Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) pisa no freio, mas segura os US$ 41 mil; BlackRock ajusta pedido de ETF
Foto: Shutterstock

As maiores moedas digitais passam por uma correção nesta terça-feira (5), na esteira de um rali que empurrou o Bitcoin acima de US$ 42 mil, embalado pela expectativa de fundos com exposição direta à maior criptomoeda e cortes de juros nos EUA. 

No mercado acionário, traders reagem ao aumento dos rendimentos dos títulos, o que tira força dos contratos futuros. 

Publicidade

Bitcoin mostra queda de 0,6% em 24 horas, cotado a US$ 41.694,03, segundo dados do Coingecko.    

Em reais, o BTC ainda sobe 1,3%, negociado a R$ 207.301,85, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).   

Ethereum (ETH) registra baixa de 3%, negociado a US$ 2.204,08.  

Um investidor antigo da segunda maior criptomoeda transferiu US$ 90 milhões em ETH para a exchange Kraken, o que pode sinalizar uma futura venda do token, apontou o CoinDesk. 

As principais altcoins operam no vermelho, entre elas BNB (2,2%), XRP (-4,6%), Solana (-5,3%), Cardano (-2,6%), Dogecoin (-1,8%), TRON (-2,2%), Toncoin (-3,7%), Chainlink (-4,8%), Avalanche (-3,7%), Polkadot (-3%), Polygon (-3,9%) e Shiba Inu (-3,8%).  

BlackRock e Bitwise atualizam pedidos de ETFs 

A BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, registrou na segunda-feira (4) uma atualização do documento S-1 à SEC para sua proposta de ETF de Bitcoin à vista, um passo que foi seguido pela Bitwise. 

Embora a agência reguladora de valores mobiliários dos EUA ainda não tenha aprovado um ETF à vista de Bitcoin, analistas acreditam que essas medidas podem sinalizar que as discussões estão em andamento. 

Publicidade

“A roda ainda está girando”, disse no X James Seyffart, analista da Bloomberg Intelligence. “Tanto a SEC quanto esses emissores estão trabalhando duro para resolver as coisas. Esses registros são provavelmente o resultado de muitas conversas e muitas horas de trabalho em ambos os lados.” 

E a BlackRock revelou que recebeu US$ 100 mil como “capital inicial” para seu ETF de Bitcoin à vista, mostra um fato relevante enviado à SEC. 

“O investidor de ‘seed capital’ concordou em comprar US$ 100 mil em ações em 27 de outubro de 2023, e em 27 de outubro de 2023 recebeu 4 mil ações a um preço por ação de US$ 25 (‘seed shares’)”, diz o documento

A gestora Grayscale também está na corrida para lançar o mesmo tipo de produto no mercado americano e pretende converter seu GBTC, o maior fundo de Bitcoin do mundo, em um ETF spot da maior criptomoeda. 

Publicidade

Mas a maior demanda por ativos digitais tem impulsionado os prêmios de outros fundos da Grayscale para níveis “absurdos”, mostra análise do Financial Times. 

Volume de trading cripto da Robinhood 

A plataforma de negociação online Robinhood disse na segunda-feira (4) em documento à SEC que a negociação de criptomoedas deu um salto no mês passado. 

“Os volumes de negociação cripto nocional de novembro ficaram cerca de 75% acima dos níveis de outubro de 2023”, escreveu a empresa, acrescentando que planeja divulgar dados operacionais completos para o mês nas próximas semanas. 

Segundo o The Block, a notícia pode marcar uma retomada da empresa, que tem enfrentado queda do volume de negociação cripto. No terceiro trimestre, as receitas baseadas em transações de criptomoedas diminuíram 55%, para US$ 23 milhões. Também houve queda no segundo trimestre. 

Outros destaques das criptomoedas 

O Grupo Bancário Cainvest, conhecido como o “banco dos bancos”, planeja oferecer negociação, liquidação e custódia de criptomoedas a fundos de investimento no mercado doméstico, de acordo com o Valor Econômico. Desde outubro, quando entrou em vigor uma nova regra da CVM, fundos multimercados de varejo podem investir até 10% do patrimônio em ativos digitais. 

Publicidade

O mercado de tokens não fungíveis (NFTs) registra um aumento da atividade nos últimos 30 dias. De acordo com o Data Dashboard do The Block, novembro registrou US$ 605 milhões em negociações de NFTs baseados em Ethereum. O valor se compara aos US$ 306 milhões negociados em outubro. Nos primeiros quatro dias de dezembro, o volume de negociações de arte digital já atingiu cerca US$ 90 milhões, com quase US$ 70 milhões provenientes de transações no marketplace Blur. 

Um cidadão espanhol pode pegar 20 anos de prisão nos EUA depois de ser preso sob suspeita de ensinar norte-coreanos a burlar sanções do governo americano por meio de criptomoedas, de acordo com a Polícia Nacional da Espanha. Alejandro Cao de Benós foi detido na sexta-feira passada em uma estação ferroviária de Madri depois de a Interpol ter alertado autoridades espanholas, segundo comunicado. 

You May Also Like
Bitcoin, Ethereum

Bitcoin e Ethereum parecem em bons momentos, mas estão navegando em águas incertas

Bitcoin e Ethereum vêm subindo há semanas, mas encontraram alguma resistência enquanto os traders aguardam dicas do Federal Reserve
Celular com logotipo da BInance

Token Axelar (AXL) dispara 50% após listagem na Binance

O novo ativo poderá ser negociado nos pares com Bitcoin e Lira turca, e com as stablecoins FDUSD e USDT
Agentes da PF realizando buscas na Operação Fast

PF derruba quadrilha que aplicou golpe de R$ 100 milhões com NFTs e criptomoedas

A Polícia Federal estima que cerca de 22 mil pessoas foram vítimas no Brasil e exterior do esquema
Imagem da matéria: Nigéria quer R$ 50 bilhões da Binance por "perdas" geradas ao país

Nigéria quer R$ 50 bilhões da Binance por “perdas” geradas ao país

Autoridades nigerianas alegam que a corretora de criptomoedas influenciou o aumento das taxas de câmbio através da especulação da Naira (NGN)