controla a rede elétrica do Texas, disse que nos próximos seis anos a capacidade do estado vai precisar praticamente dobrar
Imagem da matéria: Trump ou Biden? Por que as criptomoedas podem decidir o próximo presidente dos EUA

Trump ou Biden? Por que as criptomoedas podem decidir o próximo presidente dos EUA

Dados de pesquisas mostram que o apoio das criptomoedas pode desequilibrar a balança em uma disputa acirrada pela Casa Branca. Veja como isso poderia afetar Biden e Trump