silhueta de executivo triste em frente a computador
Shutterstock

As principais criptomoedas são negociadas em terreno negativo na manhã desta terça-feira (14), em contraste com os contratos futuros dos EUA, que ganham força no aguardo de dados sobre a inflação ao consumidor na maior economia do mundo. 

De acordo com analistas, o relatório do chamado CPI poderia ser o próximo catalisador do Bitcoin, que tem sido impulsionado pela narrativa do potencial lançamento de fundos de índice (ETF) com exposição direta à maior criptomoeda.  

Publicidade

Caso a desaceleração dos preços seja confirmada, isso abriria espaço para um alívio monetário nos EUA e poderia canalizar fundos para ativos de risco, como as criptomoedas.  

Bitcoin tem queda de 1% em 24 horas, cotado a US$ 36.527,61, segundo dados do Coingecko. Em reais, o BTC recua 1,4%, negociado a R$ 180.842,63, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).   

Ethereum (ETH) mostra estabilidade, a US$ 2.049,36.  

BlackRock desmente proposta de ETF de XRP 

Entre as altcoins, XRP recua 0,2% em 24 horas e elimina os ganhos em sete dias, com baixa acumulada de 4,6% no período. 

Na segunda-feira, o token chegou a subir 12% depois que o fundo “BlackRock iShares XRP Trust” foi registrado em Delaware. E, num prazo de 25 minutos, o XRP passou de US$ 0,65 a US$ 0,73 depois que um tuíte destacou o registro, que foi desmentido

Publicidade

Alguém realmente efetuou o registro corporativo em Delaware, mas não foi a BlackRock, confirmou um porta-voz da gestora de ativos ao Decrypt. 

A BlackRock, que registrou o iShares Ethereum Trust em Delaware na semana passada, disse ao Decrypt por e-mail que o pedido de um fundo com exposição ao XRP é falso e que foi registrado com o mesmo endereço e informações de contato da solicitação anterior da proposta para um fundo de ETH empresa. A gigante de Wall Street também pretende lançar um ETF de Bitcoin à vista no mercado americano. 

Com o desmentido, traders de contratos futuros de XRP perderam cerca de US$ 7,2 milhões em 24 horas devido à volatilidade dos preços, de acordo com o CoinDesk

Solana (-6,2%), Avalanche (-5%) e Chainlink (-4,4%) deram um salto com os rumores, mas desabaram depois que a BlackRock negou as informações. SOL também cai nesta manhã com a notícia que o novo comando da FTX transferiu US$ 13,5 milhões do token para a Binance e Wintermute. 

Publicidade

Outras altcoins acompanham as perdas, entre elas Cardano (-3,1%), Dogecoin (-4,9%), TRON (-3,9%), Polkadot (-1,1%) e Shiba Inu (-4,9%). Polygon vai em direção oposta, com alta de 7,3%. 

Contratado da FTX exige bônus 

Um ex-trader da Jane Street contratado por Sam Bankman-Fried (SBF) para ajudar nas doações da FTX busca receber o restante de seu bônus de 2022, de acordo com a Bloomberg.

Ross Rheingans-Yoo disse em processo na segunda-feira (13) que a FTX ainda lhe deve US$ 275 mil depois de a exchange ter pagado US$ 375 mil cerca de dois meses antes da da ruína da empresa em novembro de 2022.  

Rheingans-Yoo negou as acusações dos novos administradores da FTX de que ele estava ciente das irregularidades praticadas por SBF enquanto trabalhava na unidade filantrópica da corretora. 

Enquanto a FTX busca recuperar fundos desviados de clientes, outras empresas que quebraram na esteira do colapso do grupo seguem com seus planos de reestruturação. 

Publicidade

A plataforma de crédito cripto Genesis fechou um acordo com o hedge fund cripto Three Arrows Capital (3AC) por meio do pagamento de US$ 33 milhões para encerrar uma disputa de US$ 1 bilhão. 

E a Terraform Labs, que implodiu pouco antes da FTX e está sendo processada pela SEC nos EUA, juntamente com seu cofundador Do Kwon, tenta se reerguer. Sob novo comando, a empresa comprou a provedora de dados Pulsar Finance em meio ao projeto de retomar as operações, informou o The Block

Outros destaques das criptomoedas 

A Bitso aposta em uma solução de serviços de pagamentos internacionais, ou eFX, para empresas que atuam no Brasil por meio de uma ferramenta que converte reais em stablecoins, segundo o Valor Econômico. A exchange cripto mexicana busca uma fatia do mercado de eFX no Brasil, que movimentou US$ 15 bilhões no primeiro semestre, conforme a reportagem.  

Em Hong Kong, a unidade da corretora cripto Bitget vai encerrar as operações em 13 de dezembro. A empresa desistiu de obter uma licença do governo, de acordo com o comunicado, que cita motivos comerciais e de mercado para a decisão. Na contramão, a Crypto.com obteve uma licença para oferecer serviços de ativos digitais em Dubai. 

A Fnality, uma empresa de pagamentos baseada em blockchain que atua no atacado, captou 77,7 milhões de libras (US$ 95 milhões) em uma segunda rodada de financiamento liderada pelo Goldman Sachs e BNP Paribas, informou a Reuters. A fintech trabalha em versões tokenizadas de moedas garantidas por fundos depositados em bancos centrais, segundo o CoinDesk

Em outro investimento de venture capital no espaço cripto, a Foresight Ventures, com sede em Singapura, comprou uma participação de 80% no portal de notícias cripto The Block por US$ 60 milhões, disse uma pessoa com conhecimento do assunto ao Wall Street Journal.  

Publicidade

Michael McCaffrey, ex-CEO do The Block, renunciou no ano passado após revelar que o site havia recebido empréstimos da Alameda Research, afiliada da FTX, e que havia ocultado o acordo da equipe. Segundo a Bloomberg, a Foresight negociou a aquisição da fatia com o próprio McCaffrey. Não se sabe se o executivo vai usar os recursos para pagar os empréstimos à massa falida da FTX. Procurado pela Bloomberg, McCaffrey não comentou. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: CEO da Grayscale deixa cargo: "Momento certo para transição"

CEO da Grayscale deixa cargo: “Momento certo para transição”

A Grayscale, uma das maiores gestoras de criptomoedas do mundo, anunciou que Michael Sonnenshein está deixando o cargo de CEO
Pessoa inserindo chip no celular

Justiça manda TIM pagar R$ 21 mil a cliente que teve celular clonado e perda de criptomoedas

A partir da clonagem do celular, os invasores tiveram acesso ao email e posteriormente a uma carteira cripto na Binance
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
Imagem da matéria: Bitcoin sobe mais de 3% após dado de inflação dos EUA cair em abril

Bitcoin sobe mais de 3% após dado de inflação dos EUA cair em abril

Bitcoin, Ethereum e outras criptomoedas sobem nesta quarta-feira após o relatório do CPI dos EUA mostrar que os preços subiram mais lentamente que o esperado