Imagem da matéria: Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet
Shutterstock

Após as atualizações da semana passada da OpenAI e do Google, foi a vez da Microsoft mostrar suas proezas com inteligência artificial (IA) durante sua conferência anual de desenvolvedores na segunda-feira (20), com destaque para seus novos laptops CoPilot+ e tablets Surface Pro criados com base em IA generativa.

A Microsoft anunciou que os novos computadores habilitados para o Copilot lembrarão e, posteriormente, poderão encontrar qualquer coisa exibida na tela — incluindo e-mails, sites e aplicativos — com um novo recurso Recall que armazena capturas locais de tudo que o usuário faz. Os PCs Copilot+ também podem gerar e refinar imagens de IA no dispositivo usando o Cocreator e traduzir mais de 40 idiomas com Live Captions.

Publicidade

Os novos PCs Copilot+ também prometem uma vida útil prolongada da bateria “durante todo o dia”, embora tenham capacidade para mais de 40 trilhões de operações por segundo (TOPS).

“Com o Recall, você pode acessar virtualmente o que viu ou fez no seu PC de uma forma que parece ter memória fotográfica”, disse a Microsoft. “Isso ajuda a lembrar de coisas que você pode ter esquecido, para que você possa encontrar o que está procurando de forma rápida e intuitiva, simplesmente usando as dicas que você lembra.”

A ideia do Windows registrar constantemente tudo o que os usuários veem e fazem, possibilitando encontrar rapidamente até mesmo trechos de texto que aparecem na tela, gerou elogios e preocupações. Muitos especialistas em tecnologia o elogiaram como um recurso “legal”.

Outros viram isso como um precedente perigoso.

Os comentaristas compararam o novo recurso Recall da Microsoft ao Rewind — agora conhecido como Limitless AI — que desenvolveu uma ferramenta de IA semelhante que usava gravações de tela constantes para possibilitar a localização rápida de ações passadas.

Publicidade

PCs Copilot+

A partir do dia 18 de junho, os PCs Copilot+ estarão disponíveis na Acer, Asus, Dell, HP, Lenovo e Samsung.

“O interessante é que, se você considerar tudo o que temos falado sobre IA, tudo surgiu devido à abundância de computação, principalmente na nuvem”, disse o CEO da Microsoft, Satya Nadella, ao Wall Street Journal antes dos anúncios de segunda-feira. “Foi isso que criou o GPT-4, por exemplo, que basicamente mudou o mundo.”

“Agora, o que aconteceu na nuvem chegará ao Edge [Microsoft] e o limite que precisa ser reinventado primeiro antes de falarmos sobre todo o resto é o PC”, continuou ele. “É o que eu considero o ‘AI PC’ ou os PCs Copilot+.”

Conforme explicou Nadella, os novos PCs Copilot+ utilizarão computação em nuvem e computação interna, usando um novo processador chamado Unidade de Processamento Neural (NPU).

Publicidade

“Portanto, se você quiser criar qualquer aplicativo de IA, precisará ter um acelerador, assim como temos na nuvem, para poder executar essas multiplicações matemáticas de matriz rapidamente a fim de impulsionar nossos recursos de IA”, disse Nadella. “E é isso que a NPU faz.”

Para tornar o acesso ao Copilot ainda mais fácil, a Microsoft anunciou em janeiro que uma tecla de IA de hardware dedicada seria incluída nos teclados do Windows 11.

“Todo PC Copilot+ vem com seu poderoso agente de IA pessoal que está a apenas um toque de distância em teclados com a nova tecla Copilot”, escreveu a Microsoft na época. “O Copilot agora terá a experiência completa de aplicativos que os clientes têm pedido em um design otimizado, simples, mas poderoso e pessoal.”

Os rumores sobre os planos da Microsoft de adicionar o Copilot ao Windows começaram a circular em dezembro. A atualização oficial, com o codinome “Hudson Valley”, substitui o assistente virtual Cortana da Microsoft, que foi descontinuado em agosto de 2023.

IA generativa

Assim como o Google e a Amazon, a Microsoft investiu pesado em IA generativa, incluindo um investimento de mais de US$ 10 bilhões na OpenAI, criadora do ChatGPT, de acordo com um relatório do New York Times. Aproveitando sua parceria com a OpenAI, o Copilot vem com vários produtos do desenvolvedor de IA, incluindo o Dall-E 3 para geração de imagens.

Publicidade

“O Copilot coloca os modelos de IA mais avançados na ponta de seus dedos”, disse a gigante da tecnologia. “Nas próximas semanas, tenha acesso aos modelos mais recentes, incluindo o GPT-4o, dos nossos parceiros da OpenAI, para que você possa ter conversas de voz mais naturais.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tether passa a deter 25% da mineradora de Bitcoin Bitdeer

Tether passa a deter 25% da mineradora de Bitcoin Bitdeer

Tether, a empresa por trás do USDT, agora possui 25% das ações da mineradora de Bitcoin Bitdeer, de acordo com um novo documento da SEC na quinta-feira
Imagem de Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como Faraó do Bitcoin

Gilmar Mendes mantém prisão de Glaidson Acácio dos Santos, criador da GAS Consultoria

A defesa do ‘Faraó do Bitcoin’ alegou problemas psiquiátricos e uso de medicamento controlado, além de questionar a jurisdição acerca da competência para os processos
Celular com logotipo da BInance

Binance lista três novos pares de negociação com USDC, FDUSD e lira turca

A corretora também vai incluir os novos pares em seu serviço de robôs de negociação (trading bots)
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin tem forte alta com ETFs nos EUA batendo recordes de aportes

Manhã Cripto: Bitcoin tem forte alta com ETFs nos EUA batendo recordes de aportes

ETFs de Bitcoin à vista dos EUA registraram entradas de US$ 886,75 milhões, o que é o segundo maior fluxo diário desses produtos