Imagem da matéria: Manhã cripto: FIFA abraça criptomoedas na Copa do Mundo, Bitcoin (BTC) em queda e Cardano (ADA) em alta
Foto: Shutterstock

Após uma sessão de ganhos, o mercado opera sem um rumo definido nesta quarta-feira (23), com algumas altcoins como a Cardano descolando das maiores criptomoedas. O Bitcoin é negociado com pouca variação nas últimas 24 horas, cotado a US$ 42.088,31, mostram dados do CoinGecko. O Ethereum perde 1,9%, negociado a US$ 2.946,25. 

No Brasil, o Bitcoin registra baixa de 0,3%, cotado a R$ 208.219,91, segundo o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).  

Publicidade

Na terça-feira, o Bitcoin chegou a subir para US$ 43.300, o maior nível em quase três semanas, em meio ao maior otimismo entre investidores de criptoativos, em linha com o melhor desempenho do índice Nasdaq, que ganhou quase 2% ontem. Com a forte demanda, o mercado de criptomoedas voltou a mostrar capitalização global de US$ 2 trilhões. 

Apesar das quedas nos últimos 12 meses, a quantidade de Bitcoin sem movimentação se aproxima de máximas históricas, segundo dados compilados por Brett Munster, da Blockforce Capital. “Um número maior de pessoas e uma porcentagem maior de ‘holders’ de Bitcoin entendem a viabilidade de longo prazo do ativo e não se incomodam com a volatilidade de curto prazo”, disse Munster à Bloomberg. 

Outras criptomoedas mostram desempenho misto nesta quarta-feira, com baixa para Binance Coin (-0,9%), XRP (-3,4%), Avalanche (-4%), Terra (-1,2%) Dogecoin (-0,9%) e Shiba Inu (-1%). Em terreno positivo estão Cardano (+2,9%), Solana (+0,5%) e Polkadot (+1,5%), segundo o CoinGecko.  

Guerra Rússia-Ucrânia 

De qualquer forma, com o conflito na Ucrânia sem sinais de alívio e impacto das sanções nos preços já elevados, a cautela deve ditar o ritmo das negociações. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pressionará aliados europeus para ajudar a impor sanções ainda mais duras à Rússia durante uma série de reuniões a partir desta quarta-feira, conforme o New York Times. Segundo informações do Pentágono, o poder de combate da Rússia na Ucrânia diminuiu, embora forças russas continuem buscando o controle de várias cidades ucranianas. 

Na terça-feira, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, disse ver sinais de que indivíduos e empresas da Rússia estão recorrendo às criptomoedas para escapar das sanções do Ocidente. O volume de rublos sendo trocados por cripto atingiu o maior nível desde maio de 2021, afirmou Lagarde em evento virtual. 

Publicidade

Outros destaques 

Emissão adiada: El Salvador adiou a emissão de um título lastreado em Bitcoin, noticiou a Reuters. O governo decidiu esperar por condições mais favoráveis no mercado financeiro, disse na terça-feira (22) o ministro das Finanças de El Salvador, Alejandro Zelaya. O país tinha planos de lançar a emissão de US$ 1 bilhão entre 15 e 20 de março. 

Fundo da Grayscale: A gestora de criptoativos lançou um fundo de altcoins focado em sete grandes blockchains, como Cardano, Solana e Avalanche. Michael Sonnenshein, CEO da Grayscale, afirma que o fundo foi criado por acreditar que investidores querem “exposição diversificada” ao mercado de criptomoedas. 

Esportes 

Crypto.com na Copa do Mundo: A Crypto.com será a exchange de criptomoedas com patrocínio exclusivo na Copa do Mundo do Catar. Segundo comunicado da FIFA, a empresa se beneficiará de exposição significativa da marca dentro e fora dos estádios durante o torneio. A Crypto.com, com sede em Singapura, tem 10 milhões de clientes e 4 mil funcionários ao redor do mundo. A Copa do Catar será realizada entre 21 de novembro e 18 de dezembro deste ano. 

Metaverso, Games e NFTs 

Games na América Latina: Com a inflação correndo os salários, a Argentina lidera o mercado de jogos “play to earn” na região. O país já ocupa o quinto no lugar no ranking mundial em jogos usados como fonte de renda, com 9.400 visitas desde janeiro à Decentral Games, empresa do metaverso com mais jogadores no mundo frente a apenas algumas centenas no ano passado, segundo reportagem da Bloomberg. O Brasil também se destaca na plataforma, sendo o sétimo mais popular para esses jogos no ranking global. “As tendências da Argentina e do Brasil mostram que os números continuarão subindo”, disse Gabriel Mellace, chefe de relações com investidores da Decentral Games. 

