Imagem da matéria: Manhã cripto: Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) em queda com sinalização de aumento de juros nos EUA; Shiba Inu (SHIB) em alta
Foto: Shutterstock

O Bitcoin (BTC) opera em baixa de 1,9% nesta quinta-feira (17), cotado a US$ 43.234, segundo dados do CoinGecko. O Ethereum (ETH) recua 2,1% no período, para US$ 3.070. 

As negociações entre a Rússia e países do Ocidente ainda pesam sobre o mercado de criptomedas, que também acompanhou de perto a divulgação da ata do Federal Reserve na quarta-feira (16). O Banco Central dos Estados Unidos sinalizou estar pronto para aumentar os juros e reduzir o balanço, caso a inflação não se desacelerar como esperado. 

Publicidade

No Brasil, o Bitcoin era cotado a R$ 225.768,05, em queda de 1,6%, segundo o índice do Portal do Bitcoin

O setor de criptomoedas, incluindo as stablecoins, também foi tema de discussão durante a reunião de janeiro do Fed pela primeira vez desde julho de 2021, segundo o CoinDesk. Autoridades do Fed destacaram o crescimento significativo da indústria de criptomoedas e “alguns participantes viram riscos emergentes para a estabilidade financeira associados à rápida expansão dos criptoativos e plataformas financeiras descentralizadas”, de acordo com a ata.  

Dentre as principais criptomoedas em valor de mercado, a única que opera em alta é Shiba Inu (SHIB), com valorização de 1,7%.

Operam em baixa Binance Coin (-0,3%), XRP (-0,4%), Cardano (-2,1%), Solana (-3,5%), Avalanche (-1,4%), Terra (-3,2%), Polkadot (-2,4%), Dogecoin (-0,7%),

Outros destaques 

Tokens lastreados em ouro: A expansão desses ativos tem superado o ritmo de crescimento do mercado de criptomoedas apesar da cautela de analistas, segundo o CoinDesk. A capitalização de mercado do Tether Gold (XAUT), a maior stablecoin lastreada em ouro, quadruplicou desde o início de janeiro de 2021, para US$ 421,3 milhões, de acordo com o CoinGecko. A PAX gold (PAXG), segunda maior stablecoin atrelada ao ouro, quintuplicou para US$ 378,3 milhões. 

Publicidade

Venture capital na AL: Investimentos de capital de risco em empresas de criptomoedas e blockchain na América Latina atingiram US$ 653 milhões em 2021, quase 10 vezes mais do que o total de 2020, segundo relatório publicado pela Associação para Investimento de Capital Privado na América Latina (LAVCA, na sigla em inglês). O Mercado Bitcoin arrecadou um total de US$ 290 milhões em três rodadas e atingiu avaliação de US$ 2,2 bilhões, segundo o Infomoney

Mais volátil: O Morgan Stanley divulgou relatório sobre a rede Ethereum e afirmou que sua criptomoeda nativa, o Ether (ETH), é “menos descentralizada” e “significativamente mais volátil” do que o Bitcoin, conforme publicado pela Exame

“Doença”: Em seu discurso anual na quarta-feira, o famoso investidor Charlie Munger, vice-presidente do conselho da Berkshire Hathaway e sócio de Warren Buffett, criticou criptomoedas como o Bitcoin, noticiou a Forbes. “Estou orgulhoso do fato de que a evitei… é como uma doença venérea”, disse Munger, 98, sobre o Bitcoin na reunião anual do Daily Journal, um jornal de Los Angeles. 

Venda de Bitcoins?: O fundador da casa de análises Suno Research, Tiago Reis, enfureceu a comunidade cripto no Twitter ao declarar que o misterioso criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto, está vendendo suas criptomoedas. Procurado pela reportagem do Portal do Bitcoin, o analista manteve seu posicionamento. 

Publicidade

Regulação e CBDCs 

Onda de regulação: Reportagem do Estadão traz um mapa da corrida dos países para regular o mercado de criptomoedas, incluindo no Brasil. No caso dos EUA, por exemplo, a proposta é que as plataformas de negociação sejam caracterizadas como uma corretora ou sistema alternativo de negociação, segundo a chefe de regulação e design de produto do Mercado Bitcoin, Juliana Facklmann.“É uma proposta muito interessante, porque o credenciamento para praticar a atividade seria feito por um autorregulador, a autorização seria descentralizada e mais simples, dando segurança ao mercado sem impedir a concorrência.” 

