Imagem da matéria: Meme Coins: as criptomoedas meme são bons investimentos?
Fonte. Shutterstock

O mercado das criptomoedas é um nicho financeiro com oportunidades incríveis de investimento. Contudo, costuma ser um ambiente bastante intimidador para usuários inexperientes. A confusão fica ainda maior quando essas pessoas se deparam com um tipo bem específico e prolífico de criptomoedas: as meme coins.

Meme coins, ou “moedas meme”, são criptomoedas altcoins inspiradas em memes da internet. As mais famosas são baseadas em cães: Dogecoin (DOGE), inspirada no meme doge, e o Shiba Inu (SHIB). Outros exemplos são Dogelon Mars (ELON), Samoyedcoin (SAMO), Monacoin (MONA), e muitas outras: a lista conta com mais de 300 moedas.

Publicidade

O ano de 2021 ficou marcado pela explosão no preço e na capitalização de mercado dessa categoria. Até o presente, abril de 2022, DOGE tem US$ 19 bilhões em capitalização de mercado (12° posição no ranking), e chegou a subir mais de 8000% em 2021. Em 2022, a cotação flutua mais modestamente em torno de US$ 0,14. O SHIB tem US$ 14,6 bilhões de capitalização de mercado, na 15° posição do ranking, e vale US$ 0.0000268. O trend do Shiba Inu tem sido bastante similar e foi ainda mais forte que o do Dogecoin, sendo considerado seu maior “rival”.

Origem e características das moedas memes

As moedas meme se originaram da simples intenção de se criar uma piada, ou paródia, das criptomoedas – especialmente do Bitcoin. A primeira delas foi o DOGE, lançado em 2013 com a estampa do meme do cachorro Shiba Inu japonês.

A grande popularidade dessas moedas só veio em 2021, aliada ao crescimento do mercado de criptomoedas como um todo durante a pandemia do COVID-19. Os dois maiores eventos que catapultaram a explosão do DOGE ocorreram na primeira metade de 2021. Em janeiro, usuários de Reddit engajaram um movimento para impulsionar artificialmente o preço do DOGE como uma piada, de forma similar ao que ocorreu com a GameStop (GME) e a AMC Entertainment, em 2020. Em seguida, o magnata CEO da Tesla, Elon Musk, começou a publicar comentários entusiasmados em prol do Dogecoin em seu perfil do Twitter. Esses fatores levaram o DOGE à alta histórica de US$ 0,73, com subidas de até 2000% em 5 dias.

Essas moedas são majoritariamente impulsionadas pelo interesse da comunidade online, buzz, atividades especulativas e fenômenos como o FOMO. Isso faz com que sejam ainda mais voláteis do que as outras criptomoedas, especialmente quando o interesse dos usuários transita de uma criptomoeda meme para outra.

Publicidade

Elas se diferem de criptomoedas tradicionais também pela projeção: normalmente possuem limite de emissão muito alto, como 1 quadrilhão para o Shiba Inu, ou até ilimitado, no caso do Dogecoin. Não costumam possuir mecanismos de queima de moedas, o que faz com que suas cotações sejam bastante baixas, e também extremamente vulneráveis à inflação e não representem um sistema ideal para estoque de valor em investimentos a longo prazo.

Investimentos em moedas meme e seus riscos

Como vimos, o súbito crescimento das moedas meme para valores em ordens de grandeza muito acima das iniciais fez, definitivamente, com que muitas pessoas multiplicassem seus patrimônios exponencialmente. Isso gera um sentimento muito forte do FOMO nos investidores, que não querem perder a oportunidade e acabam alavancando a cotação além do seu valor real, fenômeno que é geralmente seguido de uma forte correção e queda no preço. Os usuários que conseguiram vender seus DOGE ou SHIB antes dessas quedas tiveram um lucro astronômico.

Contudo, é um forma de investimentos que traz ainda mais riscos que as criptomoedas genéricas. A principal razão é o mecanismo tokenomics das moedas meme, que não possuem limite de emissão. Elas são inflacionárias: em contraste, o Bitcoin (BTC) e muitas outras criptos são deflacionárias, aumentando seu valor com o tempo. Além disso, poucas moedas meme foram criadas através dos moldes tecnológicos de grandes criptomoedas: DOGE e SHIB são dois exemplos (derivado do Litecoin e alocado na rede Ethereum (ETH), respectivamente).

Adicionalmente, a valorização das moedas meme é altamente especulativa, imprevisível e impulsionada por eventos sociais pouco estudados e compreendidos, como é o caso de um aumento considerável em memes em ecossistemas on-line. Em meio a tudo isso surgem os scammers, as pessoas que aplicam golpes. Muitos indivíduos mal-intencionados pegam carona nesses acontecimentos e criam moedas na intenção de fazerem dinheiro desonestamente às custas do investidor, como foi o caso da moeda SQUID. Inspirada na série Squid Game ( Round 6, da Netflix), essa moeda chegou a subir 86.000% e cair 99%, sem que os usuários tivessem a chance de vendê-la.

Publicidade

Conclusão

Novas moedas meme surgem a todo momento: seus criadores esperam reproduzir o fenômeno de valorização do DOGE e SHIBA. Contudo, os usuários precisam se atentar às características técnicas e básicas dessas criptomoedas, à volatilidade ainda mais alta que representam e os riscos de utilizá-las como investimento. É importante pesquisar bastante, não entrar com um percentual alto de patrimônio e não se deixar levar pelo simples pânico de ficar de fora de uma maré de lucros.

Sobre o autor

Fares Alkudmani é formado em Administração pela Universidade Tishreen, na Síria, com MBA pela Edinburgh Business School, da Escócia. Naturalizado Brasileiro. Atua como Business Development Manager Brasil na Kucoin.

VOCÊ PODE GOSTAR
Bitcoin e grafico de mercado

Taxas do Bitcoin estão disparando novamente – e não é por causa de Runes ou Ordinals

Uma grande exchange está tentando organizar sua carteira Bitcoin e está queimando muito dinheiro no processo
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

Memecoins da GameStop e Iggy Azalea encerram semana com perdas de até 50%

MOTHER – uma memecoin lançada pela rapper Iggy Azalea – despencou 38% nos últimos 7 dias
Imagem da matéria: FTX pode liquidar dívida fiscal de US$ 24 bilhões por US$ 200 milhões

FTX pode liquidar dívida fiscal de US$ 24 bilhões por US$ 200 milhões

Se aprovada pelo juiz, a FTX pagaria à Receita dos EUA US$ 200 milhões agora e US$ 685 milhões posteriormente
Rainha Das Criptomoedas, Ruja Ignatova, posa para foto

Há mais evidências de que a “Rainha das Criptomoedas” foi assassinada por chefão das drogas, diz BBC

Podcast da BBC sugere que relatos anteriores sobre o assassinato da búlgara Ruja Ignatova são verdadeiros