Imagem da matéria: Tiago Reis diz que Satoshi Nakamoto está vendendo bitcoin e revolta comunidade cripto
Tiago Reis, fundador da Suno Research (Foto: Reprodução/Facebook)

O criador da casa de análises Suno Research, Tiago Reis, levantou a fúria da comunidade cripto no Twitter ao declarar que o misterioso criador do bitcoin, Satoshi Nakamoto, está vendendo suas moedas.

Um vídeo de apenas 40 segundos que Reis publicou no seu canal do YouTube com mais de 460 mil inscritos, viralizou após usuários do Twitter se surpreenderem com a declaração que partiu do respeitado analista de investimentos.

Publicidade

“E eu acho que ele [Satoshi Nakamoto] é um gênio porque conseguiu vender pra essa turma toda uma boa história. Se a gente for frio e racional, desde que ele criou [o bitcoin] ele não é comprador. Ele por definição é vendedor. Se você acha que o Satoshi Nakamoto é um gênio, sabia que desde o começo ele está vendendo, não está comprando”, disse Reis.

Ele continuou sua fala questionando: “Lá no início tinha número x de moeda, como que ele vai comprar mais? Ele tem que vender para alguém”. “Todo esse pessoal aí que você falou, de brasileiros comprando bitcoin, provavelmente estão comprando dele ou comprando de alguém que comprou dele”, finalizou.

O Twitter não perdoou e as piadas sobre a fala do Reis logo começaram a se espalhar pela rede, principalmente a de que brasileiros estavam comprando bitcoin direto de Nakamoto.

“Tô tentando comprar com o Satoshi mas ele não me responde no zap, alguém sabe se ele tá bem?”, satirizou @narcelio. Já o usuário @MisterOne_ perguntou aos seguidores: “Já comprou bitcoin na loja do Satoshi hoje?”.

Publicidade

Não, Satoshi não está vendendo bitcoin

Piadas à parte, a fala de Tiago Reis é equivocada por princípios básicos do bitcoin. O entendimento do analista de que Satoshi Nakamoto é quem controla a emissão da criptomoeda por ter criado a tecnologia que a sustenta, é incorreta.

O processo de emissão do bitcoin acontece de forma independente, no qual as novas moedas emitidas ficam com o minerador responsável por adicionar o bloco na rede.

Embora 90% do fornecimento total e fixo do bitcoin já tenha sido emitido (18,9 milhões de 21 milhões de BTC), novas criptomoedas serão mineradas até 2140.

Ao Portal do Bitcoin, o desenvolvedor especialista em bitcoin, Narcélio Filho, explicou porque a visão de Reis sobre a reserva de bitcoin de Satoshi não condiz com a realidade.

Publicidade

“O Satoshi publicou o Bitcoin em janeiro de 2009 mas esperou para iniciar a mineração somente quando houvesse mais alguém na rede; nenhum BTC foi “pré-minerado” (ao contrário das altcoins). No código original existe esse detalhe da espera. Por ser o criador e o mais interessado na época, acredita-se que ele tinha algum equipamento dedicado à mineração, que garantia ao menos um bloco a cada 10 minutos, caso mais ninguém estivesse na rede. Por conta desse comportamento peculiar, os blocos que ele minerou nessa época apresentam um padrão nos dados que os destacam dos demais”, explicou.

Nos primeiros meses de existência do bitcoin, entre janeiro e julho de 2009, Nakamoto minerou sozinho por volta de um milhão de BTC. Ou seja, ele detém cerca de 5% do fornecimento total do bitcoin.

Os dados são do estudo “A merecida fortuna de Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, visionário e gênio” do pesquisador Sergio Demian, que analisou o destino das recompensas geradas entre os blocos 1 e 36288 — o relatório foi posteriormente revisado pela BitMEX, que diminuiu a estimativa para 700 mil BTC nas mãos de Satoshi.

Além do quesito estrutural do bitcoin que descarta as declarações de Tiago Reis, a forma mais simples de comprovar que Satoshi Nakamoto não está vendendo bitcoin é olhar para a blockchain.

Os endereços que contém a maior parte do bitcoin de Satoshi são conhecidos no meio cripto e desde que receberam as criptomoedas mineradas 13 anos atrás, nunca foram movimentados, nem há expectativa que isso aconteça em algum momento.

Publicidade

Tiago Reis rebate críticas

O Portal do Bitcoin procurou Tiago Reis para questionar se ele mudou de opinião sobre a sua declaração após a onda de críticas que recebeu no Twitter. O analista defendeu seu posicionamento original, mas tentou explicar melhor o que quis dizer:

“O criador da criptomoeda (ou qualquer moeda), ele é por definição, um VENDEDOR daquilo que criou. Se o criador nasce com 100% das moedas, como ele vai comprar mais? O único jeito para que uma determinada moeda tenha liquidez é se o criador da moeda vender suas moedas”, disse.

A reportagem apresentou as características da emissão do bitcoin descritas anteriormente, mas Reis rebateu que esses detalhes não importam, já que a lógica permanece a mesma na sua visão.

Por outro lado, ele esclareceu que se refere a “Satoshi Nakamoto” no sentido figurado, para representar os mineradores da moeda.

“Você que compra hoje está comprando do Satoshi, dos mineradores, ou de quem comprou deles. Mas os criadores estão desovando em cima de você. Você pode ser mais esperto que o Satoshi? Pode ser que sim. Mas saiba que você está na ponta contrária dele. É isso o pessoal se recusa a aceitar”, opinou.

Por fim, Reis alfinetou a comunidade cripto quando questionado se possui bitcoin na carteira:

“Só tenho ativos geradores de caixa, ou com potencial de gerar caixa [como ações, fundos imobiliários, imóveis, dentre outros]. A comunidade de cripto me ama por conta disso, mas pensei que eles tinham sumido agora que caiu”.

VOCÊ PODE GOSTAR
BTC bitcoin na frente de nota de dólar de 1 milhão

Preço do Bitcoin aumenta com otimismo de Biden sobre queda de juros do Fed ainda este ano

“Mantenho minha previsão de que, antes do final do ano, haverá um corte nas taxas”, disse o presidente dos Estados Unidos
Imagem da matéria: Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Vasco da Gama são times que integram a nova campanha da Chiliz
miniaturas de pessoas minerando bitcoin em meio a pedras e folhagens

O impacto ambiental do Bitcoin após o halving será para melhor ou pior?

O halving vai remodelar quem explora o Bitcoin e, portanto, a eficiência energética da rede. Isso compensará o imenso uso do BTC?
moeda de bitcoin partida ao meio e apoiada em máquina de mineração

Bitcoin conclui 4º halving com sucesso e recompensa de mineradores cai pela metade

Saiba como foi o evento e veja as previsões de preço do Bitcoin daqui para frente