Imagem da matéria: Mercado Bitcoin pressiona e Cade permite acesso a processo restrito em caso contra bancos
Foto: Shutterstock

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deferiu na terça-feira (11) o pedido de acesso a um processo restrito feito pela defesa da corretora brasileira de criptomoedas Mercado Bitcoin. O apartado restrito é relacionado ao inquérito administrativo que visa apurar se conduta dos bancos é anticoncorrencial com a exchanges.

A defesa, o escritório Grinberg Cordovil, havia solicitado o acesso ao apartado restrito n. 08700.003508/2020-36 no dia 31 de julho. Na ocasião de pedido, assinado pelo advogado DanieL Tobias Athias, é solicitado o acesso para 12 advogados.

Publicidade

Conforme o documento, que cita o instrumento de mandato específico juntado no doc. SEI n° 0539128, o representante do escritório escreveu:

“Todos já devidamente cadastrados nos termos do art. 60 da referida Resolução e com poderes para tanto’, de acesso ao apartado restrito n. 08700.003508/2020-36 que lhe são de acesso restrito”.

Mercado Bitcoin no Cade 

No dia 30 de julho, o Mercado Bitcoin abriu uma representação para que o Cade abra o processo administrativo contra os bancos por conduta anticoncorrencial.

A corretora afirmou que as exchanges correm o risco de deixarem de exercer a atividade empresarial diante do fechamento em massa de suas contas. 

Publicidade

Segundo a defesa do Mercado Bitcoin, a atuação semelhante no encerramento de contas das corretoras pode apontar até mesmo para indício de cartel dos bancos. Isso, porém, depende da prova de que há “a efetiva coordenação entre eles”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

Caso contra Atlas Quantum exemplifica a longa demora para CVM julgar processos

O prazo médio para a Comissão de Valores Mobiliários terminar de julgar Termos de Acusação é de quatro anos e meio
Imegem aérea feita pela ANDE de fazenda de mineração de bitcoin em Canindeyú

Polícia do Paraguai desmonta fazenda de mineração de Bitcoin com 2.700 ASICs

Ação na cidade de Canindeyú contou mais uma vez com a ajuda da inteligência artificial para identificar variações na carga da rede elétrica
Imagem de Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como Faraó do Bitcoin

Gilmar Mendes mantém prisão de Glaidson Acácio dos Santos, criador da GAS Consultoria

A defesa do ‘Faraó do Bitcoin’ alegou problemas psiquiátricos e uso de medicamento controlado, além de questionar a jurisdição acerca da competência para os processos
Imagem da matéria: Investidor diz ter perdido US$ 1 milhão em ataque hacker na Binance

Investidor diz ter perdido US$ 1 milhão em ataque hacker na Binance

Investidor alega que, mesmo sem as senhas, hackers invadiram sua conta na Binance; exchange diz não ter culpa e que problema foi um plug-in malicioso