Imagem da matéria: Mercado Bitcoin recebe aporte de fundos de investimento e prepara expansão
Foto: Shutterstock

O Mercado Bitcoin vai entrar para a briga na disputa cada vez mais acirrada pelo mercado de criptomoedas na América Latina. A corretora brasileira anunciou que recebeu o aporte de seis fundos e empresas e que pretende usar R$ 200 milhões acelerar o crescimento e abrir novas operações na América Latina.

O valor exato do investimento não foi revelado. Contudo, em janeiro, a 2TM Participações, que controla os negócios da exchange, foi autorizada a aumentar o capital do social da empresa de R$ 8,3 milhões para R$ 88 milhões e a emitir ações ordinárias, ações preferenciais Classe A e debentures conversíveis em ações.

Publicidade

Conforme comunicado à imprensa, a rodada foi liderada pelas gestoras GP Investimentos e Parallax Ventures, e teve também participação do Fundo Évora, de Zé Bonchristiano, FIP de HS Investimentos, Banco Plural e Gear Ventures.

Mercado Bitcoin e disputa no Brasil

A empresa, que detém a liderança com folga no Brasil, vem de um bom momento puxado pela alta do bitcoin e tem batido recordes de negociação nos últimos dias. O investimento vem em um momento no qual a disputa pelo mercado brasileiro e latino-americano se torna mais intensa.

A argentina Ripio, capitalizada por fundos do Vale do Silício, já opera em outros países do continente e adquiriu a BitcoinTrade no início do ano; e a mexicana Bitso captou R$ 320 milhões para ajudar na expansão no Brasil.

Além do foco em outros países, o foco serão os produtos da Bitrust, uma custódia qualificada que permitirá aos investidores institucionais acesso ao mercado de criptomoedas e ativos digitais; e o Meubank, uma carteira digital, em via de ser regulada pelo Banco Central, em que os clientes poderão guardar diversos ativos digitais tais como milhas, criptoativos, colecionáveis de games e que terá funções de um banco digital.

Publicidade

“Agora, vamos olhar também para os demais mercados, como Chile, México e Argentina, que têm uma cultura regulatória mais próxima da nossa”, disse Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin, no comunicado.

VOCÊ PODE GOSTAR
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin