Tela de computador com logotipo da Binance e lente de aumento
Shutterstock

As principais criptomoedas operam com estabilidade nesta terça-feira (13), na expectativa dos dados da inflação ao consumidor nos EUA, números que também serão acompanhados de perto por investidores de ações, que continuam comprando nesta manhã

O Bitcoin (BTC) é negociado com alta de 0,5% nas últimas 24 horas, cotado a US$ 26.139,52, segundo dados do Coingecko.  

Publicidade

Em reais, o BTC recua 0,7%, para R$ 127.606,05, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).   

O Ethereum (ETH) tem leve queda de 0,2%, negociado a US$ 1749,91. 

As altcoins seguem com desempenho instável nesta terça, afetadas pela investida regulatória nos EUA que classificou vários tokens como valores mobiliários. 

A plataforma de negociação financeira eToro informou que clientes dos EUA não poderão  mais comprar Algorand (ALGO), Decentraland (MANA), Dash (DASH) e Polygon (MATIC), a partir do próximo mês, de acordo com o Decrypt

As mudanças entrarão em vigor em 12 de julho, disse a eToro, dando aos clientes dos EUA uma janela de um mês para continuar negociando os tokens em questão. Ao Decrypt, um porta-voz não mencionou explicitamente os últimos processos da SEC, mas chamou a atenção para recentes ações regulatórias. 

O aplicativo de negociação Robinhood já havia anunciado a deslistagem de tokens no radar da SEC. E, segundo o Wall Street Journal, o volume de negociação com cripto na Robinhood despencou 68% em maio na comparação anual. 

Publicidade

Nas últimas 24 horas, as principais altcoins operam entre perdas e ganhos, entre elas BNP ( +0,8%), XRP (+1,7%), Cardano (-1,5%), Dogecoin (+0,5%), Solana (-0,4%), Polygon (-0,0%), Polkadot (+2,3%), Avalanche (+2%) e Shiba Inu (+2%).   

Binance no alvo de CPI 

Segundo reportagem do jornal O Globo, a Binance será a primeira convocada pela Comissão Parlamentar de Inquérito das Pirâmides Financeiras, caso o deputado federal Áureo Ribeiro (Solidariedade-RJ) consiga aprovar seu pedido. 

A previsão é de que a CPI tenha início nesta terça-feira na Câmara dos Deputados, embora seja necessária a presença de pelo menos 17 dos 34 titulares da comissão, de acordo com o jornal. 

Proposta pelo deputado Áureo Ribeiro, a CPI pretende investigar golpes financeiros praticados com criptomoedas, como o revelado na Operação Kriptos, que resultou na prisão de Glaidson Acácio dos Santos, fundador da GAS Consultoria e conhecido como o Faraó dos Bitcoins. 

Publicidade

Ribeiro, cotado para presidir a CPI, disse ao jornal que, além de aprofundar as investigações, os deputados também querem propor medidas para regularizar o mercado e “oferecer mais transparência”. 

O deputado acrescentou que outras corretoras cripto citadas também serão chamadas, o que não implica seu envolvimento nos casos. 

Sobre a CPI, a Binance disse em comunicado ao Globo que “como as operações em blockchain são totalmente rastreáveis, este não é o melhor ambiente para criminosos atuarem”. Também espera que a investigação “seja uma oportunidade para disseminar as melhores práticas da Binance para outros players do setor, especialmente exchanges menores, alvos preferenciais de fraudes e golpes, para que juntos possamos construir um ecossistema cripto seguro que proteja os usuários no Brasil”.  

Além de ser mencionada nas investigações sobre o Faraó dos Bitcoins, a Binance também foi citada nos esquemas de Francisley Valdevino da Silva, o Sheik dos Bitcoins, dono da Rental Coins, e de Antônio Neto Ais, dono da BraisCompany atualmente foragido. 

Em outra notícia envolvendo golpes financeiros, o cantor Wesley Safadão ganhou uma disputa judicial relacionada a bens apreendidos no caso do Sheik dos Bitcoins. Um leilão do jatinho do cantor, que alegou ser vítima de Valdevino da Silva, foi suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça, de acordo com a Folha

Batalha da Binance contra SEC 

À espera da convocação pela CPI no Brasil, a Binance se arma para enfrentar reguladores americanos na Justiça com advogados de peso

Publicidade

Uma semana depois de a SEC, a CVM dos EUA, abrir um processo contra a maior exchange cripto do mundo, na segunda-feira (12) a empresa apresentou várias petições no Tribunal Distrital dos EUA para o Distrito de Columbia em oposição às ações da reguladora, conforme o Decrypt

“O pedido da SEC para uma medida cautelar deve ser negado por vários motivos, mas o mais importante é este: não há risco para os ativos dos clientes”, disse o advogado da Binance, Daniel W. Nelson, em petição assinada por vários advogados da exchange. “De fato, não há nenhuma ’emergência’ aqui, exceto aquela fabricada pela SEC para seus próprios fins, quando as supostas violações da lei de valores mobiliários, de acordo com a SEC, ocorrem publicamente e abertamente há anos.” 

Com a pressão regulatória, a Binance.US, braço da gigante nos EUA, perdeu liquidez no mercado americano. 

Na semana passada, a SEC apresentou 13 acusações contra a Binance, a Binance.US e o fundador e CEO da corretora, Changpeng “CZ” Zhao, alegando que o executivo teria violado as regras de valores mobiliários dos EUA. 

Em mais de 20 petições e declarações apresentadas ao tribunal, os advogados da Binance questionaram o momento das acusações da SEC, que coincidiram com um processo contra a Coinbase, a maior corretora cripto dos EUA. 

Estratégia da Coinbase 

A Coinbase, aliás, vai buscar soluções legislativas para regras no setor de criptoativos enquanto também contesta as alegações da SEC de que opera como uma exchange não registrada, informou a Bloomberg

“Mesmo enquanto administramos o litígio, estamos igualmente ansiosos para nos envolver em soluções legislativas urgentes”, disse Paul Grewal, diretor jurídico da Coinbase, em uma conferência com investidores na segunda-feira. “Achamos que o tribunal pode e deve decidir que o caso carece de méritos legais e isso será o fim.” 

Publicidade

Mas, na opinião de estrategistas do JPMorgan Chase, se quiserem continuar operando no mercado americano, as exchanges cripto vão ter que se registrar com a SEC. 

Cripto na Ásia 

Diante da ofensiva nos EUA, a Coinbase foi convidada por um parlamentar de Hong Kong para operar na região. 

A Ásia tem sinalizado um ambiente mais favorável aos players da indústria cripto. 

A operadora de telecomunicações Taiwan Mobile, por exemplo, estuda oportunidades de colaboração com plataformas cripto locais, incluindo investimentos em uma das empresas, segundo a Bloomberg

A provedora de serviços sem fio licenciada pelo governo está em negociações iniciais com empresas de criptomoedas sobre parcerias estratégicas, de acordo com três pessoas familiarizadas com o assunto, que pediram para não serem identificadas. 

Outros destaques das criptomoedas  

O BOCI, banco de investimentos do Bank of China, emitiu notas estruturadas totalmente digitais no valor de 200 milhões de renminbi offshore (US$ 28 milhões) na blockchain Ethereum, tornando-se a primeira instituição financeira chinesa a emitir um título tokenizado em Hong Kong, informou o The Block

“Esta transação marca o primeiro produto desse tipo na Ásia-Pacífico constituído sob as leis de Hong Kong e da Suíça e tokenizado na blockchain Ethereum, introduzindo com sucesso títulos regulamentados em uma blockchain pública”, disse o UBS, originador e parceiro do BOCI, em comunicado.  

O Brasil também avança na tokenização com o projeto do real digitalEm entrevista ao Valor, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles disse que a moeda digital do banco central tem potencial de colocar o país na liderança da inovação de serviços financeiros. 

Meirelles, que faz parte do conselho consultivo da Binance, participa do painel sobre regulação do Blockchain São Paulo + São Paulo + SciBiz, evento programado entre 20 e 23 de junho no campus da USP. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Pessoa inserindo chip no celular

Justiça manda TIM pagar R$ 21 mil a cliente que teve celular clonado e perda de criptomoedas

A partir da clonagem do celular, os invasores tiveram acesso ao email e posteriormente a uma carteira cripto na Binance
Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela

Venezuela quer desativar todas as fazendas de mineração de criptomoedas do país

O governador do estado de Carabobo afirmou que o governo está prestes a publicar um decreto que irá proibir a mineração de criptomoedas
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

Memecoin PEPE bateu sua máxima histórica nesta terça-feira (21), em momento de forte aquecimento do mercado cripto
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

Manhã Cripto: ETFs de Bitcoin voltam a captar mais US$ 100 mi por dia nos EUA; Ex-diretor da FTX pede 18 meses de prisão

Mercado também começa a se preparar para veredito final da SEC sobre os ETFs de Ethereum à vista