Imagem da matéria: Mercado Livre compra parte da 2TM, controladora do Mercado Bitcoin
Foto: Shutterstock

O Mercado Livre anunciou nesta quinta-feira (20) que adquiriu participação na 2TM, controladora da corretora Mercado Bitcoin. O valor do investimento não foi divulgado.

A Mercado Livre também fez um investimento estratégico na Paxos, plataforma regulamentada e líder de infraestrutura de blockchain que potencializa a experiência de criptomoeda do Mercado Pago no Brasil.

Publicidade

Trata-se de um reforço na aposta da empresa argentina no mercado de criptomoedas, que anunciou no final do ano passado que permitiria a compra e venda criptomoedas em sua plataforma no Brasil.

Conforme diz a empresa no comunicado à imprensa, o Mercado Livre tem acompanhado de perto a evolução dos ativos digitais e da tecnologia blockchain em todo o mundo. Essas parcerias e investimentos são apenas mais um exemplo das várias etapas adotadas para se integrar a esse ecossistema dinâmico.

“Como uma empresa líder em tecnologia, estamos avaliando ativamente as várias inovações e oportunidades em torno deste mercado à medida que ele evolui, com o objetivo de ser um participante central dessa disrupção. As criptomoedas e a tecnologia blockchain representam um fenômeno único, global e coletivo que quebra barreiras e cria um ambiente aberto e nivelado para que todos os consumidores alcancem o empoderamento econômico, o que está muito alinhado com nossa missão como empresa”, destaca no comunicado André Chaves, vice-presidente sênior de Estratégia e Desenvolvimento Corporativo do Mercado Livre para América Latina.

“Estamos empolgados pelo Mercado Livre juntar-se à 2TM e MercadoBitcoin.com.br como acionista. Como um ator importante nas indústrias de tecnologia e serviços financeiros da América Latina, o Mercado Livre pode ter um impacto significativo no desenvolvimento futuro de criptomoedas e blockchain na região, e estamos entusiasmados em explorar e trabalhar de maneira próxima com a empresa para essa finalidade no futuro”, diz Daniel Cunha, vice-presidente executivo de Desenvolvimento Corporativo do Grupo 2TM.

Publicidade

Por meio do Meli Fund, seu fundo de investimento corporativo, o Mercado Livre investe e se engaja ativamente com seu portfólio de empresas excepcionais e inovadoras, enquanto também destrava sinergias com sua ampla gama de unidades de negócios interconectadas. É essa visão que garante seu papel-chave dentro do ecossistema empreendedor da América Latina, onde impacta diretamente centenas de milhares de empreendedores e micro e pequenas empresas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…