Publicidade

Captação da Yuga Labs: A empresa que criou os NFTs Bored Ape Yacht Club e que comprou recentemente os CryptoPunks levantou US$ 450 milhões em uma rodada de financiamento liderada pela empresa de capital de risco Andreessen Horowitz. Com a captação, a empresa focada em web3 agora é avaliada em US$ 4 bilhões. A Yuga Labs confirmou os dados ao Decrypt por e-mail. Animoca Brands, Coinbase, MoonPay e FTX estão entre os outros investidores que participaram da rodada. A Yuga Labs também confirmou ao The Verge planos de lançar o Otherside, um metaverso onde jogadores poderão usar NFTs como personagens. 

US$ 1,5 bilhão para fundos cripto: A Haun Ventures, fundada pela ex-procuradora federal dos EUA Katie Haun, anunciou na terça-feira (22) um fundo de estágio inicial de US$ 500 milhões e mais US$ 1 bilhão para startups mais maduras com foco na web3. Ex-sócia da Andreessen Horowitz, Haun disse em entrevista à Bloomberg que, apesar do cenário desafiador, não é “um mau momento para lançar um fundo cripto”, destacando que “grandes projetos serão construídos em qualquer ciclo”.  

Investimento em NFTs: A Reserva, marca da divisão AR&Co, lançou sua primeira plataforma orientada à web3 e metaverso: a Reserva X. Inicialmente, ela dará nome a uma coleção de NFTs e traz o pica-pau da Reserva em versão Toy-Art batizada de Pistol Bird, destaca a Forbes

Regulação, Segurança e CBDCs 

Veto na Tailândia:  O governo tailandês vai proibir que ativos digitais sejam usados para pagar bens e serviços a partir de 1º de abril, segundo anúncio da agência reguladora nesta quarta-feira. A medida vem na esteira de discussões entre a CVM do país e o banco central da Tailândia sobre a necessidade de regular esse tipo de atividade sob o risco de esta afetar a estabilidade financeira e a economia do país, de acordo com a Reuters

Mineração em NY: O Comitê de Conservação Ambiental da Assembleia do Estado de Nova York avançou na terça-feira um projeto de lei que proibiria a mineração de criptomoedas como o Bitcoin com prova de trabalho (PoW, na sigla em inglês) por dois anos. A legislação ainda requer aprovação de toda a Assembleia de Nova York e do Senado do estado, e então precisaria ser sancionada pelo governador, de acordo com o CoinDesk

Publicidade

Proposta da OCDE: A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico abriu uma consulta pública sobre regras tributárias para criptoativos. A OCDE está circulando uma versão da Crypto Asset Reporting Framework (CARF), uma proposta que planeja estabelecer padrões para a coleta e troca de informações em transações de criptomoedas, de acordo com o The Block

Regras para stablecoins: Nellie Liang, subsecretária de Finanças Domésticas do Tesouro dos EUA, disse que o governo Biden e membros do Congresso estudam propostas para regular as stablecoins que, segundo autoridades americanas, poderiam representar perigos sistêmicos em meio ao rápido crescimento desses ativos, noticiou a Bloomberg

Binance no Canadá: Como parte de um acordo com autoridades de Ontário, província do Canadá, a Binance publicou em seu site na terça-feira (22) um comunicado no qual admite ter agido de forma incorreta. A corretora anunciou que irá devolver taxas cobradas por transações de clientes da área feitas do dia 16 de março deste ano em diante. 

Portal do Bitcoin Summit

O primeiro evento do Portal do Bitcoin será gratuito e online! Jogos NFT, movimentações em Brasília, como receber investimentos na sua startup de criptomoedas e muito mais. Inscreva-se aqui: https://portaldobitcoin.uol.com.br/summit/

VOCÊ PODE GOSTAR
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Ilustração de uma lâmpada flamejando B de bitcoin

Parceria em tokenização entre Mercado Bitcoin e Bolt Energy democratiza acesso ao setor de energia

A parceria entre as empresas teve início em 2022
Imagem da matéria: PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

Memecoin PEPE bateu sua máxima histórica nesta terça-feira (21), em momento de forte aquecimento do mercado cripto
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins