Imagem da matéria: Microsoft encerra unidade de metaverso e demite funcionários, diz imprensa
Shutterstock

A gigante do setor de tecnologia Microsoft parece ter engavetado seu projeto de metaverso voltado para a indústria, criado há cerca de quatro meses. A equipe que trabalhava na iniciativa e contava com cerca de 100 pessoas também teria sido inteiramente demitida. As informações são do site The Information, em publicação na quinta-feira (09).

Sem citar o nome da fonte, a reportagem disse que uma pessoa com conhecimento direto do assunto afirmou que o fim do plano metaverso da Microsoft tem a ver com a priorização de projetos de curto prazo, que vão gerar receita significativa mais rapidamente.

Publicidade

Segundo o site, os cortes da equipe, cujo projeto foi apelidado internamente de ‘Project Bonsai’, também fazem parte do plano mais amplo da Microsoft de demitir 10.000 funcionários, como foi anunciado no mês passado, ressalta.

O metaverso é compreendido como um universo virtual e contínuo onde usuários podem interagir entre si como avatares digitais. Esses ambientes virtuais podem ser usados em interações sociais, jogos ou, até mesmo, para trabalho.

No ‘Projeto Bonsai’, explica o The Information, o foco era a construção de interfaces de software para operar os sistemas de controle por trás de usinas elétricas, robótica industrial e redes de transporte.

Demissões em massa

As demissões na Microsoft vão ao encontro de várias ações tomadas por grandes empresas de tecnologia, redes sociais e criptomoedas ao longo de 2022. No caso do setor cripto, os cortes da força de trabalho ocorreram em sua maioria nas corretoras.

Publicidade

A Kraken,  a segunda maior exchange dos EUA com sede em San Francisco, anunciou em novembro a demissão de 1.100 funcionários, reduzindo sua força de trabalho em 30%. Em junho passado, a Coinbase também deu início a uma redução de 18% do quadro de funcionários, que também ultrapassaria a casa de 1.000 demitidos.

A onda de demissões, no entanto, não viu a maior corretora cripto do setor, a Binance, que, além de não ter feito demissões em massa, disse recentemente que pretende ampliar em até 30% o seu quadro de funcionários em 2023.

Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas