Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 69 mil em dia que ETF da Hashdex estreia nos EUA
Foto: Shutterstock

mercado de criptomoedas volta a operar em terreno negativo nesta quarta-feira (27), em linha com a cautela de traders de ações, que aguardam dados-chave das economias da zona do euro e dos EUA nesta semana.

Investidores de criptomoedas também reagem à nova investida de reguladores americanos, desta vez contra a exchange Kucoin, acusada de lavar US$ 4 bilhões em fundos ilícitos. A corretora registrou saques de quase US$ 800 milhões após o anúncio.

Publicidade

Bitcoin recua 2,2% em 24 horas, para US$ 69.892,54, segundo dados do Coingecko.   

Em reais, o BTC cai 1,2%, negociado a R$ 348.839,48, de acordo com o Índice do Preço do Bitcoin (IPB). 

Ethereum (ETH) perde 2,7%, cotado a US$ 3.582,20. 

As principais altcoins também são negociadas no vermelho, entre elas BNB (-1,6%), XRP (-4,4%), Solana (-4%), Cardano (-4,1%), TRON (-0,7%), Chainlink (-1,8%), Avalanche (-6,1%), Polkadot (-4,6%) e Polygon (-4%). Dogecoin (+1,4%) e Shiba Inu (+3,8%) vão na contramão e operam com ganhos.

Hashdex conclui conversão de ETF nos EUA

A Tidal Investments e a Hashdex Asset Management anunciaram na terça-feira (26) a negociação de seu fundo de índice (ETF) de Bitcoin à vista nos EUA. O produto já havia sido aprovado pela SEC em janeiro, mas pendências regulatórias adiaram a estreia de fato no mercado americano.

Isso porque a gestora não estava lançando um fundo do zero, mas sim convertendo o seu ETF de Bitcoin futuro já existente para um produto spot. A empresa até chegou a divulgar um comunicado de imprensa para corrigir o anúncio da aprovação da SEC em janeiro.

Publicidade

Agora, o ETF Hashdex Bitcoin Futures foi renomeado como Hashdex Bitcoin ETF (DEFI). O volume dos ativos líquidos do fundo totalizava US$ 11,16 milhões em 27 de março, de acordo com o site da Hashdex.

“Estamos entusiasmados em concluir a conversão do DEFI e, com isso, entregar um produto inovador em coordenação com a Tidal que promove nossa missão de capacitar indivíduos e instituições em todo o mundo para acessar esta inovação revolucionária”, disse no comunicado Marcelo Sampaio, cofundador e CEO da Hashdex.

Munchhables recupera US$ 62 milhões em tokens roubados

O Munchables, uma plataforma de jogos baseada na rede de segunda camada Blast, conseguiu recuperar US$ 62 milhões em ETH que haviam sido roubados por um hacker. Os tokens foram devolvidos para uma carteira multisig.

O game cripto Munchables havia confirmado o incidente em uma publicação no X nesta quarta-feira (27), dizendo que tentaria interromper as transações. Segundo a empresa de segurança especializada em blockchain PeckShield, o hacker havia levado 17.400 tokens ETH.

Publicidade

Mas o invasor devolveu os fundos integralmente no mesmo dia, de acordo com dados blockchain. A Munchables declarou que “todos os fundos dos usuários estão seguros” em um post no X.

Regulador de Portugal barra Worldcoin

A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) de Portugal ordenou que a Worldcoin suspenda a coleta de dados pessoais por 90 dias, de acordo com a Reuters. O projeto, cofundado pelo CEO da OpenAI, Sam Altman, também foi banido no mês passado por um período de até três meses na Espanha.

Mais de 4,5 milhões de pessoas em 120 países se inscreveram no projeto da Worldcoin, que escaneia a íris para a coleta de dados em troca de uma identificação digital e criptomoeda gratuita.

A CNPD citou um risco elevado para os direitos de proteção de dados dos cidadãos, o que justificaria uma intervenção urgente para evitar danos graves. Mais de 300 mil pessoas em Portugal forneceram seus dados biométricos à Worldcoin, disse a CNPD.

Outros destaques desta quarta

No Brasil, a tokenizadora Liqi Digital Assets firmou uma parceria com a exchange global Crypto.com para oferecer serviços de Cripto as a Service (CaaS), informou o Valor Econômico. Sob o acordo, a Crypto.com vai atuar como provedora de liquidez para negociações de ativos digitais, enquanto a Liqi será responsável pela infraestrutura tecnológica e de conformidade. A Liqi, que fechou sua corretora cripto em janeiro, também trabalha com outras provedoras de liquidez, como Coinbase e Kraken, segundo o jornal.

Publicidade

Em Hong Kong, clientes de varejo do HSBC agora podem investir em ouro tokenizado. O “HSBC Gold Token”, emitido pela plataforma de ativos digitais Orion do banco britânico, está disponível por meio do HSBC Online Banking e HSBC HK Mobile App. “O lançamento marca a primeira vez que o livro-razão distribuído privado do HSBC está sendo usado para tokenizar um produto de investimento de varejo”, disse em comunicado Maggie Ng, gerente-geral e chefe de patrimônio e “personal banking” do HSBC em Hong Kong.

A empresa emissora da stablecoin Tether (USDT) decidiu apostar em inteligência artificial por meio de uma nova divisão, a Tether Data. A unidade pretende contratar um engenheiro de IA e um chefe de pesquisa e desenvolvimento no segmento. De acordo com comunicado da Tether, seu foco em IA incluirá o desenvolvimento de modelos multimodais de código aberto e “novos padrões da indústria”.

Ainda no espaço das stablecoins, a gestora de ativos digitais Hashnote fechou uma parceria com a Paxos para facilitar conversões entre a stablecoin do PayPal e o token USYC. Já o Angle, um protocolo de finanças descentralizadas (DeFi), lançou uma stablecoin indexada ao dólar, a USDA, que visa compartilhar os rendimentos de notas do Tesouro dos EUA e versões tokenizadas das chamadas T-bills, bem como parte das receitas com empréstimos em DeFi.

VOCÊ PODE GOSTAR
Uniswap, venture, criptomoedas, investimentos, web3

Manhã Cripto: Token da Uniswap despenca 17% após alerta de processo da SEC e Bitcoin recupera os US$ 70 mil

CEO da Uniswap, Hayden Adams, disse não estar surpreso, “apenas irritado, desapontado e pronto para lutar”
Imagem da matéria: Como saber o dia e hora que vai acontecer o halving do Bitcoin?

Como saber o dia e hora que vai acontecer o halving do Bitcoin?

O halving, que ocorre a cada 210 mil blocos do Bitcoin, está previsto para acontecer em abril, mas o momento exato segue mudando; entenda
Imagem da matéria: Importação de criptomoedas no Brasil dobra e chega a R$ 14 bilhões no 1º bimestre

Importação de criptomoedas no Brasil dobra e chega a R$ 14 bilhões no 1º bimestre

Dados do Banco Central mostram que a importação de criptoativos saltou de US$ 1,4 bilhão no primeiro bimestre de 2023, para US$ 2,9 bilhões no início deste ano
Imagem da matéria: Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por "cruz da morte"; entenda os efeitos

Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por “cruz da morte”; entenda os efeitos

A “cruz da morte” poderá frear os avanços do Ethereum e demais altcoins