Imagem da matéria: MB é a primeira exchange brasileira a listar token Sui (SUI)
SUI foi criada por ex-membros do Meta (Foto: Shutterstock)

A corretora de criptomoedas MB (Mercado Bitcoin) passou desde quarta-feira (3) a listar o token Sui (SUI), criptomoeda da Sui, blockchain de primeira camada.

Segundo comunicado para imprensa do MB, em todo o mundo, a negociação de Sui estava restrita, até então, a apenas quatro corretoras estrangeiras. “Com o lançamento da mainnet e a listagem do ativo pelo MB, os usuários brasileiros que possuem conta na exchange agora têm acesso facilitado ao token diretamente pelo app do Mercado Bitcoin ou no site”, afirma a nota da empresa.

Publicidade

Segundo reportagem da Decrypt, a blockchain Sui é uma plataforma de primeira camada desenvolvida por ex-engenheiros da Meta (anteriormente Facebook), com foco em Web3.

Antes de desenvolverem a rede SUI, a mesma equipe havia desenvolvido o, já extinto, projeto Novi. Este projeto anterior se tratava de uma carteira cripto descontinuada apenas alguns meses após seu lançamento e pedindo “com urgência” que seus usuários retirassem os fundos do aplicativo.

A Sui Network vem com a promessa de atingir mais de 10 mil transações por segundo, mas os limites de capacidade ainda não foram colocados à prova na prática.

Segundo reportado pela equipe do projeto, SUI contará com uma oferta inicial em circulação de 528.273.717, o que equivale a 5,28% do supply total de 10 bilhões SUI. O restante das moedas deve ser distribuído com o tempo.

Publicidade

A oferta de 528 milhões pode ser observada nas plataformas CoinMarketCap e CoinGecko. Agora já atualizada com o encerramento da Oferta Inicial em Exchange (IEO). No dia do lançamento, o CoinMarketCap reportava apenas metade da oferta circulante.

“Quando o projeto do Meta de fazer uma stablecoin (Libra/Diem) ruiu por pressão regulatória, os desenvolvedores se dividiram em duas frentes: uma delas focou no Aptos (APT), que já temos listado aqui no MB, e a outra, no Sui (SUI), que apresentamos agora não apenas como oportunidade para os nossos clientes diversificarem suas carteiras de investimento, mas também para contribuírem no processo de fortalecimento da Web3”, destaca Pinsdorf.

*Texto alterado às 14h18 do dia 4 de maio de 2023 para acrescentar a correção que o CoinMarketCap fez no valor total supply do token.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Receita Federal irá exigir informações de corretoras estrangeiras de criptomoedas

Receita Federal irá exigir informações de corretoras estrangeiras de criptomoedas

“Estamos preocupados em obter informações sobre a riqueza brasileira sujeita a tributação aqui”, afirma diretora da Receita Federal
Celular com logotipo da BInance

Binance lista nova criptomoeda com Real (BRL) que já subiu 30%

O token Lista DAO decolou até 30% na madrugada desta sexta (21)
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Conselho nega recurso do “Faraó do Bitcoin” e mantém condenação de R$ 34 milhões da CVM

CRSFN manteve a condenação, no valor total de R$ 102 milhões, a GAS Consultoria, Glaidson Acácio (o Faraó do Bitcoin) e sua esposa Mirelis Diaz
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum continuam queda e quase meio bilhão de dólares são liquidados

Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum continuam queda e quase meio bilhão de dólares são liquidados

Cerca de 200 mil traders foram liquidados nas últimas 24 horas, com o Ethereum liderando o fluxo geral de liquidações