Repressão no Canadá: Autoridades do Canadá ordenaram que todas as empresas financeiras regulamentadas deixem de realizar transações de 34 carteiras de criptomoedas vinculadas ao financiamento de protestos liderados por caminhoneiros no país. A lista inclui endereços de Bitcoin, Ethereum e Cardano. Uma cópia da ordem, cuja autenticidade foi confirmada pelo CoinDesk, estava circulando no Twitter na quarta-feira. Os protestos, que começaram em janeiro, foram motivados por restrições anticovid impostas pelo governo canadense. 

Alerta do FSB: Criptoativos poderiam ameaçar a estabilidade financeira devido à sua escala, vulnerabilidades estruturais e crescente interconexão com o sistema financeiro tradicional, segundo um novo relatório do Conselho de Estabilidade Financeira (FSB, na sigla em inglês), um grupo consultivo do G20. O relatório também adverte sobre o baixo nível de compreensão de investidores e consumidores sobre criptoativos, lavagem de dinheiro, crimes cibernéticos e ransomware. 

Aliança contra lavagem de dinheiro: Coinbase Global, Gemini Trust e Robinhood Markets estão entre as 18 empresas que desenvolvem uma plataforma para cumprir uma regra dos EUA contra lavagem de dinheiro, informou a Bloomberg. Empresas de criptomoedas e tecnologia financeira buscam atender à regulamentação existente e evitar uma supervisão mais rigorosa. A chamada “travel rule (regra de viagem)” do Departamento do Tesouro dos EUA exige que empresas financeiras divulguem informações como nomes de clientes, números de contas e datas das transações de transferências de fundos. 

Pagamento de impostos: O Colorado começará a aceitar criptomoedas para impostos e outros pagamentos ao estado até o fim do verão no hemisfério norte, disse o governador Jared Polis em programa da CoinDesk TV na quarta-feira. O estado realiza a conferência 2022 ETHDenver. 

Publicidade

Recado de El Salvador: O presidente de Salvador, Nayib Bukele, criticou um grupo de senadores dos EUA que apresentaram uma proposta bipartidária para estudar os riscos da adoção do Bitcoin pelo governo salvadorenho, informou a Bloomberg. “’OK, boomers (uma referência à geração do baby boom) …Vocês não têm jurisdição sobre uma nação soberana e independente”, disse Bukele em post no Twitter. Reportagem do Wall Street Journal publicada nesta quinta-feira também faz um balanço da adoção do Bitcoin em El Salvador. 

Mineração na Rússia: O Ministério de Desenvolvimento Econômico da Rússia apresentou recentemente uma proposta que legaliza e cobra impostos pela mineração de bitcoin em regiões com superávit de eletricidade, conforme o Portal do Bitcoin

Metaverso, Games e NFTs 

“And the winner is…”: Análise da Bloomberg News de transações registradas na blockchain Solana, que conduziu o leilão “Head of State Collection, 2022” de Melania Trump, associa a ex-primeira dama dos EUA, ou pelo menos membros de sua equipe, ao lance vencedor de 1.800 SOL, o equivalente a US$ 185 mil. Melania estreou o leilão em janeiro com a oferta de uma coleção que incluía um de seus chapéus, uma aquarela original e uma NFT de uma obra de arte digital. 

Gravadora NFT: O rapper e colecionador de NFTs Snoop Dogg revelou planos de transformar sua gravadora, a Death Row Records, em uma “gravadora NFT”, conforme a Exame. O astro, que já tem até seu próprio terreno no metaverso The Sandbox, adquiriu recentemente a gravadora fundada por Dr. Dre, que lançou nomes como Tupac Shakur e na qual o próprio Snoop Dogg começou sua carreira no início da década de 1990. 

Ronaldinho Gaúcho aposta em NFTs: O ex-jogador de futebol se tornou embaixador global da Graph Blockchain, uma empresa canadense que fornece aos investidores exposição a altcoins e oportunidades em finanças descentralizadas e NFTs, segundo o Portal do Bitcoin

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Desafio do Ethereum é criar interoperabilidade entre segundas camadas, afirmam especialistas

Desafio do Ethereum é criar interoperabilidade entre segundas camadas, afirmam especialistas

Integrar as dezenas de redes de segunda camada é o próximo grande passo, tanto para programadores quanto usuários finais
Vitalik Buterin criador do Ethereum

A proposta de taxas de gás de Vitalik Buterin tornará o Ethereum mais parecido com a Solana?

Vitalik propõe “taxas de gás multidimensionais” e afirma que é uma busca para um sistema mais personalizado e equitativo
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora